DEUS PAI-MÃE

Mensagem de Owen K. Waters

13 de Agosto de 2017

 

O conceito de Deus como um princípio Pai/Mãe e não apenas um Deus Pai, não é novo. Por exemplo: O movimento da Ciência Cristã, fundado em 1879, é um que mantém o Princípio de Deus Pai/Mãe como central aos seus ensinamentos.

 

Eles consideram as qualidades masculinas de Deus, tais como a força, a constância e a proteção como relacionadas ao aspecto Paterno de Deus, enquanto as qualidades femininas, tais como a gentileza, a compaixão e a educação como relacionadas com o aspecto Materno de Deus. Eles não veem Deus como duas “pessoas” - uma entidade masculina e uma entidade feminina - mas sim como uma presença integrada e omnipresente, que possui ambos os aspectos da consciência, em equilíbrio igual.

 

Se considerarmos a natureza da consciência original que está por trás de todas as coisas, nós podemos entender melhor o conceito de um Deus Pai/Mãe integrado. Deus não é uma pessoa. Deus é uma inteligência omnipresente e omnisciente, que criou e mantém o Universo. Atrás mesmo desta presença criativa, está o estado de consciência final, original e imutável: a do Ser Infinito.

 

O Ser Infinito é um estado de ser perfeito, que contém todo o potencial. Como tal, ele, basicamente, não “faz”, apenas é. É a perfeição e, portanto, imutável. No entanto, em algum momento, o Ser Infinito decidiu “tornar-se”, em vez de apenas “ser”. Decidiu manifestar o seu potencial e, então, atuar em todas as partes deste potencial.

 

Uma vez que o Ser Infinito tomou esta decisão de criar o Universo, ele alcançou a Criação através de sua única ferramenta disponível - a da consciência. O Ser Infinito dividiu a sua consciência em dois aspectos complementares. Em uma direção, ele se concentrou na intenção. Em outra direção, ele se concentrou no sentimento. Então, ele aplicou o movimento, de modo que as duas facetas de si mesmo - intenção e sentimento - pudessem interagir uma com a outra, como ondas entrelaçadas da consciência em movimento. Desta maneira, o Ser Infinito se estendeu de apenas ser, para um estado de ação e de criação.

 

A divisão das “águas” da consciência original em dois aspectos complementares criou o aspecto da intenção e o aspecto do sentimento. Estes dois princípios da consciência interagem juntos em perfeito e igual equilíbrio. Se eles não estivessem perfeitamente equilibrados, o Universo deixaria de existir!

 

As pessoas, tradicionalmente, encontram conforto em considerar Deus como uma presença Paterna. Os dois aspectos da consciência não são, literalmente, termos relacionados ao gênero. No entanto, você pode optar por considerar o aspecto da intenção como a parte do Criador e aquele à semelhança do Pai. Você também poderia optar por considerar o aspecto do sentimento como o Preservador de toda a Criação e como aquele que se assemelha à Mãe. No entanto, estes são apenas imagens para nos ajudar a identificar, a partir de uma perspectiva humana, a vastidão da consciência de Deus.

 

Deus mantém o Universo através de um perfeito equilíbrio dos aspectos complementares de sua consciência. À luz disto, se as pessoas escolherem pensar em Deus em termos de Paternidade, então, a palavra Deus hoje tem que significar “Deus Pai/Mãe” e não apenas “Deus, o Pai”. Lembre-se de que sem a outra metade do Pai, em Deus, o universo deixaria de existir!

 

Hoje, o conceito de Deus Pai/Mãe se tornou muito oportuno. À medida que avançamos através da Mudança para a consciência centrada no coração, o conceito do patriarcado está desaparecendo constantemente na História. Deus Pai como um personagem masculino é parte do pensamento da Velha Realidade. O conceito expandido de Deus Pai/Mãe está incorporado à nova consciência.

 

Estamos entrando em uma Nova Realidade, onde todas as pessoas são honradas igualmente, independentemente da raça, credo, cor, preferências pessoais e, especialmente, o gênero. A consciência centrada no coração significa o amor incondicional e a aceitação de todas as pessoas em sua infinita diversidade. Existimos nesta Terra como os olhos e os ouvidos do Ser Infinito, enquanto ele busca se experienciar através da variedade de todos os pontos de vista possíveis. Esta diversidade é parte integrante do nosso propósito na existência.

 

Seu propósito na vida inclui o desenvolvimento de seu próprio potencial, de modo que você possa se tornar o “você” mais extraordinário possível. A consciência centrada no coração emergente de hoje significa que as pessoas apoiarão, ao invés de competirem com os esforços de outras pessoas

 

À medida que a consciência da Nova Realidade se expande, o potencial humano florescerá de formas criativas nunca antes imaginado. Você pode considerar Deus como um equilíbrio da consciência de Deus Pai/Mãe, ou simplesmente ir além disto, considerando o Ser Infinito como o estado derradeiro da perfeição imutável. De qualquer maneira, lembre-se de que a consciência da presença de Deus está a um mero pensamento de distância.

 

É o seu conceito da presença interior de Deus que irá alimentar a chama de sua criatividade e ajudará a trazer o seu potencial único à manifestação plena e alegre.

Owen Waters

 

Fonte: http://www.spiritualdynamics.net

Tradução: Regina Drumond  – reginamadrumond@yahoo.com.br

Exibições: 258

Respostas a este tópico

Muito bom. Assim que vejo o nosso Criador. Gratidão!

Obrigada.

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço