VICIADOS NO MEDO

Brenda Hoffman

28 de julho de 2017

Meus queridos,

 

Muitos de vocês estão percebendo que a cobertura da mídia ou suas interações pessoais estão produzindo em você raiva e palavras diferentes das suas reações usuais. Tal é assim porque você está abordando vidas passadas ou eventos passados ​​que desencadeiam esta raiva dentro de você.

 

Vocês tem a opção de reviver e limpar esses eventos de sua história pessoal, ou ignorar seus sentimentos de raiva.

 

Claro, muitos de seus professores e gurus sugerem fortemente que vocês abordem qualquer peça que os tornem irritados, tristes ou com medo. Que vocês enfrentem o dragão, por assim dizer, em vez de negar que haja um dragão na sala.

 

Tal é verdade para alguns de vocês, mas não todos. Talvez, vocês não desejem abordar essa questão nesta vida, por várias razões, inclusive por que essas questões produzem muitas emoções de medo, que o impedem de ir além.

 

Embora seja verdade que muitas energias auto-amortizadas e de auto-estima estão flutuando agora, não há nenhuma exigência para que vocês abordem todas as partes que os incomodam, pois vocês já alcançaram muito nesta vida, e vocês foram projetados para conseguir muito mais através da alegria.

 

Então, como vocês determinam se um sentimento profundo é aquele que desejam abordar agora ou em algum outro momento durante esta vida terrena? Vocês simplesmente precisam se perguntar, ao limparem os cantos do seu ser, se no caso de encontrarem alguns ácaros, se gostariam de não os ter encontrado nesta vida.

 

Algo que muitas vezes vocês negam ou esquecem, é que vocês têm o poder de parar, iniciar ou pausar a revisão das peças dentro do seu ser. Vocês não serão menores se decidirem não rever medos específicos. Assim como vocês não serão maiores se fizerem isso.

 

Vocês têm a liberdade de descobrir qualquer peça dentro de si mesmos. Vocês também têm a liberdade de negar essa descoberta agora, mais tarde ou para sempre.

 

Muitos de vocês estão evoluindo tão rapidamente que sua compensação continua além do que é necessário.

 

Talvez, tal pensamento pareça contrário à intuição que se vocês não se libertarem da dor, vocês não projetarão um ser mais completo nesta vida? Sim e não. Porque vocês têm muitas áreas de especialização, e muitas áreas que você já escolheu, e você pode estar desnecessariamente tomando aulas extras de compensação. Pois as peças que alguns de vocês estão investigando têm mais a ver com o medo 3D do que a alegria 5D.

 

Vocês estão bastante à vontade, alguns podem se dizer, viciados no medo e na raiva. Vocês podem estar perdendo o medo do auto-amor, sentem-se novos e, portanto, desconfortáveis. Então, vocês recriam seus medos para retornarem à zona de conforto.

 

Vocês iniciaram esta jornada como seres 3D repletos de medos, raiva, falta de amor próprio e tristezas, acumuladas por Éons de suas experiências terrestres.

 

Consequentemente, vocês limparam grandes pedaços de medo e raiva, muitas vezes, também limpando os cantos, à medida em que progrediam nesta transição - e os Universos lhe forneceram um serviço de limpeza através de energias de auto-Amor.

 

Mas muitos de vocês voltaram a limpar seus seres, ao invés de se mudarem para a alegria, como era o esperado.

 

Claro, existem peças profundas em vocês que são contraproducentes para uma vida alegre. Claro, existem seres que te lembram ou são uma repetição das interações que tiveram nas suas vidas passadas. Mas ao vocês limparem além do que é necessário para se mover para a alegria, é o mesmo que vocês negarem tudo o que completaram até agora.

 

Vocês ficam realmente mais confortáveis com o medo do que com a alegria. Talvez a mídia encoraje profundamente sua atual raiva, ou talvez seja a política, um relacionamento, um colega de trabalho, um membro da comunidade, ou assim por diante. Mas antes de se tornarem totalmente enredados na determinação do por que estão bravos, talvez queiram se perguntar se estão com raiva, pois assim não precisam deixar sua zona de conforto - seu último esforço para permanecer com medo. Como aqueles que se agarram a uma borda da montanha com as unhas, antes de cair no abismo.

 

Você é de 5D, e você está cercado por Amor e não por energias de medo. Então, você deve se perguntar se sua incursão mais recente no medo é para impedi-lo de ter suas novas lições de Amor, ou porque você precisa limpar uma peça específica antes de se amar.

 

Na maioria das vezes, a intensidade do seu medo ou raiva é o fator determinante. Se um medo parece assumir a sua vida; se seus pensamentos e comentários estão relacionados a essa peça; se é difícil para você imaginar um cenário de alegria porque você está tão temeroso ou irritado, é provável que você esteja tomando aulas extras de medo.

 

Mesmo que isso não aconteça e permaneçam envolvidos pelo medo, vocês são totalmente capazes de criar uma nova vida de alegria. É hora de sentir, ver e sentir alegria. Qualquer coisa que os remova desse lugar, é provavelmente alguma lição adicional de medo.

 

Continuem a sonhar, tanto de dia como a noite - e não pensem em como se livrar de seu atual e irresistível medo, mas sim em como e o que criar com a alegria.

 

A alegria é sua nova palavra, tanto em termos de uso como de compreensão. Nada acontecerá se vocês continuarem imersos pelo medo, os quais têm pouco a ver com sua alegria.

 

A resposta óbvia é, "como poderei sentir alegria se eu estiver com medo ou triste?" Como de fato. Esse é o cerne desta mensagem. Vocês não tem nada a temer, porque vocês são mais capazes e habilidosos do que qualquer medo que possam já ter encontrado.

 

Pois se vocês se concentrarem no medo, em vez da alegria, saibam que você estarão negando seus poderes - e a si mesmos.

 

Que assim seja.

 

Amém.

Copyright 2009-2017, Brenda Hoffman.

Todos os direitos reservados.

Por favor, sinta-se livre para compartilhar esse conteúdo com outras pessoas, postar em seu blog, adicionar ao seu boletim, etc, mas mantenha a integridade deste artigo, incluindo o autor/canal: Brenda Hoffman & a fonte/link do site:

http://www.LifeTapestryCreations.Com

 

Traduzido por Adriano Pereira (blogluzevida@gmail.com )

Exibições: 268

Respostas a este tópico

Muito oportuna a mensagem. Obrigada.

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço