DEIXE SEU SOL INTERIOR ARDER

Mensagem de Mona (do Egito) através de Adriano

27 de junho de 2017

Há grande diferença entre a realidade de hoje e a realidade do antigo Egito. Hoje as pessoas estão mais preocupadas em sobreviver envoltos por um mundo caótico e repleto de formas abusivas de controle da mente, que leva a todos a somente se preocupar com sua situação de sobrevivência econômica, financeira e profissional. Nos dias atuais as pessoas precisam desesperadamente ter recursos financeiros para poder sobreviver. Sem o dinheiro, que para a esmagadora maioria vem através do trabalho remunerado, o qual está cada vez mais escasso ao redor do planeta, ninguém consegue viver dignamente. Famílias se desestruturam, lares são desfeitos, chefes de família veem suas vidas jogadas na sarjeta, e há total carência de esperança. Estes são os dias atuais.

 

No antigo Egito, todos também precisavam de recursos financeiros para sobreviver, mas a principal diferença é que não havia tanta pressão psicológica e mental sobre as pessoas, como vemos hoje. Os cidadãos eram em sua maioria dependentes do trabalho voltado as atividades necessárias a manutenção da estrutura governamental movida pelo Faraó. As atividades dos sacerdotes e em seus templos tambem requeriam muita mão-de-obra. Claro, existia muito comercio e atividades artesanais, que geravam muito emprego. Os diferentes graus de remuneração eram quase iguais aos de hoje. A nobreza e os funcionários de alta patente tinha um padrão de vida elevado. Os médios, ou os funcionários de médio escalão tinham um padrão considerado bom de vida. E a maioria tinha o mínimo necessário para a subsistência. Entretanto, havia uma ênfase muito grande no lado espiritual, onde os sacerdotes criavam rotinas e obrigações de orações diárias coletivas, onde a maioria encontrava um obrigatório tempo de paz, necessário a recomposição e equilíbrio espiritual.

 

Praticamente, a vida no antigo Egito e nos dias atuais se diferiam pelo tempo dedicado a busca do equilíbrio, que antes, mesmo um pouco forçado, trazia alivio, e hoje onde ninguém tem tempo nem para fazer uma respiração mais profunda.

 

Claro que há diferenças tecnológicas imensas, mas também há muito conhecimento das práticas espirituais que eram de conhecimento de todos e praticada pela maioria no antigo Egito, conhecimento esse que hoje está disponível apenas a poucos iniciados e por aqueles que trabalham por sua ascensão, lendo mensagens espirituais, por exemplo.

 

A grande diferença é que no antigo Egito se utilizava esse conhecimento espiritual para as práticas do dia-a-dia e muitas práticas coletivas, de forma a atrair as necessárias condições que a vida na época requeria. Hoje, as pessoas não tem conhecimento, e mesmo as que os têm, não dispõe de tempo para colocar em prática esses conhecimentos.

 

Há dois lados na vida, um lado carnal, de viver encarnado em um corpo físico em um mundo rude e exigente. E há o lado espiritual, onde há uma riqueza abundante e infinita para todos.

 

O equilíbrio vem justamente do alinhamento do lado físico com o lado espiritual.

 

Isto é o que os mestres ascensionados, os anjos, os arcanjos, vem tentando mostrar a todos através das diversas canalizações feitas ao redor do planeta.

 

Vejo hoje muitos companheiros de outrora lutando duramente para sobreviver no corpo, neste ambiente hostil que existe hoje nas diversas sociedades do planeta. Vejo muita dor e tristeza, mas vejo que estes têm vaga lembrança de há uma solução, de que há uma forma de encontrar o equilíbrio necessário para completar suas missões sobre o planeta. Vejo também muita esperança nesses corações sofridos. Muitas vezes, lágrimas correm de meus olhos pela impossibilidade de poder lhes mostrar o caminho da saída do sofrimento, pois cada um tem e deve encontrar esse caminho por si só.

 

Oro constantemente ao Criador Universal para abençoar e iluminar vossos caminhos, pois sei da dificuldade e o sofrimento que vem dessa experiência abençoada no corpo físico.

 

O que me alimenta o coração, é ver que a Luz que habita o coração de cada um está se inflamando cada vez mais, e sei que em breve essa Luz irá remover a nevoa que encobre seus olhos, e então, mais uma vez poderemos nos ver e trocar nosso carinho e Amor ao voltarmos a ser UM, mesmo que Um do lado físico da Terra e Um do lado espiritual, mas juntos, outra vez.

 

Como nosso amado mensageiro divino Akenathon nos ensinou em uma de suas passagens sobre a Terra, que o ser humano tinha que aprender a irradiar sua própria Luz e Amor, seu próprio Sol, que arde dentro de seu coração.

 

Este é o caminho. E estamos no final da jornada.

 

Eu Sou Mona, do belo Egito, e sou grata pela oportunidade de mais uma vez deixar uma mensagem para todos.

 

Adriano Pereira
http://mestresascensionados.blogspot.com.br/2017/06/mona-deixe-seu-... 

Exibições: 338

Respostas a este tópico

Eternamente grato!

Obrigada querida Mona!

Obrigada.

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço