O meu lar é meu castelo: O Sol entra em Câncer (por Graziella Marraccini)

Novo dia no castelo da Cinderela, thomas kinkade, pintura, disneyland Vetor

O meu lar é meu castelo: O Sol entra em Câncer
:: Graziella Marraccini ::
(fonte : internet / Somos Todos Um)

No dia 21 de Junho às 13h37, o Sol chega na sua máxima declinação no Hemisfério Norte, alcançando o paralelo 34º32, chamado de Trópico de Câncer. Na realidade, por causa da inclinação da Terra, é a face norte de nosso planeta que recebe com maior intensidade os raios solares e, nós, aqui no Hemisfério Sul, iniciamos o período mais frio, o período do Inverno. Sabemos que se observamos o Sol do ponto de vista de nossa situação aqui na Terra, parece-nos que seja o Sol que circunda nosso planeta e é por causa dessa situação que enxergamos, por trás do Sol, as doze constelações planetárias que compõem o zodíaco.

cancer thumb Signo de Cancer y la salud

A mudança de signo do Sol, conforme nos ensina a astrologia cabalística, modifica o campo energético da Terra que passa do elemento Ar de Gêmeos ao elemento Água do signo de Câncer. Tamuz, como é chamado na Cabala, é o único signo regido pela Lua, assim como Av é o único signo regido pelo Sol, os Luminares. O símbolo desse signo é o caranguejo que representa bem a natureza dos natos desse signo.

Instáveis, emotivos, mutáveis, tímidos, inseguros, que mais podemos dizer? Vocês já viram como anda o caranguejo? Ele caminha de lado! A Lua é o símbolo da imprevisibilidade: a cada dia ela se mostra diferente, e ainda esconde uma parte de si na escuridão. Assim são os cancerianos. Sempre em busca de segurança, eles procuram uma concha, um buraco, onde se esconder e se abrigar para se proteger.

Mas será o lar o lugar mais seguro do mundo? Nem sempre. Basta pensar na dificuldade que representam os relacionamentos familiares para perceber que, na realidade, é exatamente esse o lugar onde encontramos os maiores desafios. O lar pode ser nosso paraíso e nosso inferno! Se ao nascer temos pais acolhedores, que nos oferecem conforto e aconchego, que nos abrigam para nos proteger das ameaças
do mundo exterior, então viveremos esse período da infância com prazer e desenvolveremos um lado emocional mais confiante e seguro. Mas se ao chegar nesse mundo, o bebê encontra um lar sem harmonia, onde não recebe a proteção que necessita, então, desenvolverá neuroses causadoras de um emocional instável, inseguro e muitas vezes agressivo.

No nosso Mapa Natal, não será somente o signo onde se encontra a Casa IV a nos indicar que lar nos recebeu, mas também o planeta que ali se encontra e que indicará qual a dinâmica dos relacionamentos familiares. Além disso, precisamos procurar o signo e a Casa onde a Lua se encontra para compreender quais mecanismos de defesa desenvolvemos para enfrentar o mundo e como fazemos para não nos machucar diante das agressões do mundo exterior. Onde nos refugiamos para nos sentir seguros?

Precisamos também compreender quais armas usaremos para nos defender, e isso dependerá também dos aspectos lunares, ou seja dos planetas que ajudarão ou criarão obstáculos para a Lua. O signo de Câncer é considerado negativo, portanto, feminino, receptivo. Podemos fazer uma analogia com o ventre materno, o útero, onde o bebê passa os 9 meses de sua gestação, no meio líquido e quente que o nutre. Essa natureza é própria do canceriano. Se ele pudesse, nunca sairia da barriga de sua mãe!

Para que enfrentar esse mundo frio e ameaçador? Na busca constante da "segurança do casulo", o canceriano se volta ao passado, cerca-se de lembranças familiares, objetos ou fotos aos quais ele atribui um valor sentimental. O futuro é ameaçador para um canceriano!

Como podemos aproveitar ao máximo as energias desse mês? Primeiramente, devemos examinar como estão os nossos relacionamentos familiares, especialmente aqueles que nos conectam com o lar onde nascemos e crescemos. Precisamos observar como reagimos ao mundo exterior, com quais ferramentas reagimos quando somos ameaçados. Lembrem-se que não reagimos com nossas energia solar. O Sol indica nossa natureza espiritual, nosso potencial, mas a Lua indica nossa natureza anímica, reativa, emocional. Portanto, é muito importante conhecer "que Lua" temos em nosso mapa natal!

Caros leitores, no interativo do Mapa Natal do STUM vocês podem conhecer a natureza da sua energia lunar, porém somente uma análise personalizada de seu Mapa Natal poderá ajudá-lo a compreender como integrá-la na sua personalidade para viver em harmonia. Se não conseguirmos essa integração, não viveremos plenamente todo o nosso potencial. Então, invista nesse conhecimento milenar.

Uma semana cheia de Luz e Paz!

Exibições: 491

Responder esta

Respostas a este tópico

Eu nasci às 4:15 h, de madrugada. Devo ser lunar...Obrigada pelas informações.

mas que cãozinho mais lindo com esta rosa.Obrigada.

Juli Guerreiro disse:

que imagens maravilhosas...obrigada.

HORAS DE DORMIR...

Gratidão Alessandra!

Grata!

Responder à discussão

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço