DEUS, Criador de todo ser vivente do teu Universo. Pai de toda criatura que Criaste a Tua Semelhança.

 
Criaste o homem e a mulher, com uma partícula de tua própria Essência e
colocaste lá no seu interior, uma Semente, e disseste: Crescei e multiplicai-vos...
 
Mas havia leis a cumprir e uma delas era que nos amássemos uns aos outros como tu nos amas. Pois foi para sermos unidos, harmoniosos, amáveis entre nós e tudo que criaste, que nos deste VIDA!
E para que nos amássemos entre nós, a natureza, os animais e todos os seres viventes, que plantaste lá no fundo de nosso ser, a Semente, contendo Amor.
.
E os tempos passaram..
 
As criaturas que criaste a tua semelhança, dobrou, multiplicou, cresceu! Mas a semente em poucos brotou, em poucos ramificou, em poucos floresceu. E entre os que seguiram as vossas leis, escolheste alguns, para nos recordar vossos mandamentos. Entre eles Maria. Maria possuia todas as qualidades que eram necessárias, para dela nascer, um de teus filhos mais evoluídos.
E nasceu de Maria, a mais pura, sublime e perfeita das mulheres, o filho enviado por ti.
.
Seu nome de nascimento era Emanuel, mas seria chamado de Jesus, O
Salvador. Foi para esta missão que o enviaste e foi para ela que passou a
viver. Porém sabia, que para essa missão ele veio e ela seria o seu fim, por este plano de vida.
 
Jesus tornou a nos lembrar das leis do Pai, por nós esquecidas, para nosso crescimento como seres físicos e espirituais.
Nos ensinou a amar, a perdoar e como retirar as ervas daninhas que cresciam ao redor da Semente do Amor, do amor que plantaste em nós. Porém estas já estavam enraizadas e poucos se importaram em retirá-las. Poucos seguiram os ensinamentos de teu filho e ainda arrancaram-lhe a vida do corpo físico, voltando assim a sua alma, o Ser Interior Divino, a Ti, Seu Pai.
 
E Maria? Maria também sabia, que aquele corpo pregado na cruz, era apenas a morada física de seu amado filho, enviado por Deus, para dela nascer. Quando terminasse sua missão se uniria a eles, Pai e Filho.
 
E assim se passaram dois mil anos...
 
E agora, Pai Nosso! Que acontecerá com tuas criaturas? Só tu sabes. Mas nós te rogamos, que nos ajudes a regar o que plantaste lá no nosso interior, para que brote, ramifique e floresça em nosso Ser,  a Semente do Amor.
 
 DO AMOR UNIVERSAL!
 
Fonte: Adelia Otero Duran
 
12/8/2010
 

Exibições: 129

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica para adicionar comentários!

Entrar em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica

Comentário de valter porcer em 11 julho 2011 às 11:17
Querida irmã,
Quando lemos com o coração, algo maravilhoso como esse texto, tudo
fica claro. Infelizmente a cegueira espiritual em muitos de nós, tem nos
levado à caminhos estreitos e perigosamente obscuros. Quando, todos nós
formaremos a unidade novamente?
Comentário de fernando do amaral ortiz em 26 setembro 2010 às 21:30
nossa maravilhoso esta linda oração...brigado santo deus .....

© 2017   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço