....A visão interior evoca a contemplação e o silêncio, o fechar os olhos para poder enxergar outra Realidade.

 

 

O ser humano retém na memória cerca de 11% do que ouve, 3% do que cheira, 2% do que toca e 1 1% do que degusta, mas pode memorizar cerca de 83% do que vê.

 

Para a mística judaica e cristão, se o humano possui um par de olhos é para chegar à visão de Deus.

 

Os olhos são um instrumento da unificação de Deus e da pessoa humana, do Princípio e da manifestação. 

 

A Visão interior, o terceiro olho, unifica o olhar dualístico voltado para o exterior e permite à pessoa olhar e ver com o coração.

 

Como na palavras da mística Teresa d'Ávila: ''Teu desejo seja de ver Deus; teu temor, de vir a aprê-lo; tua dor, de não o gozares, e teu gozo o que te pode levar a Ele, e viverás com grande paz.''

 

Com toda riqueza de expressões, o alimento energético enrtra pelos olhos e é mais essencial e sutil do que a comida sólida e líquida que entra pela boca ou ar, gasoso, pelas narinas.

 

Na Árvore das vidas, no lugar dos olhos, chega-se plenamente ao nível energético ( fogo e luz ), deixando para trás a progressão de sólido ao líquido ( boca ) e deste ao gasoso ( boca e narinas ).

 

No estágio do vir-a ser, de DEVENIR, os olhos são simbolos ígnes de atenção e intenção.

 

Eles correspondem ao coração- centro, evocado no estágio do Ser.

 

Simone Weil diz ( filósofa e escritora francesa, de origem judaica, evoluiu para um misticismo cristão, com tintas de hinduísmo e gnosticismo.) dizia:

 

'' Uma das verdades fundamentais do cristianismo, verdade por demais desconhecida, é esta: o que salva é o olhar''.

 

Mas em muitas circunstâncias, o melhor a fazer é fechar os dois olhos e buscar, nos sonhos, na voz oracular do ser , a visão que salva.

 

Feitas de água e sal, as lágrimas emanam da fonte dos olhos e estão associadas à imagem do pão, um alimento interior e místico, sem o qual não podemos crescer.

 

Os olhos são a grande porta de entrada para a matriz cerebral, nossa instância mais próxima da Emanação.

 

 

Em hebraico a palavra olho, ayin , é um homônio de fonte, manancial, como na expressão

 

 '' O anjo do Senhor  a encontrou perto de um olho d'água no deserto...'' (Gn 16,7).

 

Expressão que detona o órgão da percepção visual, mas também a Providência, como na expressão:

 

'' Os olhos do Senhor teu Deus estão sempre sobre ti''. (Dt 11, 12 )

 

Ao contrário da grande maioria dos animais, nossa visão é frontal, tridimensional e pode ser definida por um ''campo de visão''.

 

Esse campo é visual ( no sentido do seu alcance ) e mental ( na geração e decotificação das imagens tridimensionais).

 

Para a anatomia, o olho é um órgão par, situado um em cada órbita.

 

Ele é um globo constituído de três camadas ( esclerótica, coróide e retina ) e de meios de refração ( humores aquoso e vítreo, e cristalino ).

 

Em latim oc-ulus, designa o olho ou todo objeto com a forma de olho.

 

Na realidade, oculus não é verdadeiro nome do olho. Seu verdadeiro nome 0c-s, só encontra-see em palavras derivadas e sob a forma de sufixo: atr-oz , com o aspecto sombrio; fer-oz, com o aspecto agressivo; vel-oz, que desaparece ao olho; ou ainda, como no inglês eye, -oge, windown ( janela = olho do vento ------ buraco para introduzir o ar e a luz ).

 

Essas deformações da palavra olho não são fruto do acaso, mas estão ligadas à crença indo-européia, e praticamente universal, do mau-olhado ( malocchio, evil eye, bose blick, mal de ojo, olho gordo, olho de seca pimenteira, olho de matar pinto...).

 

A palavra olho não devia pronunciar-se mas , ao contrário, esconjurar-se, o que se obtinha deformando-a.

 

 

 

....A visão interior evoca a contemplação e o silêncio, o fechar os olhos para poder enxergar outra Realidade.

 

Como diz S. João da Cruz, '' A LUZ SOBRENATURAL DOS OLHOS DA ALMA, SEM A QUAL PERMANECEMOS EM TREVAS, É DEUS''.

 

Nossa visão interior de Deus é um provar da vida que vibra em nós e cujo destino vai além da maturidade do corpo.

 

Resgata um dimensão de iluminação infinita, cuja fonte luminosa brilha nas arcadas de nosso crânio...

 

Fonte Evaristo E. de Miranda - Corpo - Território do Sagrado

 

 

 

 

Exibições: 383

Respostas a este tópico

Gostei da explicação.
Olhos profundos amor oculto
Olhos longincos amor escondido
olhos parados, iiii, cuidado amor estagnado.

kkkkk... É os olhos grande espelho mostram tudo mesmo!!!!

um gd abç em vosso coração

Maria Elisete

monica vescovini faustino disse:
Gostei da explicação.
Olhos profundos amor oculto
Olhos longincos amor escondido
olhos parados, iiii, cuidado amor estagnado.

Vejam no vídeo abaixo mais uma razão, entre outras, para não pararmos de falar, de dançar, de recitar poemas...
Reflete exatamente uma lição, entre tantas, que aprendi com as Tendeiras na Tenda da Lua: "Expressar é curar!"

Maria Elisete
Olhos nos olhos: encontro de almas gêmeas. Como explicar a magia da corrente que acontece naquele breve eternidade? Faísca de desejo, amor sem fim, outra realidade. Troca de energia. A comunicação muda, mas tão cheia de significados...

A intuição pede... Quer curtir os momentos. Deixar de renunciar! Aconchego. Abrir o coração... Os olhos choram de felicidade. Uma luz maravilhosa invade todo o ser. Sintonia. Transmissão de pensamentos. Sincronicidade...

A transparência do olhar revela as emoções tão escondidas. Projetos de vida, realizações, concretização de objetivos. É o máximo que se almeja? Onde está a criatividade, a alegria, os sonhos? O sussurro do vento. Dimensões paralelas...

Cada dia tem o seu segredo... Os olhos não mentem. São as janelas da alma. A paixão recolhida, o amor incondicional, o medo da atração, a vontade de viver! Os olhos gritam para a liberdade, o desejo de ser feliz, a canção do amanhecer...

Indicam a luz no fim do túnel, a beleza do pôr-do-sol, refletem a magia de um primeiro olhar. Um coração que explode de prazer. E a vida acontece naquele exato instante! Pequenos gestos tão marcantes. Inesquecíveis...

Um grande Amor, que vire a vida do avesso! Provoque mudanças positivas. Faça vir à tona reais intenções. Carícias na pele. Curtir as sensações indescritíveis. Encantamento. Momento de escolhas...

SIM QUERIDAS, QUERIDOS...GRATO PELO LINDO E ELUCIDATIVO TEXTO. AQUI SEGUE UMA

POESIA NOSSA...:

Editar

TEUS OLHOS...

 

 

 

Teus olhos são estrelas, arco-íris, brilho do sol,

Lua cheia, vagalumes, flores, lagos azuis, praias,

Chegadas e partidas, beijos de luz, arrebol,

Entardecer, por-do-sol, amanhecer, luzes do espaço,

Carinho do materno regaço, segurança, sorriso de

Criança, conto-de-fadas, cinderelas, paraísos...

 

Teus olhos me dizem do mistério da vida,

Me fazem pensar: quem és tu, que te mascaras

Por trás dessa personalidade e desses olhos tão lindos?

De onde viestes...? quem sou eu para saber quem é você?

De onde viemos, o que estivemos fazendo nos redemoinhos do tempo,

Em espaços mágicos, em lugares tão nossos,

Sob um céu de estrelas, de luz de faróis,

De mil e uma fantasias,

Nas nossas ilhas dentro da vida,

Nas nossas estradas sofridas,

Nos nossos sorrisos de esperanças,

Com nossas crianças

Na nossa casa de chocolate

E de azul glacê?

 

Teus olhos são lindamente misteriosos...

Enfatizam uma fantasia oculta,

Por trás de véus de incontida alegria,

Por te reencontrar aqui,

Neste agora de eternidade.

Tu és a minha interior beldade,

Tu estais agora bem aqui,

Aconchegada no íntimo ardente de meu coração

Que sempre te sente... Te tens presente,

No presentear divino que Deus nos concedeu,

Pois nossos nascimentos e mortes nos ascendeu,

Para novos círculos evolutivos da infinita espiral,

Para o viajar paradisíaco sideral,

Que começam nos olhos da mente,

Nos nossos corações que prometem,

Sentir o universo, a vida, a cárita ação,

Na sublime união

Com o todo, no tudo,

Contudo,

Na unicidade e sincronicidade da vida,

Sempre nos encontraremos,

Porque escrito está que

O amor verdadeiro

É como um eterno candeeiro

Que jamais se apaga,

Na infinita saga,

De quem se vê como Luz,

E quem se vê como Amor,

De quem se vê como Deus.

 

 

Ivanildo Falcão da Gama

 

 

Linda explicação para os nossos olhos. obrigada.

Linda POESIA. OBRIGADA.

IVANILDO FALCÃO DA GAMA disse:

SIM QUERIDAS, QUERIDOS...GRATO PELO LINDO E ELUCIDATIVO TEXTO. AQUI SEGUE UMA

POESIA NOSSA...:

Editar

TEUS OLHOS...

 

 

 

Teus olhos são estrelas, arco-íris, brilho do sol,

Lua cheia, vagalumes, flores, lagos azuis, praias,

Chegadas e partidas, beijos de luz, arrebol,

Entardecer, por-do-sol, amanhecer, luzes do espaço,

Carinho do materno regaço, segurança, sorriso de

Criança, conto-de-fadas, cinderelas, paraísos...

 

Teus olhos me dizem do mistério da vida,

Me fazem pensar: quem és tu, que te mascaras

Por trás dessa personalidade e desses olhos tão lindos?

De onde viestes...? quem sou eu para saber quem é você?

De onde viemos, o que estivemos fazendo nos redemoinhos do tempo,

Em espaços mágicos, em lugares tão nossos,

Sob um céu de estrelas, de luz de faróis,

De mil e uma fantasias,

Nas nossas ilhas dentro da vida,

Nas nossas estradas sofridas,

Nos nossos sorrisos de esperanças,

Com nossas crianças

Na nossa casa de chocolate

E de azul glacê?

 

Teus olhos são lindamente misteriosos...

Enfatizam uma fantasia oculta,

Por trás de véus de incontida alegria,

Por te reencontrar aqui,

Neste agora de eternidade.

Tu és a minha interior beldade,

Tu estais agora bem aqui,

Aconchegada no íntimo ardente de meu coração

Que sempre te sente... Te tens presente,

No presentear divino que Deus nos concedeu,

Pois nossos nascimentos e mortes nos ascendeu,

Para novos círculos evolutivos da infinita espiral,

Para o viajar paradisíaco sideral,

Que começam nos olhos da mente,

Nos nossos corações que prometem,

Sentir o universo, a vida, a cárita ação,

Na sublime união

Com o todo, no tudo,

Contudo,

Na unicidade e sincronicidade da vida,

Sempre nos encontraremos,

Porque escrito está que

O amor verdadeiro

É como um eterno candeeiro

Que jamais se apaga,

Na infinita saga,

De quem se vê como Luz,

E quem se vê como Amor,

De quem se vê como Deus.

 

 

Ivanildo Falcão da Gama

 

 

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço