As Cartas Psicografadas por Chico Xavier [The History Channel]

Um filme de conversas e silêncio. Mães e pais que perderam seus filhos procuraram Chico e receberam, além de cartas, sentimentos, lembranças e imagens da falta de alguém.

Será que a procura por conforto para uma dor sem nome acaba com as palavras que chegam psicografadas em um papel? As cartas são os elos entre mães e filhos, entre Chico e essas mães e seus filhos, entre o público e o filme.

Chico Xavier foi altamente prolífico, tendo psicografado mais de 450 livros. Nunca admitiu ser o autor de alguma dessas obras; apenas reproduziria o que os espíritos lhe ditavam. Por esse motivo, não aceitava o dinheiro arrecadado com a venda de seus livros, tendo sempre cedido os direitos autorais para instituições de caridade. Vendeu mais de cinquenta milhões de exemplares em português, com traduções em inglês, espanhol, japonês,esperanto, francês, alemão, italiano, russo, mandarim, romeno, sueco, grego, húngaro, braile, etc. Psicografou cercade dez mil cartas “de mortos para suas famílias”, nunca tendo cobrado por isso. As cartas eram tidas como psicografias autênticas pelos familiares e algumas chegaram a ser aceites como provas em casos de julgamentos jurídicos.

Exibições: 380

Respostas a este tópico

Eternamente grato!

Quando perdemos alguém que amamos fica um vazio enorme e vem a pergunta porquê,porque ,e levamos anos não a esquecer essa dor mas a abituamonos a ela

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço