QUANDO O MUNDO ERA PLANO
Mensagem de Owen K. Waters
16 de Junho de 2017

As crenças mudam ao longo do tempo. Na época em que o mundo era plano, a vida era bem mais simples.

Vamos encará-lo: Quem poderia ter imaginado que o mundo seria algo que não fosse plano? Se alguém viesse com a ideia de que o mundo era redondo, então, obviamente, aqueles na parte inferior do mundo ficariam de cabeça para baixo e eles cairiam!

Naquela época, a população era muito menor. Lavradores e pescadores não conseguiam ler ou escrever, mas eles podiam pechinchar no mercado de rua e os comerciantes sabiam o suficiente para serem capazes de fazer a mudança certa quando fosse apresentada uma grande moeda para uma pequena compra.

Hoje, as escolas do governo produzem crianças que podem não ser capazes de fazer a mudança, mas elas podem ler, escrever e serem treinadas a acreditar que as suas vidas estarão protegidas e governadas, desde o berço até a sepultura por burocratas gentis e amorosos.

Retornando aos dias simples em que a Terra era plana, os sacerdotes e regentes decidiam o que deveria ser ensinado ao povo. Como um mundo patriarcal, Deus, o Criador era apresentado como uma figura paterna, com aparência humana, mas onipotente. Foi-Lhe dado um temperamento ruim, semelhante ao humano, de modo que as pessoas tivessem medo de se desviar do controle dos sacerdotes.

Quando ocorreu uma reunião de bispos no ano de 325 D.C. para discutir sobre como deveria ser a filosofia unificada da nova Igreja Cristã em expansão, eles concordaram em incluir o conceito de Trindade do Criador, mas com modificações. Eles queriam Jesus firmemente estabelecido como o único filho de Deus. Afinal, eles tinham que fazê-lo. Eles estavam em concorrência com a mesma reivindicação vinda de uma sucessão de imperadores romanos.

Para inserir Jesus na Trindade Criativa, eles teriam que assumir a posição número três como seriam as posições um e dois, como em todas as filosofias religiosas, os aspectos masculino e feminino do Criador. Mas, espere, os patriarcas não queriam direitos iguais para uma mulher, ainda que ela fosse Deus Mãe, assim ela foi para o terceiro lugar. Isto criou o espaço para que Jesus ficasse ao lado do Pai.

Além disto, este aspecto da Mãe, de Deus – o espírito do amor que permeia o universo – foi confusamente renomeado como o Espírito Santo e, em seguida dificilmente mencionado.

Isto funcionou por muitos séculos enquanto a maioria das pessoas estava sem instrução, tipos de trabalhadores irrefletidos. Até agora. Deus, Pai está aberto a questionamentos.

Será que iremos mudar para um Criador que tem Deus Pai e Deus Mãe em partes iguais, ou iremos abandonar todo o paradigma dos pais e avançarmos para um Espírito Universal mais realista?

Afinal, o Criador tem que ser maior do que a sua Criação, e o Universo está começando a parecer terrivelmente grande.

Ou poderíamos ir bem além e nos perguntarmos: O Que o Criador Criou?

(A resposta estará chegando em breve...)

Owen Waters
 
Fonte: http://www.metmys.com/flat-world/
Tradução: Regina Drumond  – reginamadrumond@yahoo.com.br

Exibições: 189

Respostas a este tópico

Interessantes questões. obrigada.

Gratidão infinita!

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço