Três simples palavras, aparentemente tão distintas, mas em verdade, tão bem relacionadas. Quando estudamos a fundo a nossa própria consciência, aos poucos descobrimos as barreiras que a impedem de manifestar-se totalmente, através da mente e do corpo físico.

Consciência, tempo e espaço são elementos unificados, mas podemos dizer que há uma sutil interação entre eles. A noção de passagem do tempo, na dimensão tridimensional, não existe em níveis superiores de consciência. O tempo é sinônimo de resgate consciencial, ele não é orientado pelos ponteiros dos relógios, e irá deixar de existir em nosso planeta, à medida que a consciência resgatar os seus verdadeiros valores espirituais. O homem hoje está "correndo" atrás do tempo, ou seja, o tempo é o referencial que lhe guia e lhe impulsiona para prosseguir rumo aos seus objetivos. Se o tempo não passasse, o homem também não evoluiria, dentro das leis naturais do nosso sistema. O "tempo", em verdade, não existe. Existe sim, uma consciência a ser resgatada. O TEMPO UNIVERSAL, sempre foi caracterizado pelo progresso e evolução da consciência rumo à
uma meta, um objetivo maior de união com o TODO.



As diferentes dimensões espaço-temporais, estão relacionadas à capacidade de onipresença do espírito. E a onipresença, por sua vez, está relacionada ao dom da ONISCIÊNCIA, a consciência de um todo, não porém, do TODO, pois esta consciência, somente ao Pai Criador é concedida. As dimensões mais sutis caracterizam-se pela maior fluidez dos movimentos dos corpos, bem como a velocidade do pensamento. Uma dimensão é mais sutil, tanto quanto mais houver a capacidade de um ser locomover-se mais rapidamente através do seu pensamento. A noção que temos sobre o espaço, atualmente, é absolutamente ilusória. Hoje conhecemos medidas métricas, percorremos quilômetros nas estradas e fazemos demoradas "viagens" a lugares distantes. Tudo isto faz parte do sistema tridimensional, que não possibilita aos seres deste plano, acelerarem vibratoriamente os seus corpos ao ponto de se teletransportarem para outros lugares, ao menos, com tanta facilidade. A dimensão densa em que vive o homem praticamente impede e inviabiliza a presença das altas freqüências, pois estas constituem-se de uma energia contrária às energias sintonizadas ao plano físico. A noção de espaço existe, mas não deve ser tida como real, em se tratando de dimensões superiores. Uma vez que conseguimos sintonizar os planos mais elevados, percebemos que o nosso próprio ser espiritual, e a nossa consciência, naturalmente englobam todos os espaços que conhecemos na dimensão física. Nós não somos isolados, os homens não são somente individualidades, eles fazem parte de um grande oceano. Neste oceano não existem distâncias, a "gota d' água" (espírito) mais longínqua de uma outra gota, pode unir-se à ela caso desejar, bastando que ela queira isso. Neste plano não existem limitações para o querer, querer é poder e realizar imediatamente. Querer é muito mais que um simples desejo, é a própria Vontade Divina agindo através de nós.

As diversas dimensões apresentam diferentes freqüências espaço-temporais, pois para cada dimensão existe um critério que se define de uma forma, que tentaremos mostrar aqui através do seguinte conceito:

"Uma dimensão é mais sutil, tanto quanto mais veloz for o tempo de progresso de um pensamento, para a trajetória de um certo espaço."

Ou seja, um espaço é percorrido tão somente pelo grau de limitação, pois o espaço não existe e ele representa, em outras palavras, o caminho que o ser espiritual precisa percorrer para atingir a sua meta. O espaço é a jornada evolutiva dos seres, é o caminho pelo qual o ser espiritual irá trilhar, para atingir os níveis mais elevados da consciência cósmica. Ninguém precisa andar ou caminhar fisicamente, uma vez que o seu pensamento é tão poderoso, que pode estar onde quiser, pois o pensamento é também o próprio espaço, ele possui o espaço dentro de si, e o espaço faz parte do pensamento. O único espaço percorrido que existe, que poderia ser chamado de trilha da ascensão, é o que nos separa das nossas condições originais como seres perfeitos e conectados às nossas próprias essências espirituais. Para caminharmos espiritualmente rumo à nossa evolução, gastamos sempre um certo tempo. Quando alcançamos a evolução desejada, o tempo já não existe mais. É exatamente neste instante, que você comprovará: "eu quero saber, e eu sei; eu quero Ser, e Eu Sou!" Quando tal se der em sua vida, você verá que o tempo que você caminhou, à medida que a sua meta se transformava em realidade, desaparecia gradativamente. Você perceberá, que no momento que você quer saber, você sabe; que no momento em que você quer estar em algum lugar, você está; que no momento que você deseja SER, você É. Há algum intervalo de tempo entre querer saber, e saber? Há algum intervalo de tempo entre querer estar, e estar? Há algum intervalo de tempo que querer SER, e SER? Como você constatará, o tempo não mais existirá para estes aspectos, e para nenhum outro. Esta regra é válida para todas as coisas. Quando você conseguir eliminar o intervalo de tempo que separa o QUERER do CONSEGUIR, você terá conquistado uma grande liberdade dimensional. Novos aspectos criativos seus surgirão, novos dons de sua essência se revelarão, e de forma mais evidente você se mostrará aos outros, tal como REALMENTE É!

A nossa consciência está relacionada ao tempo e espaço, exatamente pelos motivos aqui apresentados.

O homem é sempre o mesmo, ele apenas se esqueceu de quem realmente é.

Ninguém pode SER, se não sabe que É. Enquanto ele não sabe que É, ele BUSCA SER. Mas na verdade ele SEMPRE FOI. E quando descobre isso, descobre também o verdadeiro paraíso, e a vida eterna...


Trecho do Livro na Trilha da Ascensão de Leandro Pires

Exibições: 414

Respostas a este tópico

Ótimo texto que nos permite adentrar nesta trilha de ascenção com a percepção adequada das formulações conscenciais de um novo devir ao qual teremos que nos adequar e conhecer.Agradecida,muita LUZ.

Obrigada por me mandarem matérias tão importantes.Adorei.Namastê.

Obrigada.

Sou Grata!

RSS

© 2018   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço