TENTANDO VERSUS PERMITINDO

O CAMINHO PARA SEGUIR COM O FLUXO

Por Vera Ingeborg

07 de agosto de 2017

 

Esses tempos ultimamente são realmente algo. É difícil até mesmo expressar em palavras o que acontece porque as coisas se movem e mudam tão aceleradamente.

 

O conceito de tempo linear se dissolve cada vez mais e nos movemos na vida momento a momento. Percebemos que as respostas não podem ser encontradas fora, mas apenas dentro e que devemos possuir nosso processo, em vez de nos tornar dependentes de outras pessoas. E torna-se claro que não estamos transcendendo o corpo físico ao ascender. NÃO, estamos mudando padrões antigos e estamos transformando nosso corpo físico para incorporar completamente o que quer ser expresso e criado através de nós.

 

Estamos agora encontrando nosso caminho para o verdadeiro alinhamento da alma, da mente e do corpo para viver de acordo com o ritmo das energias universais. Quando estamos em alinhamento total e incorporados, então estamos seguindo completamente com o Fluxo.

 

O que isso significa? A melhor maneira de entender a mudança que estamos passando, não importa em que nível ou em que situação, é entender a diferença entre tentar e permitir.

 

Em nosso antigo paradigma, com base na falta, na desconfiança e no medo, nos ensinaram que precisamos nos esforçar mais, precisamos lutar por coisas, precisamos colocar esforços para atingir metas, precisamos controlar e manipular pessoas, situações e processos para alcançar um determinado resultado. Nós somos condicionais.

 

 

ESTAMOS TENTANDO

 

O novo paradigma, por outro lado, é baseado na abundância, confiança e amor. Aqui, as coisas acontecem para nós, magicamente e sem esforço, e sempre recebemos o que precisamos e desejamos dos nossos corações. Ali temos esse profundo conhecimento interno, que tudo acontece para um propósito e para o bem maior de todos os envolvidos. Estamos abertos e recebemos, agimos quando nos sentimos bem sem esperar um resultado específico. Nós somos incondicionais. ESTAMOS PERMITINDO.

 

Soa maravilhoso? Sim! Mas como chegar lá?

 

 

A ANTIGA NOVA ERA E O NOVO

 

Vamos mergulhar um pouco mais nisso, olhando os ensinamentos da "antiga New Age – antiga Nova Era" e o novo conhecimento intuitivo através da incorporação e alinhamento. Muitas vezes, nem estamos conscientes do fato de que, ainda assim, estamos na jornada espiritual, ainda buscando inquietamente por respostas e tornando-nos dependentes da sabedoria de outras pessoas, gurus e professores.

 

Nós nos inscrevemos para um seminário na internet, retiro, aula após a outra para obter mais informações e aprender mais métodos. Nós reservamos leituras para aprender mais sobre uma certa situação, vamos para sessões de regressão da vida passada para entender melhor a nossa dor e medos.

 

Estamos nos esforçando para isso porque a nossa mente quer entender o que está acontecendo conosco. Estamos focados e fechados. E mais do que isso: queremos achar a pessoa ou situação culpada, a causa raiz da nossa experiência.

 

Estamos nos esforçando mais, estamos lendo mais sobre coisas e podemos até nos tornarmos obcecados ou viciados a certos métodos, rituais e ensinamentos. Às vezes nos sentimos superiores, pensando que sabemos tudo e precisamos convencer os outros, às vezes nos sentimos inferiores, como se nunca soubéssemos o suficiente.

 

E ... isso continuará enquanto deixarmos nossa mente do ego (apesar de agora se transformar em um ego espiritual) ficar na liderança. O ego desconfia desse processo, quer respostas. Está tentando encontrar a solução, o método da cura. Ele acha que há algo que precisamos alcançar, para finalmente encontrar a paz. E com isso, ainda causa esse sentimento de falta, de não ser inteiro. E com isso e todas as buscas e distrações, nos afasta de onde realmente encontramos a totalidade: do nosso coração, da nossa intuição, do momento do AGORA.

 

"Todas as buscas e distrações nos afastam de onde realmente encontramos a totalidade de nosso coração, da nossa intuição, do momento de AGORA".

 

 

O ALINHAMENTO E A INCORPORAÇÃO SÃO A CHAVE

 

Sim, astrologia, numerologia, canalizações de arcanjos e extraterrestres, etc., podem nos dar uma certa tranquilidade por um tempo. Mas não é por isso que nos esforçamos. Estamos nos esforçando para um estado não mental: um estado saudável de não interpretação das coisas. Estamos nos esforçando para um estado de realização total. Onde sentimos a verdade a partir de dentro. Não há necessidade de confirmação por fora. Essa é a última transformação da mente do ego em um espírito livre.

 

Uma mente que está totalmente conectada à consciência de uma mente / unidade. Nossa verdade e essência vêm sempre de dentro. Enquanto precisamos de orientação externa, ainda estamos em um estado de apego, que é medo. É difícil reconhecer e admitir isso a si mesmo. Uma vez que trabalhamos através disso, alcançamos a verdadeira liberdade. Alcançamos a confiança máxima. Alcançamos a autenticidade máxima. Alcançamos o amor próprio. Chegamos à Fonte.

 

Quanto mais nos aproximamos do amor próprio, mais perto chegamos de Deus / Fonte. Porque Deus não é uma força externa. Não, Deus trabalha através de nós. Nós somos e expressão de Deus na forma física. O amor próprio final significa realmente envolve-nos como perfeitos em todos os aspectos. Espiritualmente, mentalmente, emocionalmente e fisicamente.

 

Uma vez que plenamente incorporamos o amor próprio em todos os níveis, somos livres. Criamos uma realidade completamente nova baseada na nova vibração em que estamos operando. A vibração do Amor Incondicional. O verdadeiro Amor Incondicional só é possível na ausência de medo e todos os apegos que acompanham: expectativas, a necessidade de controlar um determinado resultado, julgamento, culpa, dualidade.

 

"Estamos nos esforçando para um estado de não mental: um estado saudável de não interpretação das coisas. Um estado de realização total. Onde sentimos a verdade a partir de dentro ".

 

E tudo isso só pode ser alcançado permitindo. Para ir ao encontro do desapego completo. Precisamos abandonar e soltar tudo o que não é autêntico sobre nós, o que muitas vezes inclui nossas raízes, pessoas, nutrição/alimentação, trabalho, certo estilo de vida, saúde, etc. Quanto mais resistimos, mais difícil, e manifestamos e criamos situações que nos obrigam a romper com tudo isso.

 

Isso nos obriga a parar de tentar e começar a permitir.

 

Permitir é a melhor rendição ao Fluxo Universal. No momento em que percebemos que esse Fluxo quer trabalhar e ser expresso através de nós, tudo o que nos bloqueia a partir de lá é mostrado para nós. Nossas próprias dúvidas, medos e desconfianças são simplesmente refletidas de volta para nós.

 

Quanto mais entramos em alinhamento com esse Fluxo e o incorporamos, mais rápida nossa experiência e nossa realidade podem mudar. E isso significa enfrentar os medos, enfrentar a dor e entrar diretamente nela. Sentindo-a pela última vez, conscientemente, com gratidão e compaixão, para transmutá-la.

 

Permitir significa também permitir que a energia que estamos experimentando em um momento esteja lá - sem apego. A mente do ego sempre quer adicionar uma história ou interpretação para que ela faça sentido racionalmente. Quanto mais aprendemos a não ouvir as histórias e ver o que é verdadeiro, mais fáceis se tornarão as energias da mudança. É apenas energia que quer ser transformada. Sem contar histórias, não é necessário responder ao "Por quê". Uma vez que você mudou, você nem entende mais por que você estava tão atrapalhado. Não será mais importante para você. Você mudou o padrão, então o passado se torna irrelevante. O futuro também.

 

 

Tudo o que há, é o AGORA.

 

"Permitir e render-se não significa estar em estado de espera e ser passivo. Isso significa sentir o impulso energético que dita o que você faz. Trata-se de aprender a linguagem universal da energia ".

 

Permitir e render-se não significa estar em estado de espera e ser passivo. Essa seria apenas outra expressão de medo e receio. Outra forma de tentar. Tentar apenas ficar fora disso. Não permitindo meios para sentir o que o impulso energético lhe diz para fazer. Trata-se de aprender a linguagem universal da energia. E isso só pode ser sentido, não falado.

 

Aprendemos a sentir, quando é hora de estar ativo, e quando é hora de ser passivo. Quando é hora de dar, quando é hora de receber. Aprendemos a equilibrar completamente dentro as energias masculina e feminina.

 

Permitir também não significa ter que fazer sozinho. Significa simplesmente não dar o nosso poder aos outros. Pedir apoio é parte da Unicidade que estamos aprendendo agora. E, no entanto, esta é uma forma diferente, assim como encontramos equilíbrio entre independência e dependência: a maneira saudável de ser interdependente.

 

 

SENTIR O FLUXO PRECISA DE UM CORPO FÍSICO

 

Indo com o Fluxo e experimentando o que existe, só é possível ao ter uma existência física. Se estivéssemos apenas flutuando como uma quantidade ínfima de energia, não poderíamos tocar, ver, sentir, ouvir, provar, cheirar qualquer coisa.

 

É um equívoco muito amplo que transcenderemos com o nosso corpo ao ascender. Não, porque isso levaria as sensações e a experiência. Tudo o que fazemos durante o processo de despertar é a desintoxicação. Detox de todos os apegos para poder desfrutar apenas enquanto estiver lá, sem necessidade de falta. Nós não transcendemos nosso corpo ao ascender. Nós transcendemos a Dualidade.

 

Então, não importa qual seja a experiência ou problema ou situação que você está passando. Reflita sempre: estou escolhendo o medo ou amor... Estou receoso ou confiante. Estou vendo falta ou abundância. Eu sou condicional ou incondicional.

 

 

EU ESTOU TENTANDO OU EU ESTOU PERMITINDO.

 

 

Os textos que compartilho sempre são baseados em minha intuição ("downloads") e / ou em experiências de clientes/e minhas. Eu não reivindico o que compartilho ser a verdade suprema. Eu encorajo você a tomar apenas o que ressoa para encontrar sua própria verdade e sabedoria. Como esta é sabedoria universal, não reivindico direitos autorais. Sinta-se à vontade para compartilhar esse conteúdo contanto que você mantenha sua mensagem completa para que o significado não seja distorcido.

 

Obrigado. Com muita Luz e Amor,

 

 

Vera

Vera Ingeborg

Sobre o autor: Vera Ingeborg é uma escritora intuitiva, coach de energia e engenheiro , viajando pelo mundo para ancorar, conectar e trabalhar com as frequências mais altas em todo o planeta, e com pessoas que estão prontas para sair da matriz 3D. Você pode aprender mais sobre ela e seu trabalho e serviços aqui: www.thewakeupexperience.eu

https://higherdensity.wordpress.com/2017/08/07/vera-ingeborg-in5d-t...

 

Tradução: Vilma Capuano <vilmacapuano@yahoo.com.br>

Exibições: 244

Respostas a este tópico

Obrigada.

Gostei !

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço