O ser humano, tendenciosamente, opta por responsabilizar ou culpar a outrem, pelas situações difíceis com se defronta. Também é verdade que em relação às coisas boas, essas ocorreram por conta da iniciativa própria.

Interessante essa forma de ver e sentir, baseada nas vaidades e no orgulho, respectivamente. Até quando você conduzirá esses tipos de sentimentos? Está na hora de romper, e aceitar as coisas como de fato elas são.

Não credite aos outros seus infortúnios, seus desencontros, seus erros, suas dificuldades, sua incerteza, e tudo o mais que julgar ruim em sua vida, e até mesmo sua aparência física.

Você é o único e o principal responsável por tudo o que lhe acontece. Você é responsável por você mesmo. Você é responsável pela sua existência e pelo seu físico. Você é o seu próprio criador, e co-criador de todas as coisas boas ou más que vão acontecendo ao longo de sua vida.

Então, diante das vicissitudes, erga a cabeça, não esmoreça, não se perturbe, não se desgoste. Entenda que todos, sem exceção, podem cometer erros, e você também tem o direito de errar.

Aprenda com os erros, pois eles são fontes de ensinamentos. Eles ocorrem como se fossem gatilhos que se disparam nos momentos precisos para sua percepção. Nesse momento é hora de parar, entender, refletir e solucionar, e uma vez aprendido sua consciência gravará e armazenará em sua memória MAIS UM aprendizado. E claro é que uma vez aprendido, você não deverá se confrontar mais com um erro semelhante.

Portanto, doravante, assuma uma nova forma de ser e pensar. Reconheça seus problemas como seus. Trabalhe um problema de cada vez. Reflita e encontre a solução. A solução existe.

Você é o co-criador de tudo que lhe acontece. Reflita. Viva alegre e sorridente.

Gerson Ferrari

Exibições: 211

Respostas a este tópico

Eternamente grato!

Assumir a cocriação é particularmente difícil para que, como nós, ainda se debate no nível de consciência do dualismo, comamdado pelo ego, em íntima associação com a sombra. Isso nos leva a refutar o princípio da autoresponsabilidade, do livre arbítrio, etc...

Este é o Caminho, expandir o nível de consciência para se livrar das mazelas do dualismo!

RSS

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço