FELIZ DIA DAS MÃES " HOMENAGEM" oração shekinah p/dowload-MAIO MÊS DO SAGRADO FEMININO

Não podermos falar do dia das mães, sem antes falarmos do Arquétipo do Sagrado Feminino.

 

Não podemos  deixar de refletir no fato extraordinário, de todas as coisas vivas e não vivas, visíveis e não visíveis, terem em comum, serem todas filhas da mesma Mãe…

 Todos somos filhos da Natureza e nascemos com um propósito, que nos é impossível de perceber, mas provavelmente - no pouco que entendemos desta lógica de vida - tudo faz parte de um plano global muito bem delineado.

 

À Mãe Natureza, Mãe de todas as Mães, eu presto hoje a minha singela homenagem, rogando-lhe que não se encolerize com a persistente insensatez dos seres humanos, e que, no seu infinito amor e sabedoria, nunca se esqueça que também eles saíram um dia do seu ventre, não passando apenas de filhos irresponsáveis e rebeldes, brincando com o fogo, nas suas loucas primaveras da vida!...

 



A GRANDE MÃE

Mirella Faur


A Grande Mãe representa a totalidade da criação e a unidade da vida, pois ela existe e reside em todos os seres e em todo o Universo. Seus múltiplos aspectos e manifestações recriam o eterno ciclo de nascimento, crescimento, florescimento, decadência, morte e renascimento, na perpétua dança espiral das energias da vida.

A Deusa Mãe foi a suprema divindade do planeta durante trinta milênios, reverenciada pelo seu poder de gerar, criar, nutrir e sustentar todos os seres. Os seus atributos de fertilidade, abundância e nutrição são vistos nas estatuetas com características zoomórficas ou antropomórficas, como deusas pássaros ou senhora dos animais ou simplesmente mulheres grávidas, dando à luz ou amamentando.

Reverenciada e conhecida sob inúmeras manifestações e nomes, de acordo com a cultura e a época, a Deusa era a própria Mãe Terra, a energia da vida do planeta. Por ser imanente e permanente em toda a natureza, a Grande Mãe era venerada nas fontes, nos rios, lagos e mares, nas grutas, florestas e montanhas, nos fenômenos da natureza, na riqueza e beleza da Terra. Os templos que lhe foram dedicados reproduziam formas femininas ou concentravam e direcionavam as energias cósmicas e telúricas por meio dos círculos de pedras ou nas câmaras subterrâneas.

 

Tentativa de destruir o culto à Deusa

O período pacífico das civilizações neolíticas centradas nos cultos da deusa entrou em declínio cinco mil anos atrás com advento da idade de bronze e de ferro.

A derrota definitiva do culto da deusa ocorreu com a instauração do monoteísmo judaico-cristão, que proclamou um só criador-Pai, e considerou a mulher a origem do pecado e de todos os males. O cristianismo suprimiu todos os símbolos do poder divino da Deusa considerando-os maléficos ou pecaminosos. Mesmo assim a iconografia e os atributos da Deusa foram absorvidos e adaptados no culto de Maria. Suas inúmeras igrejas foram erguidas nos locais sagrados das deusas greco-romanas, egípcias e celtas, seus atributos e estátuas sendo adaptações cristianizadas dos antigos nomes e imagens de Cibele, Innana, Deméter e Isis.

Depois da extinção definitiva dos cultos da Deusa nos países cristianizados, fragmentos das

antigas tradições, celebrações, conhecimentos e rituais, sobreviveram disfarçados nas crenças populares, nas tradições nativas e nos contos de fadas.

 

A volta do culto à Deusa

Atualmente observa-se no mundo todo o ressurgimento dos valores e da busca do Sagrado

Feminino, simbolizando a necessidade de uma cura profunda da psique individual e coletiva, levando a uma expansão da consciência para assegurar a renovação planetária no próximo milênio. A volta da Deusa não significa o retorno às antigas religiões; o que ela prenuncia é uma nova forma de validação dos valores femininos, uma nova cosmologia centrada na Terra, uma nova ética enraizada na conscientização e reconhecimento das tradições e mitos do passado, mas para nos reconectar com a energia amorosa e compassiva da Grande Mãe precisamos passar por mudanças profundas na nossa maneira de pensar e agir, abrindo mão do jogo de poder, competição, retaliação, vitimização e opressão (características do patriarcado) e desenvolver a tolerância, a solidariedade, a compreensão e apoio mútuo, ultrapassando as diferenças e as cisões dualistas, em busca da pacificação interna e externa, em um empenho global para honrar e preservar Gaia, a nossa Grande Mãe.

O anuário

FONTE: O anuário da Grande Mãe

Livro de Mirella Faur

Mirella Faur

 

A Divina Mãe e o Eterno Feminino

"Todas essas mãezinhas que tivemos através dos inumeráveis nascimentos, pode parecer que estão definitivamente perdidas no tempo, mas, em verdade, todas elas são a viva expressão da Grande Mãe Cósmica. Nos olhos de nossa Devi Kundalini Shakti, nossa Mãe Cósmica particular e individual, vemos o brilho de todos os olhos das inumeráveis mãezinhas que no passado tivemos." V.M. Samael Aun Weor

Antes de tudo, faz-se necessário falar um pouco sobre o Eterno Feminino e dissertar a respeito do Cristo Nosso Senhor. Espero que todos prestem o máximo de atenção.
Certamente, Deus Mãe é o fundamento desta grande Criação. Precisamos nos identificar cada vez mais e mais com o Eterno Feminino. Devemos ver em cada mulher a representação viva desse Eterno Feminino. Obviamente, a mulher nasce com uma santa predestinação, que é a de ser mãe.

Até uma menina é uma representação do Eterno feminino; qualquer moça é uma mãe em potencial.

Se nos lembrarmos daquela mulher que nos embalou no berço e que nos alimentou com seus pesados peitos quando éramos crianças, veremos nela um poema vivo, muito íntimo, natural e profundo, de uma simplicidade extraordinária e de uma grandeza que sempre passa despercebida para todos esses humanóides que têm a Consciência adormecida.

Quero que todos façam consciência do que é esse verso vivo, do que é essa melodia inefável do princípio feminino eterno. A Grande Mãe é demasiado compassiva quando nos brinda com esse verso, sem que o mereçamos, depois de termos sido perversos, depois de que nos arrastamos pelo lodo da terra de existência em existência.

Morremos e depois retornamos, para sermos embalados em um berço sem o merecermos, para sermos amados por alguém que só vê em nós uma esperança, para sermos conduzidos por essa que é todo amor. Parece paradoxal e não teria explicação se não existisse o onimisericordioso e eterno Pai Cósmico Comum, Aelohim, como diziam os antigos.

Se retrocedermos um pouquinho mais no curso dos anos, conseguiremos, mediante o despertar, nos lembrar da mãezinha que tivemos em nossa passada existência. Nos veremos outra vez em um berço, aos nossos ouvidos chegam os arrulhos daquela que tem a esperança posta em nós, nos veremos dando os primeiros passos, levados por seus braços... Se continuarmos com o exercício retrospectivo, retornaremos não só à existência passada, mas à anterior, e novamente nos encontraremos com um desses poemas, com uma infância nos embalos de um berço. Assim, continuando de forma retrospectiva, para trás, de século em século, de idade em idade, poderemos sempre sentir os mesmos embalos e os mesmos arrulhos do Eterno Feminino, sempre nos amando, levando-nos em seus braços, alimentando-nos com seus seios e mimando-nos.

Todas essas mãezinhas que tivemos através dos inumeráveis nascimentos, pode parecer que estão definitivamente perdidas no tempo, mas, em verdade, todas elas são a viva expressão da Grande Mãe Cósmica. Nos olhos de nossa Devi Kundalini Shakti, nossa Mãe Cósmica particular e individual, vemos o brilho de todos os olhos das inumeráveis mãezinhas que no passado tivemos.

Nela, nossa Divina Mãe Kundalini, nela, nossa Ísis particular, estão representadas todas as nossas mãezinhas que nos amaram através dos incontáveis séculos. Por isso, devemos amar de verdade nossa Mãe Cósmica, vívida representação do Eterno Feminino.

Todas as mãezinhas que velaram por nós através do curso da história, todas as que nos embalaram, todas as que nos alimentaram, no fundo são uma só e única: "Ela", Ísis, a quem nenhum mortal levantou o véu, Neith, a bendita Deusa Mãe do Mundo.

Se pensamos nesse Eterno Feminino, Deus Mãe, veremos que nossa Devi Kundalini particular é um raio dessa bendita Deusa Mãe do Mundo. Assim, o Eterno Feminino que velou por nós através de tantos séculos, que nos embalou em tantos berços, é Ela, a nossa Divina Mãe. Nela estão personificadas todas as mãezinhas do mundo, todas as que tivemos através das diversas idades...

Felizmente, não as perdemos, ficaram em nossa Divina Mãe.

Se as pessoas tivessem a consciência desperta, saberiam valorizar melhor esse ser que é a mãe, mas as pessoas têm a consciência adormecida, e por isso são incapazes de valorizar realmente essa criatura que é a mãe.

É preciso que nos tornemos cada vez mais conscientes do que é o Eterno Feminino. Não merecemos o que nos foi dado; depois de termos sido uns velhacos, uns perversos, nos encontramos em um berço e com uma doce mãezinha que nos embala em seus braços. Parece paradoxal, e volto a dizer, se não fosse pela misericórdia d'Aquele que não tem nome, isso seria inexplicável.

Infelizmente, quando crescemos, o Ego se manifesta. Nos primeiros anos, é a Essência que se manifesta na criatura, por isso a criança é tão bela. À medida que vamos crescendo, a personalidade se desenvolve e o Ego vai se expressando lentamente até que um dia definitivamente entra em ação. Então, nos tornamos diferentes. Os belos pensamentos, aqueles que tínhamos na infância, são esquecidos e perdidos. Aquele encanto dos nossos primeiros passos fica relegado ao esquecimento, as nobres intenções que tínhamos quando éramos crianças são pisoteadas e delas não ficam nem lembranças.

Ao redor da Essência, o Ego se fortifica. A personalidade se reforça, adquire certos modos, preconceitos, etc. Obviamente, a Essência fica arquivada, lá no fundo mais profundo da psique, relegada ao mais completo esquecimento. Por fim, a personalidade, com todos os seus preconceitos, e o Ego, manifestam-se através da mente, substituindo a Essência.

Onde estão aquelas nobres intenções, aquelas intenções que tínhamos quando éramos pequenos?

Não queremos dar-nos conta de que já fomos crianças, nos esquecemos disso. Jesus, o Grande Cabir, disse: "Até que não sejais como crianças, não podereis entrar no Reino dos Céus".

Existe uma coisa que nos impede de ser crianças, é este Ego que temos, feixe de recordações, paixões, temores, ódios, rancores, luxúria, etc. Se queremos a verdadeira felicidade, não nos resta outro remédio que recordar aquelas belas intenções que tínhamos quando éramos pequenos, antes que o Ego tivesse a oportunidade de se manifestar, antes que a personalidade se tivesse formado, quando ainda dávamos os primeiros passos... Foi quando nos propusemos belas resoluções, certas resoluções que mais tarde esquecemos. Foram esquecidas quando a personalidade se formou definitivamente. Foram esquecidas quando o Ego entrou em ação. Então, nos tornamos outros e sentimos satisfação em termos nos tornado outros. Lançamos ao esquecimento a simplicidade da inocência e, ofuscados e enganados, ofuscados e alucinados, crescemos.

Esta condição que temos de adultos complicados e difíceis é superior à inocência que um dia tivemos?

Faz-se necessário, meus caros irmãos, compreendermos a necessidade de voltarmos ao ponto de partida original, de reconquistar a infância, na mente e no coração. Para tanto, só há um caminho: apelar a nossa Divina Mãe Kundalini, saber amar realmente a nossa Divina Mãe Kundalini, compreendê-la.

De que forma poderíamos nos aproximar de nossa Divina Mãe?

Antes de tudo, queridos irmãos, aprendendo a amar a nossa mãe terrena, como ponto de partida, já que ela é a viva manifestação do Eterno Feminino, aprendendo a amar todas as mãezinhas do mundo. E quanto a nós, os homens, aprendendo a ver em cada mulher uma mãe, a ver nelas a viva representação do Eterno Feminino, porque se vemos uma mulher e a primeira coisa que chega à nossa mente é a luxúria, pensamentos doentios, estamos insultando o Eterno Feminino, estamos pisoteando em nossa Divina Mãe, estamos envergonhando aquela que é todo amor. Há um ditado espanhol que diz: obras são amores e não boas razões.

De que serve que amemos nossa mãe se não o demonstramos com fatos? De que serve dizermos que amamos o Eterno Feminino, a tal ou qual criatura, se a primeira coisa que chega à nossa mente são pensamentos mórbidos e de luxúria? Onde está o amor ao Eterno Feminino, à Divina Mãe? Insultando-a dessa forma, pisoteando-a?

Reflitamos, meus caros irmãos, reflitamos... Façamo-nos dignos, se é que queremos, realmente e de verdade, caminhar com Devi Kundalini Shakti. Então nossos corações, inflamados pelo amor, se aproximarão dela e Ela de nós.

Ninguém conseguiria eliminar os elementos inumanos que possui sem a ajuda dela. Assim como ela nos limpou quando éramos crianças e nos banhou, assim como ela nos alimentou, assim também a Divina Mãe elimina todas essas sujeiras que carregamos, todos esses espectros abomináveis que em conjunto constituem o Ego, o mim mesmo, o si mesmo.

Vocês acham que esta época atual é mais bela que a da sua infância? Estão equivocados, porque até que não reconquistem a infância perdida na mente e no coração, não poderão de modo algum conseguir a liberação final.

Uma das provas pelas quais todo o principiante passa neste caminho é a do Fogo. Quando sai vitorioso desta prova, obviamente entra no Salão dos Meninos. Assim se chama um templo muito especial onde se é recebido, sob a condição de haver triunfado. Então, os Adeptos da Fraternidade Branca, os Mestres do Colégio de Iniciados da Branca Irmandade, todos com a aparência de crianças, nos dão as boas vindas. E quando os saudamos, "que a Paz seja convosco", ou "Paz Inverencial", a resposta é: "E com vosso Espírito também!"

Por que eles têm que nos dar as boas vindas na forma de crianças, quando saímos vitoriosos da prova do Fogo? Obviamente, porque só com o Fogo podemos reconquistar a inocência. Por isso, é indispensável trabalhar com o Fogo Sagrado, com essa Flama Santa do amor, sabendo amar.

Ao falar do fogo, não é demais lembrar o Cristo Jesus em sua cruz. Ao pé dela está a Mãe; Ela não poderia faltar, impossível. E sobre a cruz, o INRI: "Ignis Natura renovatur Integran", "o Fogo renova incessantemente a Natureza". Necessitamos encontrar o Grande Cabir dentro de nós.

Quando alguém lê as Epístolas do apostólo Paulo, pode verificar com surpresa que rara vez ele menciona o Grande Cabir Jesus, o Cristo histórico, mas sempre alude ao Cristo Íntimo.

Obviamente, o nome Jesus vem da palavra hebraica Jeshua, que significa Salvador. É o Salvador que devemos buscar dentro de nós mesmos. Ele sempre vai nos braços de sua Mãe, é o menino Hórus (entre os egípcios) nos braços de Ísis.

É urgente saber, irmãos, que esse Jeshua vem nos braços de nossa Mãe Kundalini particular, que o Crestos Cósmico de modo algum poderia se expressar através de nós, se não se convertesse em Jesus.

Na verdade, existe o Logos; o Pai, o Filho e o Espírito Santo formam um todo único, que entre os egípcios se chama Osíris. Ele se desdobra em Ísis, a Mãe Divina, a Esposa. Ela e Ele se amam e, como resultado de seu amor, Ela concebe "por obra e graça do Espírito Santo", isto é, por obra e graça de seu esposo. Em seu ventre imaculado e virginal desce o Crestos, o Segundo Logos entra em seu ventre e se converte, como é dito na "Divina Comédia", no "Filho de sua Filha, o filho da Divina Mãe Kundalini. Ela o leva em seus braços, por isso é que Ísis sempre leva Horus em seus braços e Maria, Jesus.

A Divina Mãe particular também leva nosso Jesus íntimo em seus braços. Quando (havendo amado muito a nossa Mãe) nos tornamos dignos, somos então merecedores de nos converter em Casa d'Ele, do Senhor.

É dito que Ele nasce num estábulo, à meia-noite, onde estão os animais, os animais do desejo. Esse estábulo é o nosso próprio corpo. Ali nasce nosso Jeshua, e depois tem de crescer e se desenvolver. O nosso Salvador íntimo, individual, deve sofrer em si mesmo todas as tentações e vencê-las. Ele deve vencer as potências das trevas em si mesmo, Ele deve vencer os tenebrosos em si mesmos. Ele deve viver como um homem entre os homens, ter carne e osso (nossa carne, isso é claro), deve ser um homem entre os seres que povoam a face da Terra e vencer em sua passagem.

Por isso é o nosso Salvador.

Nosso processo psicológico se converte em seu processo, Ele tem de ordenar e transformar nossa psique, os desejos e as preocupações, etc., Ele deve desintegrar.

Por algum motivo foi chamado de "Santo Firme", porque não pde ser vencido, e no fim sempre triunfa e se cobre de glória. Por isso, o Fogo Sagrado, personificado em Jeshua (em nosso Jeshua, não no Jeshua histórico), é digno de todo louvor e glória, senhorio e majestade.

Ele ama sua Mãe e sua Mãe O ama. Somente por meio de sua Mãe se consegue que Ele nasça em nosso estábulo interior para converter-se em nosso Salvador. Se não amamos a Mãe de Jeshua interior, tampouco amamos o Filho. Como poderia o Filho vir a nós se não amamos sua Mãe?

Aquele que quiser amá-la tem que demonstrar com fatos, amando àquela que nos deu a vida e vendo ela (a que nos deu vida) em cada mulher.

Assim, irmãos, faz-se necessário compreender este grande mistério do Cristo e da Mãe Divina.

Faz-se necessário tornar-nos simples, tolerantes e modestos, porque só assim, meus caros irmãos, seguiremos pelo caminho verdadeiro.

Quero que vocês reflitam nisto que estamos falando esta noite. Quero que regressem ao ponto de partida original, que regressem ao primeiro amor, que reconquistem a infância perdida na mente, no coração e no sexo, para que entrem pelo caminho da salvação, da Cristificação.

Quem quiser realmente ser salvo deve saber amar. Como se poderia realmente amar a mulher, se quando a olhamos vêm a nossa mente pensamentos eróticos de luxúria? Isso é ofendê-la, insultá-la.

Poderia se objetar dizendo que existe uma infinidade de mulheres, prostitutas, etc., mas somos, por acaso, juizes para julgarmos o Eterno Feminino? Com que direito o fazemos? Quem nos converteu em juizes do Eterno Feminino? Ou será que nos julgamos santos? Que recobramos a inocência?

Não devemos julgar. As próprias mulheres devem ver em cada mulher uma mãe. As próprias mulheres devem amar sua mãe e adorar sua Divina Mãe Kundalini, se quiserem se fazer merecedoras de receber um dia o Santo Firme.

Por aí existe uma oração santa que diz: "Fonte de divinos regozijos, revoltas e sofrimentos. Dirigi vossas ações para nós, Santo Afirmar, Santo Negar e Santo Conciliar, transubstanciados em mim, para meu Ser; Santo Deus, Santo Firme, Santo Imortal, tende misericórdia de nós".

É um cântico precioso às Três Grandes Forças Primárias do Universo. Essas três forças constituem, por si próprias, ao Pai, Osíris, que, ao desdobrar-se, converte-se em Neith, em Isis, e da união d'Ele com Ela resulta nosso Jeshua particular, nosso Jesus Cristo Íntimo, próprio e muito próprio em nós, aquele que deve entrar em nós (em nosso corpo) para salvar-nos.

O especial desta oração é aquilo de: Santo Deus, Santo Firme, Santo Imortal, porque o Velho dos Séculos da Cabala é o Santo Deus, o Santo Firme é Jeshua, nosso Jeshua íntimo e particular, porque se incorporando em nós toma posse de todos os nossos processos psicológicos para vencê-los em si mesmo, toma posse de nossas paixões para transmutá-las em si mesmo, suportando em carne e osso todas as tentações que nos chegam para vencê-las em si mesmo. Isso ninguém pode fazer senão o Santo Firme.

É interessante também aquela parte de: Santo Afirmar, Santo Negar, Santo Conciliar. Por que? A primeira força é a do Eterno Afirmar: o Pai. A segunda a da Eterna Negação, a do Filho. E a terceira é a da Eterna Conciliação, do Espírito Santo. O Pai afirma. o Filho nega, o Espírito Santo concilia.

O que nega o Filho? Por que se diz que o Filho nega? O Filho nega porque não quer tudo o que nós queremos: paixões, defeitos psicológicos, etc. E por que se diz que a Terceira Força é o Santo Conciliar? Porque com essa Terceira Força nos reconciliamos. Com quem? Com a Divindade.

Estou me referindo de forma enfática à força sexual, a força com a qual nosso corpo foi formado, a força com que ele se desenvolveu no ventre de nossa mãe, a força que nos trouxe à existência.

Porque se diz: Transubstanciados em mim, para meu Ser, para nosso Ser? Porque as Três Forças Primárias do universo, a do Pai muito amado, a do Filho muito adorado e a do Espírito Santo muito sábio, passam pela transubstanciação em nós para nosso Ser. Compreendem o que isto significa, meus caros irmãos? Transubstanciar, isto é, fazer com que uma substância se converta em outra.

Agora compreendem porque as três Forças Primárias passam pela transubstanciação em nós e para nós? Isso é grandioso! É óbvio que precisamos cristalizar em nós as Três Forças Primárias.

Assim, meus queridos irmãos, reflitam e se esforcem por eliminar o Eu Psicológico. Regressem ao primeiro amor, tratem de reconquistar a inocência em seus corações, lutem por isso, aprendam a amar o Eterno Feminino. Assim, um dia, poderão ter a sorte de encarnar em si mesmos ao Jesus particular e individual.

Não quero subestimar o Grande Cabir Jesus, que na Terra Santa ensinou esta doutrina. Se por alguma razão ele é grande, foi porque ensinou a doutrina do Eterno Salvador, nosso Salvador interior, profundo, nosso Jeshua.

Autor: V.M. Samael Aun Weor

 

 




MARIA A MÃE DO CRISTO MANIFESTADO
ORAÇÃO À MARIA SANTÍSSIMA - ALEGRA-TE MARIA


Alegra-te Maria Cheia de Graça,
o Senhor é convosco.
Bendita sois vós entre as mulheres, e
Bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.

Santa Maria Mãe de Deus,
Rogai por nós, humanos de Boa Vontade,
Agora e na hora da nossa Ascensão na Luz (3x)
Amém, Amém, Amém
-------------------

A Oração à Maria Santíssima, é dividida em duas partes, onde o nome de Maria é invocado por duas vezes. Uma nos dá a energia Alfa e a outra a energia de nossa mãe Ômega.

Na primeira parte, exaltamos as energias de nosso Pai Alfa. A energia do Espírito divino, que precisamos manifestar. As energias da abastança, da cura e do bem estar. A invocação do Plano divino para nossas vidas. A Vontade do criador para todos os nossos atos.

Na segunda parte, buscamos o auxilio da Mãe Terrenal, a nossa amada Mãe divina Ômega, manifestada na Terra. Aqui é onde Maria representa a nossa advogada e intercessora. Aquela que está sempre entre os filhos de Deus ainda em desenvolvimento, os embriões divinos, e sobe aos Céus para intervir por eles, sempre que ouve seus pedidos de intercessão.

Esta é a função de Maria, ajudar-nos a manifestar as energias de Alfa, (Pai), para Ômega (Mãe). Sempre que não sabemos como realizar algo, ela nos traz a certeza e a confiança do Pai.

Ela nos ilumina, ajudando-nos em cada passo da compreensão de nosso caminho. Para isto, precisamos apenas pedir. Falar com ela. Assim, sua oração passou a ser algo de grande valor, a oração a Santíssima Maria Mãe de Jesus.

Vamos então analisar linha por linha desta linda oração:


Alegra-te Maria Cheia de Graça,
o Senhor é Convosco.

- A vinda de Gabriel, o Arcanjo da Anunciação, traz a saudação do Pai Celestial, para Maria dizendo: "Alegra-te". (Esta saudação, está sendo pesquisada já a alguns anos, pela igreja católica, que estuda a possibilidade de mudar definitivamente a saudação já a muito tempo utilizada. Assim, passaria de "Ave Maria", para "Alegra-te Maria")


- A Alegria, é uma das energias do quinto raio de Nosso Pai; o raio em que Maria hoje, serve como principal Arqueia. O raio da alegria, da verdade e da cura. O raio do suprimento e da abastança.
- Ao repetirmos esta saudação maravilhosa de São Gabriel, estamos nos sintonizando com a energia Alfa e deste grande alquimia.


- Além disto, esta saudação coloca sobre nós, a atenção de Maria e de Nosso Pai Celestial.
- Neste momento da oração, fazemos a primeira menção ao nome de Maria.
- O nome Maria, significa, aquela que materializa a vontade de nossos Pai e Mãe divinos, em forma de bênçãos.


"A Cheia de Graça" é aquela que tem as chaves para as graças do Pai, enviadas para seus devotos. A "Mãe", a "Maria", é aquela que "materializa", o "raio-matéria". Aquela que traz a vontade do Espírito, que é uma energia masculina, para a forma na matéria, que é uma energia de polaridade feminina.


- "O Senhor é Convosco", mostra que Ele está no meio de nós.

Maria e Jesus

Bendita sois vós entre as mulheres, e
Bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.

- Bendita é Maria, por ter a benção de ser escolhida para dar a Luz, ao Cristo Manifestado na forma física.


- E Bendito é Jesus, quem transcendeu todos os seus pecados e manifestou fisicamente o "Santo Cristo Universal".


- Jesus foi o exemplo encarnado da Palavra de Deus. O verdadeiro "Verbo encarnado"
"O Exemplo vivo do filho de Deus encarnado na Terra", permitindo-nos, seguir seus passos."

Maria e Jesus


Santa Maria Mãe de Deus,

- Salientamos que a expressão "Mãe de Deus", coloca Jesus na posição de "Deus Filho".
- Jesus não é "O Deus", mas sim "Seu Filho", aquele que atingiu a ascensão na luz, sendo assim, reconhecido como Filho ao lado de Deus.


- Mateus 3:16-17 "E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como a pomba e vindo sobre ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo."


- Jesus seguiu os ensinamentos de "Vishnu", "O Cristo Cósmico", manifestando assim, o Cristo eterno, tornando-se "Filho de Deus".


- Isto não ocorreu em uma vida, a ascensão é algo que ocorre após muitas encarnações. Entre outras, Jesus foi Seth, filho de Adão e Eva; foi o rei David; foi Eliseu, discípulo do profeta Elias; foi José do Egito; e foi também, imperador em uma Era de Ouro.


- Jesus teve de se preparar para tornar-se um "Deus-Filho" no sentido da palavra. Alguém que pode olhar "O Nosso Deus Pai" de frente, e ser olhado por Ele.


Maria Protegendo planeta Terra, e a toda a Humanidade.

Rogai por nós,
humanos de Boa Vontade,

- Maria é a grande intercessora dos Filhos de Deus na Terra. Aquela que leva nossas súplicas junto aos Senhores do Carma e o EU SOU O QUE EU SOU.


- Somos embriões divinos em desenvolvimento para nascermos como Filhos e Filhas de Deus, quando seremos então reconhecidos por nossos Pai-Mãe no Céu, assim como foram Jesus, El Morya, Saint Germain, Kuthumi, entre muitos outros Santos Iluminados.


- Somente os humanos de "Boa Vontade", conseguirão ascender na luz do eterno éter divino.
- Nós erramos e aprendemos com nossos erros, mas precisamos deixar de ser "pecadores", a cada dia melhorando mais, buscando servir ao próximo como a nós mesmos e utilizando corretamente a energia enviada por Deus para manifestarmos na Terra, seguindo o exemplo vivo de "Jesus".


-Em Mateus 12:46-50 "E, falando Jesus ainda à multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos, pretendendo falar-lhe. E disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, que querem falar-te. Ele, porém, respondendo, disse ao que lhe falara: Quem é minha mãe? E quem são meus irmãos? E, estendendo a sua mão para os seus discípulos, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos; Porque, qualquer um que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, e irmã e mãe." (Qualquer um que se desenvolva dentro dos ensinamentos do Cristo Cósmico, poderá nascer no éter e se tornar um filho nascido para a vida eterna, ao lado do irmão mais velho, Jesus, entre outros já ascensos na luz.)


Maria Santíssima elevada na Luz de Deus

Agora e na hora
da nossa Ascensão na Luz.

- Os mestres ascensos nos ensinam a não utilizar a palavra "morte" para descrever a "passagem" para outro plano de vida. A palavra morte quer dizer, "sem vida; fim; destruição, ruína; grande dor; pesar profundo", e sua energia é muito pesada. Costumamos dizer "a hora da passagem, ou transição".


- Trocamos a palavra "morte" da "Ave Maria" original, pela palavra "Ascensão", que é onde precisamos colocar nossa atenção. A hora da vitória no nascimento junto ao eterno, a libertação da alma. A ascensão, só ocorre, quando a alma manifesta o plano divino e consome seu carma negativo, nesta e em vidas passadas.


- A ascensão não é exclusividade de Jesus, assim está escrito:
- Mateus 16:24 - Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me .

Paulo Rodrigues Simões




MÂE DIVINA
Inteligência Perfeita
E Absoluta
Em Ti a Glória habita

És o Reino de todas as Glórias
As Tuas bençãos
Espalham-se no meu Ser

Abastecem-me de LUZ
As Tuas exigências
Fazem-me crescer

E a Elas me submeto
Para a última Purificação

A Tua realidade
É o meu Caminho

E ele é inigualável
Que eu possa obsorver
Dos Teus raios de LUZ

Todo oTeu Imenso Amor
Tu sabes o que me espera

Que a Tua Glória
Se movimente para meu bem

Em Ti vibro
Na vontade de SER
No Teu Coração Eterno

Tu inspiras-me
E a Glória ressurge

Tu Iluminas-me
E a vitória é minha

Agora que navego
Na Esfera da Tua Magnificência
Ao som mais Puro
Dos Universos de Amor Maior

Ouço a doce batida do Teu CORAÇÃO
AM/OM
Eternamente em TI.

Abaixo um só dia das Mães
Átila

Quase todas as pessoas quando pensam em "mãe" experimentam um sentimento doce e terno que invade a alma e faz brotar lembranças acomodadas. Nem todas positivas, edificantes, mas, sem dúvida, "mãe", na maioria das vezes, personifica uma virtude que está em falta hoje em dia em qualquer nível de relacionamento, desde interpessoal até do homem para com ele mesmo. O AMOR!


Basta abrirmos os olhos para encontrarmos histórias de amor materno que comprovam esta declaração. Quantas mães que por amor se submetem a tratamentos hostis, desiguais, vexatórios, escravisadores, que as levam a abrir mão de sua individualidade e, até, dignidade, para defenderem a nós, os seus filhos. Tudo por amor. Por isso um único dia separado para homenagearmos as mães não é justo nem coerente.


Se cada um dos filhos reconhecesse este amor de uma maneira mais humana e menos materialista, abençoando suas mães com reconhecimento, atenção e carinho de perto, presente, certamente notariam a insuficiência desta única data e passariam a valorizar essa pessoa que inspira e faz tanta diferença em nossas vidas.


Lembremos que este AMOR aponta para outro ainda mais profundo que liberta, que coloca ordem no mundo interior, que flui em todo e qualquer coração e mente (negro, branco, rico ou pobre), que nos faz novos de dentro para fora: O AMOR DE JESUS.


Que neste Dia das Mães nós possamos encontrar este amor especial para valorizarmos realmente o outro.
Um abraço,



Amor Divino

"O amor Divino é o único remédio para todas
as dificuldades e misérias que surgem dos
desejos insaciáveis e das ambições frustra
das do homem. O amor de Deus é como a
luz de um farol. Ele mostra a direção correta.
Navegue o barco da sua vida em direção ao
farol do amor Divino. Então, você está
destinado a alcançar as praias da bem-
aventurança. Você não precisa de qualquer
tipo especial de penitência ou meditação.
Medite no amor. Preencha sua mente com
amor. Mesmo enquanto fizer suas tarefas
diárias, considere todas como oferendas
ao Divino. Deus é onipresente. Veja Deus
em todas as coisas e em todos os seres. Deixe
que tal amor inabalável esteja protegido em
seu coração. Como o Santo Tukaram disse:
"Instale Deus em seu coração e continue
a executar as tarefas que estiverem à mão".
Sathya Sai Baba

 

 




DESENVOLVENDO A CAPACIDADE DE AMAR

(ler em voz alta)

No centro do meu ser existe uma infinita fonte
de amor. Agora eu permito que este amor flua
para a superfície. Ele enche meu coração, meu
corpo, minha mente e minha consciência, e o
amor se irradia para todas as direções e volta
para mim duplicado.

Quanto mais amor eu dou, mais amor eu tenho
para dar, ele nunca acaba. Dar amor faz com
que eu me sinta bem, é uma expressão da minha
felicidade interior.

Eu me amo e por isso eu cuido do meu corpo.
Carinhosamente o alimento, fornecendo-lhe
comida e bebida e meu corpo me responde
amorosamente, com vibrante saúde e energia.

Eu me amo e por isso providencio para mim
uma casa confortável, que satisfaz todas as
minhas necessidades e onde é um prazer estar.
Eu preencho os aposentos com vibrações de amor
para que todos os que entram, inclusive eu,
sintam este amor e sejam nutridos por ele.

Eu me amo e por isso realizo um trabalho que
realmente gosto de fazer, onde uso o meu talento
e habilidade criativas, trabalhando com e para
as pessoas que amo, ganhando bom salário.
Eu me comporto e penso de um jeito amoroso
para com todas as pessoas, porque sei que tudo
o que dou volta para mim multiplicado. Somente
atraio pessoas amorosas, positivas e vencedoras
para o meu mundo.

Eu me amo e por isso perdôo e liberto totalmente
o passado e todas as experiências passadas:
Eu sou livre!

Eu me amo e por isso vivo totalmente no presente,
saboreando cada momento, sabendo que o meu
futuro é brilhante, feliz e seguro. Porque sou uma
pessoa amada e o Universo cuida de mim com amor
e para sempre.

Assim é: EU AMO!
Aprica
Canal: Regina Giannetti


Obrigado Senhor

Obrigado , Senhor , pela mãe que você me deu ...... por todas as Mães do mundo... pelas mães brancas , de pele alvinha ...... pelas pardas , morenas ou bem pretinhas ...... pelas ricas e pelas pobrezinhas ...... pelas mães - titias , pelas mães -vovós , pelas madrastas -mães , ... pelas professoras - mães ...... pela mãe que embala ao colo o filho que não é seu ...... pela saudade querida da mãe que já partiu ...... pelo amor latente em todas as mulheres , que desperta ao sentir desabrochar em si uma nova vida ...... pelo amor , maravilhoso amor que une mães e filhos ...Eu lhe agradeço , Senhor !

Feliz dia das Mães Amada Família Cósmica do Portal Arco Íris e Centro de Cura Cósmica!!!

 


 



VAMOS FESTEJAR COM MUITO AMOR!!! COLOQUE NESTE TÓPICO SUA MENSAGEM, SUA ORAÇÃO...

 



 


Pesquisa e elaboração de Fatima dos Anjos
http://portalarcoiris.ning.com/forum/topics/maio-mes-do-sagrado-fem...

 


Venha Conferir e participar do Grupo SAGRADO FEMININO, aqui neste Portal. link: http://portalarcoiris.ning.com/group/sagradofeminino

Exibições: 3218

Anexos

Responder esta

Respostas a este tópico

Linda Mensagem !! Salve Maria !

Maravilhoso, Eu sou infinitamente grato!

Maravilhosa mensagem. Gratidão

Abençoar é um atributo eterno de Deus Pai/Mãe, portanto, sintam-se todas mães e mulheres eternamente abençoadas na Divina Luz Primordial Deus Pai/Mãe. Amo vocês. Amo o sagrado feminino e o sagrado masculino.

Namastê

Feliz dia das mães!! que o Senhora abencõe a todas!!!

Obrigada por esta maravilhosa página. Gostaria de avisar que fiz o depósito ontem dia 11 de maio.CTR 5019 406 018 35794.Obrigada por tudo. Beijos.

Linda Obrigada

Responder à discussão

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço