Nova Terra: Humanidade, Saúde e Terapias Alternativas

Informação

Nova Terra: Humanidade, Saúde e Terapias Alternativas

Aqui você poderá publicar artigos, estudos, discussões e/ou notícias sobre o que vem sendo novidade para a Ciência e Saúde de uma Nova Humanidade. Notícias sobre Terapias que se ajustam ao novo conceito de humanidade e planeta na Era de Aquário!

Local: Universos Transformadores
Membros: 352
Última atividade: 16 Jan

Novos Caminhos...Novas possibilidades - HO'OPONOPONO!!




1. HOPONOPONO E TRANSMUTAÇÃO DE FORMAS -PENSAMENTO

Como se cria uma forma-pensamento (FP) nos planos sutis antes de tomar forma no plano físico?

Para que tome vida uma FP é necessário que intervenham em sua formação dois centros energéticos. Um deles, o chacra frontal, intervém sempre. Este chacra tem a habilidade de criar imagens, isto é, de converter em imagens tanto as palavras como os objetos abstratos. É o centro da energia criadora, por excelência, o centro da materialização de nossos pensamentos nos planos sutis. Se está saudável, suas criações serão claras e sem distorções; em contrapartida, as imagens serão confusas, inclusive perturbadoras. O outro centro que intervém na criação de uma FP depende de qual seja a origem desta. Eu explico.

O centro energético que se ativa, depende da maneira em que a pessoa tenha visto, entendido ou compreendido o acontecimento em questão. Se se trata de uma emoção intensa, se ativará o terceiro chacra(centro). Se entrar em jogo a mente, o quinto centro deslocará toda a sua energia. Se for um problema que afeta a sobrevivência ou aos impulsos primários, a roda que intervirá na formação de uma FP será a segunda (ou 2º. Chacra).

Alguns leitores pensarão, e com razão, que falta mencionar um plexo essencial. Exato, para o momento, o chacra do coração não intervém nesse processo automático pela simples razão de que, na maioria de nós, não está muito ativo. Esse plexo é o centro do Amor. O que não significa que o Amor esteja situado em um lugar concreto, mas que uma das funções desse centro energético é a de servir de ponte entre os chacras inferiores e os superiores. É um ponto intermediário, a passagem entre o alto e o baixo, entre o mais e o menos. E proporciona assim, o mais belo que há em nós, a única via de transmutação possível: a alquimia do Amor.

Formas-pensamento e egrégoras

Cada vez que se(...), a energia vital sai de seu corpo e se une a uma força comum, a grande egrégora dos fracassos humanos, que envenenará um pouco mais a Terra e a você o restringirá, cada vez mais, em sua negatividade. Cada pensamento se desloca, como uma nota, ao longo de uma longitude de onda a partir da consciência mental purificada, que é como uma central energética. É muito importante compreender que o pensamento, essa nota, tem corpo realmente.

O que é uma egrégora? É antes de tudo, um motor, uma massa de energia formada pelos pensamentos de um mesmo tipo que circulam pela superfície da terra. Na verdade, uma egrégora não tem vida própria, se alimenta das FP das pessoas. Como já temos visto, durante a formação de uma egrégora, a FP entra em contato com uma espécie de depósito cujo conteúdo está em sintonia e descarrega sua energia em qualquer pessoa que tenha um nível vibratório análogo, sem se importar, absolutamente, com o tempo e a distância.

As egrégoras são depósitos de características diversas. Existem aquelas que estão relacionadas com a investigação, algumas têm a ver com a história ou com outras épocas ou acontecimentos. São como imensos depósitos dos quais podemos extrair uma parte do conteúdo, ainda de modo que de modo inconsciente e que nos utilizam como amplificadores de uma energia a qual, na realidade, nós demos vida um dia.

Formas – pensamento e responsabilidade

Tem chegado o momento de abordar o tema da responsabilidade que temos a respeito ao que ocorre no mundo. Porque, desde logo, a ação das FP, através das egrégoras que alimentam, nos vinculam com tudo o que ocorre nele; e, quando digo tudo, não se trata de uma figura literária. Nenhuma FP se perde no vazio, como tampouco se perde nenhum pensamento, por mais simples que seja. Todos eles semeiam certas sementes e estimulam seu crescimento; e isso é algo que muitas vezes ignoramos. Uma guerra, onde quer que ela tenha lugar, está alimentada pela energia de guerra sem transformar o que existe em nós. Um ditador que exerce seu poder em um país qualquer, tem sido também posto ali por nós, pelo ditador que todos levamos dentro e que atua sempre que pode.

Sejamos honestos conosco e perguntemos: Quantas vezes ao dia ou na semana, damos mostras de intolerância, não somente para com os demais, mas também para conosco? Prestemos atenção a esses momentos em que exigimos dos demais, ou de nós mesmos, mais do que podem ou podemos oferecer. Quantas vezes somos demasiado duros e intransigentes conosco, somente para nos sentirmos valorizados, ou para que nos considerem indispensáveis, ou para que nos amem, simplesmente? Quantas vezes traímos a nós mesmos, ou traímos aos demais, impondo ou aceitando umas decisões que vão contra ao que desejamos em nosso profundo ser?

Todos os elementos que emitimos, até os mais simples, são transformados e reutilizados seguindo um esquema concreto, o qual tenho descrito anteriormente: cada uma de nossas ações é alimentada por uma egrégora, e cada um dos pensamentos que vivemos com emoção se une a uma egrégora que, por sua vez gera certas ações.

Formas-pensamento de LUZ

Uma FP integradora, de alegria, de amor puro, quer dizer, uma FP luminosa é extraordinariamente sutil. Ao longo de minhas viagens, tanto no plano físico como nos planos sutis, eu tenho encontrado com freqüência diante de grandes seres cercados de uma aura portadora de uma incrível energia de vida. Essa classe de aura não somente é emitida pelo chacra do coração, mas também por todos os átomos de vida do ser que ama; e emite tal radiação que muito ilumina uma ampla zona e envolve aos presentes com uma energia tão delicada e amorosa, um alimento tão sem igual, que todos se sentem imantados por ele. Ao contrário do que ocorra com as FP obscuras, as FP luminosas não se estancam na aura. São tão voláteis, tão ligeiras e ativas que cercam ao seu criador de uma aura de prazer imenso. Sua pouca densidade e consistência física não as convertem em FP frágeis e indefesas, como pudera aparecer, mas que, pelo contrário, as fazem invulneráveis, a qualquer intento de manipulação. Nisto reside sua força. Não podem ser fagocitadas pela obscuridade.

Na prática, é como se conectássemos a rádio. Quando sintonizamos exatamente com a freqüência de uma emissora, ouvimos a emissão com toda nitidez; em troca, se existe interferência entre diversas freqüências, só captamos ruído, é impossível saber o que se emite.

As FP funcionam da mesma maneira. Cada uma tem uma densidade e uma freqüência característica, de modo que só se sintonizam com as energias que vibram com uma freqüência análoga. Uma FP luminosa, não pode ser manipulada, mas pode atuar sobre outras FP de menor freqüência – de vibração mais lenta, como as que a anciã de luto emitia – facilitando a transmutação.

Se pensarmos em uma pessoa que necessita de nossa ajuda, em um filho que vai prestar um exame ou em uma amiga que está doente, emitimos uma FP portadora de nossa energia de amor. Ao chegar ao seu destino, varrerão(serão limpas), segundo sua força e precisão, as FP geradas pelo medo ou pela tristeza do receptor. Se as FP são puras e as enviamos como um verdadeiro ato de amor – sem nos considerarmos salvadores e sem tratar de obter nada em benefício próprio - se, além disso, são concretas e repetitivas, é muito provável que dissolva as FP obscuras que arrastam seu destinatário.

E, desse modo, o filho voltará a ter a confiança em si mesmo que tinha em princípio e a amiga enferma suportará com maior serenidade suas dificuldades.

Mas, você não tem que esperar que uma outra pessoa crie a FP de Luz e Amor em seu lugar. Nada fará por nós o caminho que nos corresponde a nós mesmos fazer. O papel das FP consiste em nos conduzir novamente para a nossa essência e reavivar a lembrança do Grande Sol que nunca (se apaga) deixou de estar em nosso interior.

Não temos que esperar nada do que existe no exterior, porque tudo está em nós. O amor não pode ser repartido, não o será nunca porque ele está aí, em todas as partes, ao nosso redor... Mas, temos esquecido isso, nada mais. É responsabilidade nossa levantar o véu que nos cobre os olhos, esses olhos que cremos ver muito longe, mas que, na verdade, não enxergam nada para além de um palmo de distância.

Estractos del libro “Formas-Pensamiento” - (autora: ANNE GIVAUDAN)



2. OS 4 PERDÕES (Hoponopono)

Existem quatro perdões com os quais necessitamos trabalhar para curar nossa vida íntima. Desde há anos muito se fala basicamente de dois. Quero enunciar os quatro. Mas, antes desejo esclarecer que o perdão não é um ato: é um processo. Ou seja, não é possível perdoar desde a vontade; desde a vontade o que se pode eleger é cultivar esse processo, sabendo que se não o fizermos, uma parte de nossa vida permanecerá infectada, inflamada e, cada vez que algo a toque, doerá.

Não podemos, então, decidir “Te perdôo”. Mas, podemos decidir colaborar conscientemente com esse processo. Este trabalho psicológico, sem dúvida, é somente uma parte. A outra é que, à medida que sustentamos no tempo a intenção de cultivar o perdão, algo nuclear de nosso Inconsciente (nossa Essência, nosso Si Mesmo), por sua vez, trabalha subterraneamente para que o perdão aconteça.

Sim, a medula do perdão provém de uma instância interna superior.

Por isso, se chama perdão: é um dom que vem desde algo muito profundo (em inglês, “forgive”, sendo que “to give” não somente é dar, como também consagrar, ou seja, “con – sagrar”)*

*( quando consagramos algo, como na bíblia encontramos Jesus que consagrou (converteu) o pão e vinho no corpo e sangue de Cristo; isto é, trabalhamos em algo de nós para que se converta em alguma outra coisa para nós(grifo meu)).

De maneira análoga, decidir perdoar implica em dispor-se a fazer, humanamente, nossa parte neste processo e, também, a pedir a esta instância interna (como em uma oração) que tenha um bom desprender-se disso que é mais sutil, e que nosso psiquismo limitado, não pode executar. Assim, quando o perdão advém e sentirmos a ferida limpa, é porque muito dentro tem convergido o nosso trabalho psicológico intencional e o trabalho de nosso Si Mesmo (sem o qual o perdão não acontece).

Isto toma tempo: e perdoar não significa aceitar que o danificador siga nos danificando; ou que retorne a nossa vida, se já o expulsamos: implica que essa pessoa já não ocupe tanto espaço dentro de você. De modo que não se trata somente de “ser magnânimo com quem nos feriu”, e sim de desalojar o outro do enorme lugar que ocupa quando uma ferida não se cicatrizou. Este é o primeiro perdão. Porém, ainda têm mais três...

O segundo perdão é o que se refere a pedir perdão (tarefa indispensável no próprio processo evolutivo): revisar nossa história e o dia a dia, determinando a quem temos lastimado. Por desonestidade, por imaturidade, por ignorância, por egoísmo... Uma vez detectados à consciência estes atos incisivos, será necessário ainda oferecer ao outro, se isto for possível, nosso reconhecimento do erro: é o que lhe ajudará a liberar o processo do primeiro perdão, pois este processo é mais fluido se aquele que fere se encarrega da ferida frente ao ferido. Este também é um ato liberador, ou seja, que nos presenteia com a desculpa ou não(e devemos nos preparar neste último caso, com coragem e dignidade).

Do terceiro perdão também se fala muito: perdoar-se a si mesmo pelo dano causado a outrem. Mas, o quarto quase não se menciona, e quero destacá-lo: em um momento de solidão, de quietude, a coração aberto, peça o perdão a si mesmo. Pois, em muitos aspectos de nossa vida temos sido tanto aquele quem fere quanto o ferido, pois nos ferimos a nós mesmos: nos auto-depreciamos, nos sabotamos a nós mesmos, nos exigimos até a última gota, esgotando nossas forças, nos expomos ao abuso reiterado de outros feridores, sem cuidado e sem afeto... (Inclua aqui também o pedir perdão ao seu corpo, pois, com freqüência, ele tem sido machucado com nossas atitudes para com ele). Se não nos dispusermos a transitar neste quarto perdão, os outros três por si mesmos não conseguirão encerrar os ciclos abertos, dado que cada um dos quatro perdões dinamiza o processo dos outros três, necessitando-se um do outro reciprocamente. Pedir-se perdão é um ato de amizade consigo mesmo, tal como o faríamos, no segundo perdão com qualquer ser querido. E necessitamos ser, para conosco mesmos, um ser querido! Aliás, é o único com quem conviveremos até o fim de nossos dias (e mais). Relembrando também o que disse o grande Jung: “Nada pode relacionar-se com outro enquanto não se relacionar primeiro consigo mesmo”.

(escrito e postado por Crishy)
*Tradução do espanhol: VerônicaD’amore.
********************************************


NOVA MEDICINA GERMÂNICA

Homeopatia ou revolução na medicina atual?

Durante uma viagem à Itália, em agosto de 1978, Dirk Hamer é alvejado por uma bala perdida proveniente da arma de um príncipe italiano, Victor Emanuel de Savoya, enquanto dormia num barco ancorado na Ilha de Cavallo. O jovem permanece em coma durante mais de três meses na clínica de Heidelberg, Alemanha.

Em 7 de dezembro de 1978, Dirk morreu nos braços de seu pai, o médico alemão Dr. Hamer. Como ele viria a saber três anos mais tarde, Dr. Hamer padeceu de um conflito de perda, aflorado na forma de câncer nos testículos. Este tipo de choque foi intitulado de “Síndrome de Dirk Hamer”, um choque biológico de conflito que nos atinge “no contra-pé”.

É a partir deste cenário que se inicia a cruzada de Dr. Hamer contra o câncer e a poderosa indústria farmacêutica mundial. Baseado em sua experiência clinicando doentes de câncer, ele desenvolveu as bases da mais completa medicina, a Nova Medicina Germânica. Ela é uma medicina científica natural, que engloba toda a medicina.

Dr. Ryke Geerd Hamer

A Nova Medicina Germânica - NMG - é baseada em 5 Leis Biológicas Naturais, determinadas de forma empírica, e que se aplicam em cada caso das ditas doenças, para pessoas, animais e plantas, até mesmo para o menor ser unicelular – ou seja, para todo o cosmo.

Ela não necessita de dogmas, nenhuma hipótese ou das conhecidas probabilidades estatísticas. Ela é clara e lógica, e de fácil entendimento e compreensão para todas as pessoas com nível normal de inteligência.

Ela vale para todas as doenças – todas aquelas que realmente existem, pois elas se desenvolvem segundo estas 5 Leis Biológicas Naturais, quer dizer, elas são partes de um Coerente Programa Biológico Especial da Natureza (SBS - Sinnvollen Biologischen Sonderprogramms der Natur), normalmente em duas fases.

Isto foi demonstrado e verificado publicamente em 8 e 9 de setembro de 1998, na Universidade de Trnava (Eslováquia).

A alavanca para cada doença é sempre um conflito biológico, uma forte e dramática vivência de um choque, chamado DHS -Síndrome de Dirk Hamer.

A NMG descreve exatamente as relações médico-biológicas do organismo vivo, como unidade do psíquico, cérebro e organismo. Todos os processos do psíquico e do organismo são ligados através do cérebro e são coordenados ali. O cérebro é quase o grande computador do nosso organismo, o psíquico é o programador. Corpo e psíquico são por sua vez, juntos, o órgão de sucesso do computador, responsável pela ótima programação, assim como também nos casos de defeito do programa. Pois não é somente assim, que o psíquico programe o cérebro e os órgãos, mas sim também que o organismo possa, em casos de ferimentos, induzir quase que uma programação do cérebro e do psíquico.

O desconhecimento das 5 Leis Biológicas Naturais no sentido clínico-médico nos impediu de dividir corretamente a medicina ou também poder avaliar e ver uma doença de forma correta. Nem pudemos reconhecer o câncer e suas relações, pois nós o tomamos por incurável e nos limitamos a cuidar dos sintomas do câncer somente ao nível orgânico.

Desde sua divulgação, a NMG vem sendo difamada pela indústria farmacêutica, pois o uso da rentável quimioterapia e radioterapia é dispensável, além do que os demais arsenais de medicamentos são colocados em xeque!

Como todo indivíduo que luta contra dogmas, Dr. Hamer também foi vilipendiado e sofreu diversos processos criminais, culminando com sua condenação e pena de reclusão por três anos, na França, em 2004. Desde 2007, ele atua livremente na Espanha, país que reconheceu a NMG como prática homeopática.


http://germannewmedicine.ca/documents/firstlaw-f.html
http://www.krebsgesellschaft.de/pressemeldung_detail,895,,16104,detail.html
http://www.neue-medizin.de/
http://www.pilhar.com/

Fórum de discussão

Livro digital gratuito reúne informações sobre 383 espécies de plantas medicinais

Iniciado por Verônica D'amore. Última resposta de Renata Bucciarelli 16 Jan. 7 Respostas

A farmacêutica Telma Sueli Mesquita Grandi decidiu reunir cada uma das 383 espécies de plantas medicinais que crescem e vivem em Minas Gerais no livro digital ‘Tratado das plantas medicinais mineiras’.Independente de geolocalização, a iniciativa é…Continuar

O Pai Nosso e as principais glândulas endócrinas

Iniciado por Verônica D'amore. Última resposta de maria elizabete cardinal machado 25 Set, 2016. 10 Respostas

O Pai Nosso e as principais glândulas endócrinasCORRESPONDÊNCIA ENTRE OS…Continuar

A IMPORTÂNCIA CAPITAL DAS GLÂNDULAS ENDÓCRINAS

Iniciado por Verônica D'amore. Última resposta de suely zecchino 24 Set, 2016. 1 Resposta

A IMPORTÂNCIA CAPITAL DAS GLÂNDULAS ENDÓCRINASPor Edgar Cayce São,…Continuar

Curcumina (Curry): O Tempero que Impede que o Flúor Destrua o seu Cérebro

Iniciado por Fatima dos Anjos. Última resposta de Fatima dos Anjos 31 Jan, 2016. 3 Respostas

Curcumina (Curry): O Tempero que Impede que o Flúor Destrua o seu CérebroO…Continuar

A história de cultivo de um produtor de documentários

Iniciado por Verônica D'amore. Última resposta de Marilu Pinto Pache de Faria 7 Dez, 2015. 1 Resposta

 (Minghui.org) Para Alejandro Nadal, a justiça sempre significou tudo. Quando criança, ele saía em defesa das outras crianças que eram intimidadas e não conseguia entender por que alguém escolheria prejudicar os outros. Quando ele assistia aos…Continuar

Yin e Yang

Iniciado por Fatima dos Anjos. Última resposta de Valdenira 23 Nov, 2015. 3 Respostas

Yin e YangSegundo a filosofia chinesa o yin yang é a…Continuar

Dietética Chinesa

Iniciado por Fatima dos Anjos 11 Nov, 2015. 0 Respostas

Baço-Pâncreas: Síndromes de DeficiênciaDepois de explicar os…Continuar

O FÍGADO E A VITALIDADE

Iniciado por Fatima dos Anjos. Última resposta de Roberto Ferraz Silveira Junior 24 Out, 2015. 1 Resposta

O FÍGADO E A VITALIDADE O fígado faz a individualização das substâncias e cuida do…Continuar

O Corpo Fala: Metafísica do Fígado

Iniciado por Fatima dos Anjos. Última resposta de Fco. Placido C.B. de Andrade 24 Out, 2015. 5 Respostas

O Corpo Fala: Metafísica do Fígado …Continuar

O que acontece com o corpo quando não se dorme o suficiente

Iniciado por Fatima dos Anjos. Última resposta de Marilu Pinto Pache de Faria 24 Out, 2015. 2 Respostas

Quem não dorme bem se dá mal. Dormir menos que o necessário pode prejudicar você dos pés à cabeça.De fato, um estudo publicado no ano…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Nova Terra: Humanidade, Saúde e Terapias Alternativas para adicionar comentários!

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 30 outubro 2015 às 10:55

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 30 outubro 2015 às 10:54

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 30 outubro 2015 às 10:50

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 30 outubro 2015 às 10:45

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 30 outubro 2015 às 10:44

O AMOR INFINITO É A ÚNICA VERDADE!!

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 26 outubro 2015 às 0:38

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 12 setembro 2015 às 12:52

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 12 setembro 2015 às 12:45

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 12 setembro 2015 às 12:45

Comentário de Marta de Oliveira Silvestre em 31 agosto 2015 às 4:10

 

Membros (351)

 
 
 

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço