2018

 

Acabou 2017! Mais um ano se foi e, provavelmente, passamos o Réveillon (re)fazendo as mesmas promessas e pedidos dos anos passados. Por que será?

 

Talvez porque seja mais fácil esperar que 2018 promova mudanças do que efetivamente promovermos as mudanças necessárias para que os nossos pedidos e promessas se realizem. Então, ficamos sempre na esperança, afinal, aprendemos que ela deve ser a última a morrer.

 

Colocar toda a expectativa em cima do novo ano que chega é mais fácil, porém menos eficaz e mais repetitivo. E só alimenta isso que em nós humanos é inato, uma certa necessidade de sofrer, de lamentar, de tornar dura e difícil a vida. Podemos nomear de várias maneiras esse “ISSO” que nos torna negativos: sabotadores, sintomas, pulsão de morte, negativismo, traumas, crenças limitadoras, enfim, cada um que encontre o nome que melhor lhe soar. E que ao nomeá-lo olhe para ele, se olhe no espelho e pergunte: Por que será?

 

Não! Não será a contagem regressiva da meia noite, nem a chegada de 2018 que terão o poder de mudar sua vida, de acabar com os problemas, de te colocar em outro emprego, em outra família, em outro país. Enfim, não será nada e nem ninguém além de você mesmo. E para que mudanças ocorram, não precisamos esperar um novo ano, uma segunda- feira ou qualquer outro click que estejamos esperando.

 

Qualquer dia, qualquer hora e em qualquer instante, o tempo de mudar é o tempo todo, ou melhor, é em qualquer tempo! O importante é coragem! São os primeiros, segundos, terceiros e os próximos passos que de fato mudarão as coisas e não o dia seguinte.

 

A Ruth Rocha tem uma historinha chamada “Lá Vem o Ano Novo”, que conheci através do CD “Mil Pássaros da Palavra Cantada”, nessa história, as crianças fazem promessas de não contarem mentiras, não faltarem na aula e muitas outras como fazem todos os anos. Só que cansada de tanto fingimento, a Dona Meia-Noite resolve fazer greve, impedindo então que o Novo Ano chegue. Claro que no fim da história, ao ver o ano novo pequenininho, ela o pega no colo, não resiste e aposta: Quem sabe se este aninho, tão pequenininho ainda não vai fazer o milagre? E então, toda vestida de verde, que é a cor da esperança, escorrega pelo escorregador do tempo, dando adeus a todos. Adeus, todo Mundo. Feliz Ano Novo!

https://www.youtube.com/watch?time_continue=16&v=mcGr86t6XUc

Sempre que ouço esse CD e essa historinha, penso em todas as promessas que me fiz a cada virada de ano e o que me deixa um pouco mais feliz é que há uns três anos as promessas acabaram. Agora, a cada réveillon eu apenas agradeço pelo que vivi e pelo que virá, nada mais! Não pulo 7 ondinhas, não como mais uma colherada de lentilha, uso a cor que tenho vontade e não mais o eterno branco. Simplesmente porque aprendi vivendo que sou eu a causadora de mudanças. Sou eu a transformadora das realidades que vivo.

 

Como lentilha sempre que me dá vontade e, sim, a cada vez que como penso que ela é símbolo de prosperidade, e aí como com mais gosto ainda. Pulo ondas sempre vou à praia, entregando ao mar o que ele puder levar em suas profundezas. Uso branco em qualquer dia e sempre desejando cada vez mais paz! Não escrevo isso para que deixem de fazer essas “tradições”, pelo contrário, elas são divertidas e unem amigos e famílias. Escrevo para que talvez lendo percebam que todo dia é um novo dia. E ele chega cheio de possibilidades, porém, precisa que tenhamos olhos de ver, corações corajosos e sorrisos abertos para trilhá-los de maneiras diferentes.

 

Apostar que o novo ano trará ou fará o milagre pode ser infantil de nossa parte, pode ser medo, sabotadores, sintomas, pulsão de morte, negativismo, traumas, crenças limitadoras… Quem sabe? Quem sabe? Só você!

https://www.eusemfronteiras.com.br/2018-2/

Exibições: 309

Responder esta

Respostas a este tópico

Eternamente grato!

Gratidão. Muito *Amor* e *Paz* no coração. Namasté.

Linda a estorinha. Obrigada. Esse ano não fiquei com roupas brancas...

Maravilhoso texto, permita-me compartilhar?

Gratidão! Que assim seja!

Um novo ano é sempre uma renovação de vontades e desejos..

Obrigada

Responder à discussão

RSS

© 2018   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço