PENSAMENTOS

"Há tantas pessoas que se agarram desesperadamente à vida, porque ignoram que esta não termina com aquilo a que se convencionou chamar a morte. Elas são mesmo capazes de cometer todos os crimes para subsistir. Mas, deste modo, contraem dívidas cármicas que terão de pagar numa próxima encarnação. O discípulo de uma Escola Iniciática tem outra filosofia. Por vezes, ele diz para si próprio: «Viver na terra é uma maçada! Estamos limitados, somos achincalhados, violentados, atormentados, esmagados.» Mas ele também sabe que está aqui para fazer um trabalho e reparar os seus erros do passado. Então, aceita as circunstâncias, pensando que, quando tiver terminado esse trabalho, poderá viver livre, no espaço e na luz.
É esta a verdade que os espiritualistas conhecem. Por isso, embora saibam que a verdadeira vida não é aqui, eles estão convencidos de que têm algo a fazer na terra. Enquanto não tiverem regularizado tudo, enquanto não tiverem terminado o trabalho que o Céu lhes atribuiu, o resto é-lhes indiferente. Eles não se questionam se preferem viver ou morrer, querem apenas terminar o seu trabalho. Mas, logo que ele termina, com que alegria eles vão embora, porque sabem que não vale a pena ficar agarrado à terra.  "
 
"Todas as manhãs ocorre um acontecimento grandioso: o nascer do sol. Mesmo que vos seja penoso levantar cedo, mesmo que estejais meio sonolentos, vale a pena assistirdes a ele. Vós direis que, se estiverdes sonolentos, não beneficiareis nada com isso. Estais enganados! Mesmo sem terdes consciência disso, processa-se um trabalho, cujos efeitos aparecerão mais tarde e vos surpreenderão.
Quando uma pessoa viveu na sua infância cenas de violência, acontecimentos trágicos, ainda não estava em idade para compreender o que se passava; mas, um dia, esses dramas começam a surgir sob a forma de angústias, de perturbações do comportamento, que são muito difíceis de curar. Quer se compreenda, quer não se compreenda, tudo se regista e pode vir à superfície mais tarde. Por isso, mesmo que não “compreendais” nada desse fenómeno cósmico que é um nascer do sol, preparai em vós boas condições: necessariamente, o vosso espírito, a vossa alma e o vosso corpo receberão alguns alimentos, que se manifestarão mais tarde em vós como harmonia, paz e luz."
 
"A alquimia foi condenada pela Igreja. Contudo, alguns Papas praticaram esta arte. E os construtores das catedrais também tinham conhecimentos alquímicos. A arquitetura e a escultura medievais dão testemunho disso: nas paredes de inúmeros edifícios, estão inscritas as diferentes fases que a matéria atravessa no decurso da preparação da pedra filosofal.
Mesmo o episódio do Dilúvio, no Antigo Testamento, que se vê pintado muitas vezes nas paredes das catedrais, pode ser olhado do ponto de vista alquímico. A chuva cai durante quarenta dias e quarenta noites; ora, 40 é o número da morte. A arca na qual Noé e a sua família se fecham com um casal de cada espécie animal representam o vaso alquímico no qual se faz a transmutação. Quanto ao corvo, Horev, e à pomba, Iona, que Noé solta um após o outro para ver se tinha reaparecido terra firme, eles representam um momento essencial da Grande Obra: a passagem do negro ao branco, o símbolo de uma ressurreição. "
 
"Todas as religiões recomendaram o jejum como exercício de purificação. Mas o jejum não deve ser compreendido somente no plano físico. Se certas impurezas se introduziram no corpo físico e provocam perturbações físicas, abster-se de alimento (com moderação, é claro) pode eliminá-las. Mas as impurezas também podem introduzir-se no corpo astral e no corpo mental, sob a forma de sentimentos e desejos grosseiros, de pensamentos e juízos errados. Estes pensamentos, estes sentimentos e estes desejos são entidades tenebrosas que obrigam os humanos a absorver certos alimentos de que elas necessitam, pois os pensamentos, os sentimentos e os desejos são entidades vivas que também querem ser alimentadas.
Para se desembaraçar destas entidades tenebrosas, o homem não deve continuar a dar-lhes “de comer”, ou seja, é necessário não só que ele deixe de alimentar pensamentos e sentimentos egoístas, agressivos, mas também que os substitua por pensamentos e sentimentos puros e luminosos. Se ele privar essas entidades dos alimentos que elas procuram, fá-las-á “jejuar” e, então, sentindo-se ameaçadas de morrer à fome, elas deixá-lo-ão. É assim que é preciso compreender o jejum: transpondo-o para os planos astral e mental.  "
 
"É quase inútil alguém enveredar pela vida espiritual se não compreendeu até que ponto a natureza inferior do homem é coriácea, rebelde, e como o trabalho a fazer sobre ela exige vigilância, humildade, perseverança. Há imensas pessoas que descobrem um ensinamento espiritual e creem que vão transformar-se rapidamente. Mas não, o domínio da vida psíquica é muito mais difícil do que elas imaginam! Existe, realmente, em cada ser humano, a capacidade de renovação, de regeneração, de divinização, mas é um processo muito lento e aquilo que cada um pode realizar nesta existência depende do trabalho já começado nas encarnações anteriores.
Para aquele que não tem consciência das dificuldades que, inevitavelmente, encontra na vida espiritual, é impossível progredir. Então, ele sofre e também faz sofrer os outros. Empenhar-se na vida espiritual exige que, primeiro, se esteja lúcido em relação a si próprio. "
 
"Os rios nascem na montanha e, quaisquer que sejam os obstáculos que encontram pelo caminho, acabam sempre por chegar ao mar. Aí, a sua água, aquecida pelos raios do sol, transforma-se em vapor e retoma o caminho do céu, até ao dia em que volta a cair sob a forma de chuva ou de neve. Esta viagem da água pode ter uma interpretação simbólica. Os destinos humanos são à imagem destas viagens contínuas que a água faz entre o céu e a terra, a terra e o céu. Tal como as gotas de água, as almas descem à terra, cada uma num determinado lugar; a partir daí, elas têm todo um caminho a percorrer, até ao momento em que regressam ao seu lugar de origem… para descerem de novo, um dia, noutro lugar. É a isso que se chama “reencarnação”.
E, embora os rios tenham sempre o mesmo nome – Sena, Tamisa, Mississípi… –, a água que corre no seu leito é sempre nova. Os habitantes do rio, os milhões e milhões de gotas de água, limitam-se a passar; enquanto elas se dirigem para o mar, outras tomam o seu lugar. Tal como os rios, os países mantêm, muitas vezes, o mesmo nome, mas encarnam-se sucessivamente neles seres sempre diferentes e que vêm de outros lugares. Assim se explicam as mudanças que ocorrem na sua história. "
 
"Assim que vos falta uma coisinha, começais logo a queixar-vos. Por que é que essa falta há de subitamente obscurecer o vosso olhar? O sol nasce todos os dias. Vós tendes a luz, o ar, a água, o alimento. Podeis ver, ouvir, saborear, compreender. Tendes a faculdade de entrar em relação com o Criador, com todas as entidades celestes, com a natureza, com os humanos. Será que tudo isso é nada?
Em que é que pensais, quando vos levantais de manhã? E no momento em que fazeis a vossa toilette? E quando vedes a vossa mulher, os vossos filhos, em que é que pensais? Podereis dizer-me, talvez, que não tendes mulher nem filhos. Admitamos que é assim, mas, ao sairdes de casa, encontrais com certeza alguém: em que é que pensais quando vedes essas pessoas?... Todos os seres que vivem perto de vós, todos aqueles que encontrais, surgem na vossa vida para vos trazer qualquer coisa, para vos fazer refletir, para afinar a vossa sensibilidade. Em vez de vos focardes no que vos falta, aprendei a regozijar-vos com todas as riquezas inesgotáveis da vida que vos são oferecidas e tornar-vos-eis mais vivos."
 
"As lamentações sobre a natureza humana pecadora e com inclinação para o mal não servem de nada. Não há que se lamentar, só há que trabalhar. Seja a vaidade, o orgulho, a cólera, o ciúme ou a sensualidade, todos os defeitos devem ser usados para fazer um trabalho. É este o único ponto de vista bom, a única boa solução. É o trabalho que conta, é inútil ocupar-se do resto; as qualidades, os defeitos, são coisa secundária. Quando se descobriu qual é o melhor trabalho e se decidiu estar sinceramente consagrado a ele, até os defeitos se tornam bons servidores.
Consideremos um exemplo muito simples. Vós quereis levantar um peso. Todas as energias contidas em potência no vosso corpo são mobilizadas: os músculos, o coração, os pulmões e até o cérebro participam na ação. Mas, se não tiverdes o desejo de fazer seja o que for, todos os vossos órgãos estagnam, ficam sonolentos. É o desejo de trabalhar que mobiliza todas as vossas potencialidades. Mesmo um criminoso, se se puser a trabalhar, pode acabar por ultrapassar, em generosidade, em paciência e em bondade, os homens mais virtuosos. Ao passo que, muitas vezes, as pessoas de bem não fazem nada de grandioso: acham suficiente serem como são, não pensam em trabalhar para se melhorar.. "
 
"Na Grécia, chamava-se ambrósia, na Índia era o soma, os alquimistas chamam-lhe o elixir da vida imortal… Todas as culturas mencionaram a existência de uma bebida da imortalidade e algumas explicam mesmo como prepará-la. Na realidade, essa bebida existe na natureza, mas, evidentemente, não é em qualquer lugar: só pode ser encontrada nas regiões mais subtis e mais puras do espaço, e em certos momentos particulares, como o nascer do sol. A aurora é o momento mais favorável do dia, pois a verdadeira bebida da imortalidade é a luz e, ao nascer do sol, nós podemos captar essa luz para alimentarmos com ela os nossos corpos subtis.
Nós vamos contemplar o sol nascente na primavera e durante o verão precisamente para conseguirmos beber essa quintessência de vida que ele espalha pelo universo. As pedras, as plantas, os animais e os humanos recebem, pelo menos, algumas partículas dela. Todos os seres vivos captam essas partículas de forma inconsciente, mas os humanos podem aprender a captá-las de modo consciente. Fazei o esforço de vos levantardes para saudar a aurora, para acolher essa luz no vosso coração, na vossa alma, e saboreareis a vida imortal."
 
"Quando certos homens ou mulheres deram bons contributos para uma sociedade, para um país ou mesmo para toda a humanidade, erguem-lhes monumentos ou estátuas. E isso tem sentido. No entanto, eu acho que aqueles a quem deveríamos erguer os mais belos monumentos, as mais belas estátuas, são os nossos inimigos…, pois são eles os nossos benfeitores! Graças a eles, somos obrigados a estar mais vigilantes, a ser mais inteligentes, mais pacientes, mais senhores de nós mesmos. Para suportar as dificuldades que eles nos criam, temos de partir à descoberta de regiões de paz e de luz interiores que, sem eles, nunca teríamos procurado explorar. Pensais que o que eu estou a dizer não é sério? Refleti um pouco nesta ideia: muitas vezes, os nossos amigos, com os seus sinais de afeto e os seus elogios, adormecem-nos, ao passo que os nossos inimigos estimulam-nos.
Vós direis: «Mas essas pessoas que nos são hostis envenenam-nos a vida!» É certo, mas, se vós tiverdes o desejo sincero de avançar, recebereis o saber e a força para utilizar todos os obstáculos que eles põem no vosso caminho. Esses obstáculos serão como degraus que vos permitirão subir cada vez mais alto. "
"Quando sentem insatisfações, os humanos têm tendência para procurar respostas materiais. Eles agem como se essas insatisfações viessem do corpo físico. Então, arranjam maneira de esse corpo poder comer, beber, fumar, distrair-se, passeiam-no e proporcionam-lhe todos os prazeres. E ele, coitado, repleto, saturado, sufoca e queixa-se: «Para! Vais matar-me. Não é atulhando-me desse modo que te sentirás melhor!» Mas os humanos não compreendem a linguagem do seu corpo. Eles teimam, dizendo para si próprios que, se não conseguirem encontrar desta vez o que procuram, consegui-lo-ão, seguramente, na próxima. Infelizmente, na próxima vez acontece o mesmo ou ainda pior: o vazio. Mas eles continuam…
Na realidade, são necessárias muito poucas coisas para satisfazer o corpo físico. As reclamações em nós vêm da alma e do espírito, que estão sempre a pedir, a suplicar: «Eu necessito de pureza, de luz, de espaço… Necessito de contemplar o sol… Necessito de me unir ao Senhor, de trabalhar para a vinda do seu Reino, para que a paz reine um dia entre os humanos…» São estas as vozes que devemos escutar em nós, prestando atenção aos seus pedidos, a fim de os satisfazermos. "

 
"Procurai estar atentos à linguagem da natureza. Mesmo que tenhais a impressão de não a compreender, isso não tem importância: o importante é estardes abertos. Desse modo, preparais os centros subtis que, um dia, vos porão em contacto com toda essa vida que circula no universo e que nos fala, pois tudo o que é vivo fala, e a natureza, que é viva, também nos fala.
E, tal como a natureza nos fala, nós podemos falar-lhe. Não importa que as pedras, as plantas, os rios, as montanhas, os astros, não conheçam as nossas línguas humanas: seja em que língua for, as palavras que nós pronunciamos com convicção e amor produzem vibrações, cores, ondas, que agem sobre a matéria; e a matéria reage, responde, como se tivesse compreendido. Apesar de a terra, a água, o ar e o fogo não compreenderem as palavras que nós pronunciamos, essas palavras têm efeitos, em função dos pensamentos, dos sentimentos e da força que pomos nelas."

 
"A maior parte dos humanos têm bom coração e são sensíveis, mas têm também uma maneira curiosa de manifestar essa sensibilidade. Se veem, no cinema ou no teatro, uma criança abandonada ou maltratada, pessoas pobres a morrer de fome ou a ser perseguidas, facilmente vertem algumas lágrimas. Mas se, à saída do espetáculo, passarem diante de um mendigo cuja fisionomia miserável deveria reter o seu olhar e suscitar a sua piedade, nem sequer o notam. E, quando chegam a casa, afastam os filhos com um empurrão, não os escutam, quando eles precisam de atenção e de ternura. Sim, é extraordinário! No cinema ou no teatro, as pessoas são sensíveis, ficam enternecidas, choram. Mas na vida, perante o mesmo espetáculo, muitas vezes fecham os seus olhos e o seu coração.
Os humanos têm ainda muito a aprender sobre a verdadeira sensibilidade e como a manifestar. Quantos há que são sensíveis à beleza do mundo divino e, ao contemplá-la, sentem emoções tais, que todo o seu ser estremece e renasce purificado, regenerado?"

 
"Um general lança uma ordem de ataque. Ele grita: «Fogo!» e, alguns minutos depois, já nada resta do que era uma cidade magnífica. Ele próprio nada fez, apenas pronunciou a palavra, mas que poder tinha essa palavra! Ou, então, um homem ou uma mulher, que conta muito para vós mas cujos verdadeiros sentimentos ainda não conheceis, vos diz ou vos escreve, um dia, as seguintes palavras: «Amo-te!» Subitamente, a vossa vida fica iluminada! No entanto, nada mudou. Mas mudou tudo. Toda a existência nos demonstra os poderes da palavra.
E, na vossa opinião, por que é que as pessoas falam, na maior parte das vezes? Para exercerem o seu poder. Então, mesmo quando, supostamente, pretendem dizer que estão a dar explicações, informações, muitas vezes não é realmente para explicar ou informar. Ao falarem e ao escreverem, elas querem, sobretudo, produzir certos efeitos: fazer aliados, suscitar a cólera, o ódio, ou então evitar que desconfiem delas. E vós, com que objetivo utilizais a palavra?"

 
"As pessoas lavam-se todos os dias, mas podem estar lavadas e limpas fisicamente e, no seu interior, permanecer tão sujas como se nunca tivessem tocado na água em toda a sua vida. Ora, a água lava-nos no plano físico, mas, no plano espiritual, possui exatamente as mesmas propriedades. A água que nós conhecemos e utilizamos todos os dias é a materialização do fluido cósmico que enche o espaço e com o qual nós podemos entrar em contacto pelo pensamento. A primeira condição para este trabalho de purificação é, pois, lavar-se com a consciência de que, através da água, é possível contactar com um elemento de carácter espiritual.
Quando vos lavais, concentrai-vos na água, na sua limpidez, na sua inocência, e rapidamente sentireis que ela toca em vós regiões desconhecidas para nelas produzir transformações. Não só vos sentireis mais leves, purificados, como o vosso coração e o vosso intelecto serão alimentados por novos elementos, mais subtis e vivificadores. A água física contém todos os elementos e forças da água espiritual, que é a água verdadeira. Só é preciso aprender a recebê-los."
"As entidades celestes gostam da luz e, quando se apercebem de um ser rodeado dessa luz a que a Ciência Iniciática chama “aura”, acorrem até ele.
Se eu vos perguntar: «Desejais verdadeiramente o amor, a paz, a saúde, a beleza?», todos respondereis: «Claro que sim, não queremos outra coisa!» Mas, então, o que fazeis para os obter? Não é possível todas as bênçãos virem até vós por acaso. Trabalhar sobre a aura é o melhor meio para as atrair: pelo vosso amor, vós vivificai-la; pela vossa sabedoria, iluminai-la; pela vossa força de carácter, aumentais o seu poder; pela vossa pureza, tornai-la límpida e transparente. Mesmo que não façais qualquer exercício de concentração para formar as cores da vossa aura, se trabalhardes para alimentar em vós as virtudes divinas, atraireis todas as cores magníficas que lhes correspondem. Então, as criaturas celestes que virão banhar-se nelas trar-vos-ão os seus presentes e, junto de vós, os humanos sentir-se-ão apaziguados, reforçados, impelidos numa direção divina."

 
"A inquietação e a agitação criam as piores condições para a atividade do pensamento. Por isso, quando tiverdes um problema importante para resolver, começai por apaziguar-vos. Fazei silêncio em vós e procurai elevar-vos o mais alto possível, pois é no alto que se encontra a luz. Quando sentis que conseguistes alcançar uma espécie de cume, colocai a questão que vos preocupa e esperai…
Evidentemente, essa resposta começará por vir até vós de uma forma mais clara ou menos clara; talvez não passe de uma impressão vaga, difícil de interpretar, mas já será um indício. Não pareis. Recomeçai tantas vezes quantas for necessário, colocai de novo a questão: em breve, sentireis em vós uma clareza, uma certeza, e nesse momento já não haverá dúvida, sabereis como deveis agir. Contudo, é necessário saberdes que a nitidez e a precisão das respostas que recebereis, e a ajuda que elas vos trarão, dependem do vosso grau de evolução espiritual."

 
"Vós estais continuamente à procura de novas coisas para aprender, para ver, para ouvir. Isso não é mau, mas habituai-vos também a dedicar, em cada dia, alguns instantes para vos ligardes ao mundo divino: aquilo que assim ganhareis, podereis transportá-lo convosco por toda a parte, mesmo para o outro mundo; nada vo-lo poderá retirar.
Tudo o que encontrais nos livros, todos os conhecimentos que recebeis dos outros, nunca serão verdadeiramente vossos. Quando deixardes a terra, tereis de os abandonar e, quando voltardes, tereis de adquiri-los de novo. Ao reencarnar, cada um só traz o que adquiriu e experimentou verdadeiramente nas suas vidas anteriores. Tudo o resto foi-lhe retirado, porque não lhe pertencia: ele tinha-o tomado de empréstimo de outros. É claro que, graças a esses “empréstimos”, durante o pouco tempo em que está na terra, ele aproveita as vantagens da terra: a aprovação, os elogios e os aplausos de pessoas que não são muito esclarecidas. Mas, quando parte deste mundo, encontra-se pobre e nu, pois não adquiriu nada por ele mesmo. E será pobre e nu que voltará à terra. "
"A décima quarta carta do Tarô é designada por Temperança. Ela representa um anjo que tem um recipiente em cada mão e que verte o líquido contido no recipiente que segura com a mão esquerda, que está em cima, para o que tem na mão direita, em baixo. Que líquido é esse que o anjo está ocupado a transvazar? É a vida, a corrente da vida divina. Se essa corrente é cortada, já não há trocas e toda a vida para. Quanto ao anjo, ele representa-nos a nós. Nós somos esse ser que tem a possibilidade de trabalhar com os dois recipientes, para que a vida divina, a vida do espírito, desça para animar, exaltar, vivificar, a nossa matéria.
Sempre que procuramos elevar-nos pela oração e pela meditação, nós preparamos essa descida da vida divina. Sim, pois o movimento de cima para baixo só pode ocorrer se for precedido por um movimento de baixo para cima. O espírito só pode descer se nós fizermos um esforço para nos elevarmos, isto é, se lhe prepararmos as melhores condições 
para ele se manifestar em nós."
"Os humanos deixam acumular na sua cabeça e no seu coração tantas coisas inúteis! Porquê? Porque não sabem fazer triagens. Eles aceitam tudo sem discernimento: o bom e o mau, o útil e o inútil, o essencial e o supérfluo. Depois, queixam-se: «Eu esforço-me! Por que é que não avanço? Por que é que não obtenho resultados?» É simples: eles ainda não compreenderam que devem começar por desimpedir o terreno. Sim, fazer uma triagem e eliminar tudo o que contradiz o seu ideal espiritual, pois não basta ter um ideal que se deixa ficar num canto da sua cabeça, é preciso que toda a vida que se vive esteja em harmonia com ele.
Cada um acha normal ter toda a espécie de gostos, de necessidades, de projetos, de pontos de vista, de atividades. Mas, se as passar em revista, se as analisar bem, constatará que muitos deles o retêm nos níveis inferiores da consciência. Enquanto ele não os abandonar, não conseguirá progredir."

 
"Na vida espiritual, aquilo a que se chama silêncio não é um mundo mudo. Os sábios do Oriente falam da “voz do silêncio” e é essa voz que eles se esforçam por ouvir. Para aquele que sabe escutar, o silêncio, o verdadeiro silêncio, tem uma voz, pois é a expressão da vida, da plenitude da vida divina.
A voz do silêncio é a voz de Deus. Só se pode ouvir esta voz em si próprio quando se consegue serenar todas as agitações interiores: revoltas, temores, cobiças… Esta voz de Deus confunde-se com a da nossa natureza superior; ela só pode exprimir-se quando todas as paixões se calaram. "

 
"As montanhas e os vales têm as suas correspondências na vida interior. Os vales, onde correm ribeiros e rios, representam a fertilidade e, portanto, a abundância, a generosidade, a bondade. É nos vales, e não nos cumes, que existem prados, jardins, frutos, flores, cidades e os seus habitantes. Nos altos cumes, encontram-se rochas, gelo, aridez.
Sentis-vos solitários? Pois bem, não permaneçais no cume para onde vos arrastou o vosso intelecto, com o seu orgulho, o seu gosto pela crítica. Descei até ao vale, onde reina a abundância, onde o coração se manifesta, onde correm as águas do amor. O saber que adquiristes nos cumes, graças ao vosso intelecto, deve fundir-se para formar regatos, rios, e fertilizar os vales, pois há um tempo para subir e um tempo para descer: há um tempo para subir à montanha com o intelecto e um tempo para descer ao vale com o coração."
MESTRE OMRAAM MIKHAEL AIVANHOV

Exibições: 380

Respostas a este tópico

Eternamente grato!

Obrigada Manuela por partilhar este artigo cheio de sabedoria e luz 

Gratidão 

que lindas palavras cheias de poesia e sabedoria. obrigada.

RSS

"Permaneçam unos com a vossa Essência Espiritual. Somente Ela, poderá mostrar-lhes os novos rumos a serem seguidos por cada um!"

                     

"Que a eterna luz do sol te ilumine, que todo o amor te envolva, e a luz verdadeira, no teu interior, guie o teu caminho para casa."Bênção Sufi

 

 Possa o bodhichitta, precioso e sublime, surgir onde ainda não está; E onde surgir que não decline, mas cresça e floresça cada vez mais para o benefício de todos os seres sencientes.

Padma Bhavam significa Morada do Lótus. O lótus é uma flor que cresce da escuridão do lodo abrindo sua flores somente após ter-se erguido além da superfície. Se o impulso para a luz não estivesse adormecido na semente profundamente escondida na escuridão da terra, o lótus não poderia se voltar em direção à luz. Da mesma forma, cada um de nós carrega dentro de si esse impulso para a vida e para a autorealização.

 

NAMO KUAN-SHIH-YIN PU-SA A PRONÚNCIA NAMÓ GUAN-CHEER-IIN PUSSÁ O SIGNIFICADO Eu Chamo pela Bodisatva Kuan Yin, Aquela que vê e ouve o sofrimento do Mundo.

 

CONFRATERNIZANDO A nossa proposta é integração e união. Por isso sugerimos aos integrantes deste Portal que passem pelos perfis dos membros recém chegados, para dar boas vindas, trocar mensagens e convidá-los para uma relação de amizade. Parabenize os aniversariantes... Ingressem nos Grupos e participem!!! Nos Grupos encontramos muitas pérolas postadas em forma de mensagens, apostilas ... que colaboram para o engrandecimento de nossas almas, aprimoramento e crescimento do nosso ser. Gratidão! Fatima dos Anjos

http://www.twitter.com/portalarcoiris  

 

 



“O corpo conhece o tato; a língua, o paladar; o nariz, aromas; os ouvidos, sons; os olhos, formas; mas os homens que não conhecem o profundo Si Mesmo não captam esse supremo.” Mahabharata

"Duvidem de tudo. Encontrem sua própria luz". (Siddharta Gautama) 

"Não crie sofrimento Pratique virtude Seja senhor de sua mente (Bhuda)

 


"Faça uma nova fôrma para você com o poder da sua vontade. Aqueles que se superaram, vivem em paz, tanto no calor quanto no frio, no prazer quanto na dor, no elogio como na crítica. Para eles, um punhado de terra, uma pedra e ouro, são o mesmo. São imparciais e por isso se elevam a grandes alturas" Krishna

 

 


PAI NOSSO...

Que estás em toda harmonia do universo.

Santificado seja sempre o teu santo e sagrado nome.

Venha a nós o teu reino...

E que se cumpram as tuas leis, na terra e no espaço.

E em todos os mundos habitados...

Dá-nos hoje, o pão do corpo e o pão da alma.

Concede-nos a benção da saúde,do trabalho.

Perdoa as nossa ofensas.Assim como nós devemos amar e perdoar, a quem nos tem ofendido...

E não nos deixes sucumbir ás tentações.

E inspira-nos a combater o mal.Enviando-nos um raio da tua LUZ para nos orientar e guiar.

No caminho que a TI conduz.

Pois TU és o Poder e a Glória...

Amém!



INVOCAMOS AS ENERGIAS DO GRANDE SOL CENTRAL
A GRANDE FONTE ILUMINADORA DO AMOR

INVOCAMOS AOS ELOHINS…OS ANJOS QUE NOS ILUMINAM… E AOS QUATRO PILARES DOS FILHOS DA LUZ …
SANAT KUMARA, METATRON, MIGUEL E MELCHIZEDEK

INVOCAMOS AOS SERES DAS ESTRELAS QUE COM ASHTAR,
ELEVAM E APOIAM NOSSOS ESFORÇOS

INVOCAMOS A SHAMBALLA E AOS MESTRES ASCENSIONADOS
QUE GUIAM E NUTREM ESTE ENCONTRO DE ALMAS,
SERES DAS ESTRELAS E MESTRES ENCARNADOS
A DEDICAR SUA INTENÇÃO PARA ELEVAR A TODA VIDA PELO AMOR

INVOCAMOS A MÃE MARIA, KUAN YIN E A MADALENA
PARA ENCHER NOSSOS CORAÇÕES COM HUMILDADE E COMPAIXÃO

INVOCAMOS A NOSSA MAGNA PRESENÇA EU SOU A TRAZER NOSSOS DONS, VISÃO E OFERTAS EM
UMA UNIDADE DE PROPOSITO CENTRADA NO CORAÇÃO PARA CRIAR CLARIDADE
,DIREÇÃO DIVINA E AMOR MANIFESTADO,

EU SOU O QUE SOU
UM SER DE LUZ CONECTADO A LUZ!

A FORÇA DE VONTADE – A ALAVANCA QUE MOVE NOSSA VIDA Cada consciência que reencarna no plano terrestre tem como propósito primordial buscar sua evolução espiritual, aprendendo com as lições que a vida lhe traz. Apesar do esquecimento temporário que passa quando para aqui vem, internamente traz consigo um sentimento de que algo tem a fazer.
Passam-se os anos na vida terrena e isso pode variar de indivíduo para indivíduo, que o sentimento se torna mais forte, até que em determinado momento à ânsia de saciar o espírito fala mais alto e intuitivamente sente que a necessidade da busca a respostas para certas indagações lhe trará a tranqüilidade interna que tanto necessita.

A vida, no entanto é uma escola, cheia de obstáculos e desafios que incentivam o desenvolvimento das potencialidades, que auxiliam o ser na busca do crescimento espiritual.

Uma dessas potencialidades é à força de vontade, a alavanca que põe em movimento nossas ações, gerando atitudes que permitem que aquele que deseja seguir adiante, com o propósito de buscar conhecimento, possa ultrapassar todas as barreiras que por ventura encontrar pela frente.

Há consciências, que por lhes faltar a força de vontade não conseguem caminhar por muito tempo nesta busca, preferindo deixar mais para frente, adiando assim, o que realmente vieram aqui fazer, continuando a sua vida material, sem compreender que nem só de pão vive o homem, pois o homem é matéria e espírito.

Porém, o sentimento foi apenas abafado, pois chega um momento que a insatisfação fala mais alto. O que se buscou no mundo das ilusões não trouxe o alimento necessário para o espírito, pois a personalidade egóica não estava sintonizada com o propósito da alma.

A busca do ser recomeça. Bate-se em porta em porta buscando conhecimento, buscando a paz. Nesta caminhada adquire experiências e através do conhecimento passa a compreender que a tranqüilidade se alcança quando os sentimentos, os pensamentos e as atitudes são alimentados pela energia do amor. Quando já se consegue discernir o certo do errado, do que lhe traz a paz e o que lhe causa dor, escolhendo assim, o que prefere se alimentar.

No entanto, para todo aquele que se coloca como peregrino a caminho da Luz, encontra muitos obstáculos, pois a porta é estreita e poucos são os que perseveram por faltar à força de vontade.

O contato com o ser interior, a fé e a confiança que está no caminho correto, que sabe o que quer e para onde deseja seguir é que fará com que a força de vontade, esta força que impulsiona o ser seguir adiante, o auxilie a conquistar o objetivo. Nada se conquista sem o uso dessa força e perseverar no que se acredita ser o melhor é o caminho para conquistar um troféu. O troféu da satisfação de ter alcançado sua meta.

APARECIDA

"Quanto maiores somos em humildade, tanto mais próximos estamos da grandeza." Tagore

"O reino de Deus está dentro de vós". (Jesus)

“Toda vez que a Justiça Divina nos procura no endereço exato para execução das sentenças que lavramos contra nós próprios, segundo as leis de causa e efeito, se nos encontra em serviço ao próximo, manda a Divina Misericórdia que a execução seja suspensa, por tempo indeterminado.” (Emmanuel / Chico Xavier - Perante Jesus cap. 4 - Remuneração Espiritual)

Salmo 23
1. O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.
2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.
3. Refrigera a minha alma guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
4. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo a tua vara e o teu cajado me consolam.
5. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
6. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Saber viver, por Cora Coralina

Não sei... Se a vida é curta Ou longa demais pra nós, 

Mas sei que nada do que vivemos Tem sentido,

se não tocamos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser:  

Colo que acolhe,  

Braço que envolve,  

Palavra que conforta,  

Silêncio que respeita,  

Alegria que contagia,  

Lágrima que corre,  

Olhar que acaricia,  

Desejo que sacia,  

Amor que promove.  

 

E isso não é coisa de outro mundo, É o que dá sentido à vida.

 É o que faz com que ela Não seja nem curta, Nem longa demais,

Mas que seja intensa, Verdadeira, pura... Enquanto durar.


A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.
Charles Chaplin


"...Só aqueles que compreenderam que devem procurar o infinito, o ilimitado, o que está além do tempo e do espaço, se sentem vivos, porque a vida verdadeira é a imensidão, a eternidade. Nunca vos refugieis naquilo que é acessível, limitado: abarcai o infinito e a vossa alegria também será infinita. Será a felicidade, a luz, a força, o dilatar de todo o vosso ser."

Omraam Mikhaël Aïvanhov

 

 

 RIOS DE ÁGUA VIVA FLUEM DE VOCÊ

Você é o ponto do Universo pelo qual fluem “rios de água-viva”. Neste “ponto”, é sempre agora! Aquiete-se! Anule conscientemente a crença no tempo: você é um ser deste agora, sem passado e sem futuro!
Deus é Tudo! Onde Deus está, é exatamente onde VOCÊ está! Constate esta Verdade! Dê consciente testemunho dela! Rios de Água Viva fluem a partir de VOCÊ! Esta Substância, na verdade, é VOCÊ! É Deus, em Auto-suprimento perfeito, sendo VOCÊ!
Dárcio Dezolt

 

 PODEROSA ORAÇÃO EU SOU Fique tranqüila e saiba que Eu Sou Deus! Eu Sou Deus vivendo neste corpo como ( diga o seu nome). Eu Sou Deus totalmente livre vivendo neste corpo como ( diga o seu nome) Eu Sou a Poderosa Presença do EU SOU Eu Sou o mestre ascensionado ( diga o seu nome) Em nome da Amada Presença de Deus, o qual Eu Sou! Pelo poder de Deus, o qual Eu Sou. A poderosa Presença do Eu Sou é o meu verdadeiro eu! Eu Sou a Ressurreição e a Vida. Eu Sou a Verdade, o Caminho e a Vida. Eu Sou a encarnação do Amor Divino. Eu Sou a porta aberta que nenhum homem pode fechar. Eu Sou Deus em Ação. Eu Sou o cetro de domínio, a Chama que nunca se apaga, A Luz deslumbrante e a Perfeição Divina manifestada. Eu Sou a revelação de Deus. Eu Sou o batismo do Espírito Santo. Eu Sou o ser ascensionado que desejo ser agora. Eu Sou a realização de Deus. Eu Sou uma porta aberta a toda revelação. Eu Sou a Luz que ilumina todos os lugares no qual eu entro. Eu Sou a Presença de Deus em ação hoje. Eu Sou Aquele que Sou. Eu Sou a libertação eterna de toda imperfeição humana. Eu Sou a Presença que preenche o meu mundo com Perfeição neste dia. Eu Sou um corpo invencível de Luz. Eu Sou a Luz que ilumina todo ser humano que vem ao mundo. Eu Sou a Vitória na Luz.

 

 

 

EU SOU VOCÊ..... Não sou um sábio pensador, Porque SOU A SABEDORIA. Não Sou aquele que tráz para todos o Amor. porque Sou o Próprio Amor Não sou aquele que tráz a Vida porque Sou a própria Vida Não venho trazer a Verdade, porque em todas Verdades Eu Estou! Eu tenho todas as coisas e todas as coisas me contêm Eu Sou o único caminho para todos, você é único caminho para você,
Pois,sempre estive em você e você não sabia.
Eu Sou a tua Luz
e você é a Luz Viva que Eu sou.
Eu Sou o Pai e Sou o Filho,
Eu Sou um e Sou todos.
Eu Sou o Alfa e o Ómega
Eu Sou o Principio e o Fim.

Se tudo assim não fosse,
Eu não poderia dizer;
Eu Sou Você,
Assim como você sou Eu!!!!!!

ERGOM........

Paz ,Luz e Equilibrio...Namaste

 EU SOU EU SOU Aquele que te faz sonhar... EU SOU Aquele que te faz amar...... EU SOU a LUZ de tua Alma...... EU SOU a FÉ em teu coração...... EU SOU a ALEGRIA em teu ser...... EU SOU a VIDA que te sustenta.... EU SOU a FORÇA que jamais te deixará.... EU SOU Aquele a quem contastes... tuas alegrias e tristezas... EU SOU a ENERGIA que te impulsiona,... passo a passo, rumo a tua eterna... realização e vitória....
EU SOU...
A LUZ...
A FORÇA...
O AMOR...
A SABEDORIA...

EU SOU Aquele que há tanto tempo procuras....

Agora que Me encontrastes...
Dentro de ti, contigo e através de ti...
brilharei, confirmando a todos que tiverem...
olhos para ver a LUZ que um dia foi prometida...
e que em vão procuraram em templos de pedras...
em palavras que ficaram no esquecimento,...
bem como nos livros....

EU SOU a Poderosa ENERGIA...
que a todos e a tudo sustenta....

Em nome do AMOR decreto:...
VIDA, LUZ, AMOR E LIBERDADE...
em ti e em teu mundo...
Agora e Sempre!...

Eu, SOL, que em teu peito brilha...
EU SOU....

Trecho do Livro: "Mensagens dos Mestres - De Coração a Coração" M. Stella Lecocq

APELO

"Em nome de EU SOU O QUE EU SOU,
eu convido minha Presença EU SOU, esta parte de Deus em mim,
para estar comigo ao longo deste dia.
Eu peço, a minha Presença EU SOU,
para assumir o controle imediato de todas as minhas ações,
feitos, palavras, sentimentos e pensamentos.
Eu peço, minha poderosa Presença EU SOU
para agir através de mim ao longo deste dia,
para gerir minha vida.
Amém”.

 

A QUEBRA CONSCIENTE DE VOTO

Diga em voz alta:

Neste momento, estou quebrando todos os votos que fiz para viver a ilusão da inconsciência. Como portador da Luz de minha linhagem genética, quebro esses votos em meu nome e em nome de todos os meus ancestrais. Revogo e anulo esses votos destituindo-os de valor para esta encarnação e para todas as outras através do tempo e do espaço, das realidades paralelas, dos universos paralelos, das realidades alternativas, dos universos alternativos, de todos os sistemas planetários, de todos os sistemas de Origem, de todas as dimensões e do Vácuo.

Peço para ser libertado de todos os cristais, mecanismos, formas de pensamento, emoções, matrizes, disfarces, memórias celulares, idéias acerca da realidade, limitações genéticas, bem como da morte.

AGORA!

Segundo a Lei da Graça e pelo Decreto da Vitória! Pelo Decreto da Vitória! Pelo Decreto da Vitória! Conforme a vontade do Espírito, peço para Despertar!

Conforme a vontade do Espírito, estou Desperto!

No princípio, EU SOU O QUE SOU!


Compreendendo o processo dos Apelos
A verdade existe; ela se manifesta em todos os planos, quando uma pessoa está em condições de captá-la dos planos e esferas nos quais os Seres Divinos atuam em determinada época para distribuí-la amplamente sobre a terra e seus habitantes.
A eficiência dos apelos depende da proporção de sentimento e convicção que através deles são liberados, como também depende da nitidez das imagens que se imprimem na mente. Isto, realmente representa o modelo através do qual se dissolve a energia física.``
SAINT GERMAIN
O Sétimo Raio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oremos sempre que puder em prol do nosso querido planeta para todas as entidades possam juntas emanar sua energia maravilhosa para cura deste planeta e de seus filhos!!!

Lokah Samastah Sukhino Bhavanthu

"Que todos os seres sejam felizes"


 

 

 

 

© 2019   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço