10 razões para incluir a aveia em sua alimentação

A aveia é um cereal rico em diversos nutrientes: fibras, ferro, cálcio, magnésio, zinco, cobre, manganês, vitaminas (principalmente vitamina E) e proteínas

Durante muito tempo, nossos avós faziam mingau de aveia e ofereciam às crianças, e você sabe o porquê? A aveia é barata e cresce em qualquer lugar. É um alimento delicioso e, além disso, nos traz inúmeros benefícios nutritivos, além de nos saciar.

A aveia é rica em fibras solúveis que se ligam à água e se transformam em um gel, capaz de eliminar as gorduras das artérias e impedir que elas sejam absorvidas pelo intestino, reduzindo assim as taxas de LDL (colesterol ruim) e, de quebra, prevenindo o câncer de intestino.

E saiba que esses não são os únicos benefícios para quem consome a aveia regularmente. A aveia é um cereal rico em diversos nutrientes: fibras, ferro, cálcio, magnésio, zinco, cobre, manganês, vitaminas (principalmente vitamina E) e proteínas. Descubra a seguir 10 dos principais benefícios desse grão poderoso.

1. A aveia tem baixa caloria

Um copo de aveia contém apenas 130 calorias! Quando consumida, ela permanece no estômago por mais tempo, fazendo você se sentir mais saciado. Comendo aveia você terá menos fome e menos desejo por outros alimentos.

2. Rica em fibras e proteínas

Fornece altos níveis de fibras e proteínas e baixos níveis de gordura. Além disso, a aveia contém mais proteína do que qualquer outro grão.

A aveia é um cereal rico em diversos nutrientes: fibras, ferro, cálcio, magnésio, zinco, cobre, manganês, vitaminas (principalmente vitamina E) e proteínas

3. Estabiliza o açúcar no sangue e reduz o risco de diabetes do “tipo 2”

Alimentos ricos em fibras e carboidratos complexos retardam a conversão de toda essa comida em açúcares simples. A aveia contém altos níveis de magnésio, o que reduz o uso de insulina pelo corpo e diminui a descarga de glicose dos alimentos.

4. Remove o colesterol ruim (sem afetar o bom colesterol)

Muitos estudos têm demonstrado que a fibra original da aveia, chamada de “beta-glucana”, tem efeitos benéficos que regulam os níveis de colesterol.

5. A aveia não contém glúten

Ao contrário do que se pensava, a aveia é indicada para aquelas pessoas que tem intolerância a glúten. Se você está intolerante ao glúten ou tem doença celíaca, não há motivos para não comer aveia.

A aveia contém muitas das prolaminas (proteínas) encontradas no trigo (glúten), porém a aveia contêm avenina. A Avenina é uma prolamina que é considerada tóxica somente para a mucosa intestinal de indivíduos sensíveis à aveia, mas não afetam aos intolerantes ao glúten.

6. A aveia protege contra doenças cardíacas e câncer

A aveia, como muitos grãos inteiros, contém lignanas vegetais, que são convertidos pela flora intestinal em lignanas mamíferas. Uma lignana, chamado enterolactone, protege contra câncer de mama e outros cânceres hormônio-dependentes, bem como as doenças cardíacas.

7. Contém antioxidantes únicos benéficos para doenças cardíacas

Os antioxidantes únicos da aveia ajudam a prevenir os radicais livres que danificam o colesterol LDL, reduzindo assim o risco de doença cardiovascular.

8. Protege contra insuficiência cardíaca

Recentemente foi descoberto que os homens que comiam uma tigela diária pela manhã de grãos integrais (não refinados) tiveram um risco 29% menor de insuficiência cardíaca. Adivinhe qual grão (não refinado) é o mais facilmente encontrado: Sim, a aveia!

9. Melhora a resposta imune à doença

A fibra única da aveia, chamada “beta-glúten” ajudam os neutrófilos a chegarem no local de uma infecção mais rapidamente e também aumentando a sua capacidade de eliminar as bactérias que se encontram ali.

10. A aveia tem um gosto bom

A aveia em flocos ou grumos passam por um processo de calor, que lhes dá o seu rico sabor de noz.

Elas também foram descascadas, porém este processo não deteriora o farelo e o germe que retém uma fonte concentrada de fibra e nutrientes.

Diferentes tipos de aveia

Todos os benefícios acima mencionados são, na verdade, para qualquer tipo de aveia. A maioria das pessoas não conseguiria identificar aveia se estivessem sentados em frente a elas, então saiba que há muitos níveis diferentes de processamento da farinha de aveia.

Geralmente, quanto maior o “flake” – como em aveia em flocos – menos ela é processada e com isso ela reterá mais nutrientes e fará sua digestão ficar mais lenta. Porém, fique tranquilo, mesmo as mais processadas, também tem seu valor e contém todas suas riquezas!

fonte:dietaenutricao.com.br

Exibições: 701

Respostas a este tópico

Sempre dei aveia ao meu filho desde os 15 dias de vida. Ele tinha prisão de ventre com leite em pó e neonatalista recomendou a farinha e cozinhava numa panelinha de ágata com leite comum, com água e açúcar.Obrigada.

Sempre como banana amassada com aveia e mel...é uma delicia!

Minha sobremesa favorita!

Muitíssimo grato pela informação.

Gratidão!

Ótimo!

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço