ATIVISMO ANIMAL: POR QUE VEGANOS DEVEM SE IMPORTAR COM O SOFRIMENTO DOS ANIMAIS SELVAGENS


CRIADO EM 04 MAIO 201506 MAIO 2015


Por Brian Tomasik / Tradução de Lara André / Revisão de Luciano Carlos Cunha

Pensata brian intervencao

De modo geral, pressupõe-se que direitos animais e ambientalismo andam de mãos dadas. No entanto, uma das maiores divergências entre essas duas filosofias deriva do problema do sofrimento animal na natureza. Enquanto ambientalistas tipicamente desejam deixar o mundo selvagem intocado, defensores dos animais deveriam apoiar pesquisas sobre a possibilidade de se reduzir os danos que os animais selvagens sofrem. Tendo-se em vista que, ao que tudo indica, o sofrimento supera a felicidade dentre os menores e mais numerosos animais selvagens, os seres humanos deveriam pensar duas vezes antes de ajudar a propagar a vida selvagem em novos territórios.

Quando eu era criança, adorava assistir documentários sobre a natureza. Eu achava as cenas que mostravam predadores perseguindo suas presas especialmente excitantes. Fiquei triste ao descobrir que os humanos estavam reduzindo os habitats da vida selvagem, uma vez que eu considerava a natureza bela e frágil. Já adolescente, escrevi cartas para o Congresso em defesa da preservação de várias regiões selvagens. Eu achava que cresceria e me tornaria um ativista ambientalista porque acreditava que a preservação ambiental era a o meio mais eficaz de ajudar as futuras gerações.

E então, em 2005, aprendi mais sobre direitos animais e tudo mudou.

De início, pensei que a preocupação com os animais estava de mãos dadas com o ambientalismo. Um dos primeiros livros que li sobre libertação animal foi Ética Prática[1] de Peter Singer, que não somente se opõe ao especismo, como também apoia a preservação ambiental. A maioria dos veganos são ambientalistas e, com frequência, utilizam argumentos ambientalistas para reduzir o consumo de carne. Parecia natural que humanos deveriam parar de causar danos aos animais com a destruição de seus habitats. E eu achei que, uma vez que a felicidade dos animais é importante por si mesma, destruir habitats seria uma grande perda para o desfrute dos animais selvagens que teriam existido naquelas áreas. Pensei que essa minha nova preocupação pelos animais reforçava a visão ambientalista que eu já possuía.

Ambientalismo versus direitos animais

Alguns meses após me dar conta de que os animais não humanos são dignos de consideração moral, eu comecei a ver contradições entre direitos animais e ambientalismo. Algumas das diferenças entre as duas ideologias[2] são bem conhecidas. Um exemplo clássico é a caça de superpopulações de cervos, que ambientalistas geralmente apoiam, mas que ativistas de direitos animais geralmente desaprovam.

Entretanto, o problema mais importante era o sofrimento generalizado dos animais selvagens. Ambientalistas apreciam os equilíbrios ecológicos entre presas, predadores, parasitas e organismos patogênicos. Mas, se nós possuímos uma forte empatia pelos animais enquanto indivíduos, percebemos o quão horrível é ser devorado vivo, morrer de subnutrição ou sucumbir a um vírus fatal. Nós corretamente nos opomos a doenças humanas como a AIDS ou mortes de seres humanos em desastres naturais, apesar de a superpopulação humana ser uma das maiores fontes de destruição ambiental. Por que então adotamos o duplo padrão moral quando consideramos as doenças e os desastres que afetam os animais selvagens?

Seres humanos, mesmo nos tempos remotos de caça e coleta, desfrutavam de vidas melhores em comparação com a da maioria dos outros animais. Uma parcela significativa dos bebês humanos atingia a vida adulta, riscos de ataques de predadores eram relativamente baixos e a expectativa de vida era medida em décadas, permitindo um período de vida longo antes que os indivíduos fossem confrontados com a dor da morte.

Infelizmente, a maioria dos animais não tem tanta sorte. Em muitas espécies, indivíduos adultos vivem não mais do que alguns poucos anos. Uma mãe tipicamente dá à luz a um grande número de descendentes, sendo que, em populações estáveis, em média praticamente todos morrem antes de se reproduzir com exceção de apenas dois que sobrevivem. Animais em posições mais baixas na cadeia alimentar podem permanecer o tempo todo vigilantes[3], atentos a possíveis situações de perigo. E encontros com predadores tem o potencial de produzir danos psicológicos[4] duradouros similares ao transtorno do estresse pós-traumático.

A situação é ainda pior para os animais que são mais numerosos. Pequenos peixes, insetos etc. Insetos adultos geralmente vivem no máximo alguns meses e cada fêmea dá à luz a dezenas ou centenas de descendentes. Em média, um inseto bebê pode viver apenas alguns dias ou semanas antes de morrer, possivelmente de modo excruciante, resultado de predação, canibalismo, ação de parasitas[5] ou alterações climáticas muito drásticas.

Ao me dar conta desses aspectos, eu me tornei menos otimista de que, no balanço final, animais selvagens desfrutem de mais felicidade do que sofram. De fato, eu conclui que o oposto era provavelmente verdadeiro. Como Yew-Kwang Ng explicou em um artigo: “a economia evolutiva da natureza resulta em excesso de sofrimento total em relação ao desfrute total.”[6] Isso lançou dúvidas sobre meus esforços prévios como ambientalista. Anos antes, quando eu estava defendendo a preservação de habitats, eu provavelmente na verdade estava aumentando o sofrimento.

Natural não significa bom

Muitos veganos se opõem a humanos matarem animais, mas aceitam que animais matem outros animais em ambientes selvagens. Por exemplo, Marc Bekoff é “contra a caça, especialmente por pessoas que não precisam da presa como alimento”[7], mas também defende a reintrodução de predadores: “nós precisamos criar espaço para que lobos e outros carnívoros nativos recolonizem áreas das quais eles haviam sido retirados.”[8]

Seguindo essa lógica, um ser humano que se alimente de um peixe é ruim, mas um pinguim que coma vários quilos de peixe por dia[9] é aceitável. Humanos caçarem cervos é errado, mas lobos caçarem cervos é aceitável. No entanto, para os peixes e cervos, serem mortos é uma sensação horrível, independentemente de quem é o caçador. (E ser destroçado por lobos possivelmente fere mais do que levar um tiro.)

Uma resposta comum[10] é que a predação na natureza é diferente da prática de caça por humanos porque predadores precisam de carne para sobreviver. Como Katelynn Chambers disse: “uma comparação entre leões comendo gazelas e humanos comendo animais é muito pobre. Esse debate inteiro na verdade é sobre a moralidade de se comer animais SEM necessidade. Leões PRECISAM comer gazelas. Se eles não as comessem, acabariam morrendo.”[11] Mas nós não aplicamos a mesma lógica em casos envolvendo seres humanos. Suponha que um leão faminto ataque um ser humano. Será que nós nos afastaríamos e não tentaríamos intervir no ataque simplesmente porque o leão precisa de comida?

O conflito entre o direito do predador de se alimentar o direito da presa de não se devorada não é equilibrado, de uma para um: um lobo mata em média cerca de 20[12] cervos por ano. Arthur Schopenhauer reconheceu a assimetria entre os interesses de presas e predadores quando escreveu:

“O prazer neste mundo, como se costuma dizer, supera a dor, ou, de qualquer forma, há um equilíbrio entre os dois. Se o leitor deseja verificar rapidamente a veracidade dessa afirmação, basta que compare os respectivos sentimentos de dois animais, sendo que um deles está devorando o outro.”[13]

(Essa frase não deve ser entendida literalmente, uma vez que não menciona que a presa desfrutou de alguns momentos de sua vida antes de morrer.)

Muitas pessoas, implícita ou explicitamente, acreditam que o que é natural é bom[14]. Veganos rejeitam[15] essa concepção moral quando é utilizada para defender o onivorismo baseado no fato de que humanos são onívoros naturais[16]. No entanto, alguns defensores de animais não rejeitam tão facilmente o apelo à natureza quando se referem ao sofrimento dos animais selvagens. Por exemplo, ao tentar explicar por que a PETA não faz protestos contra os leões predadores[17], uma pessoa disse: “A criação intensiva de animais não é natural. Leões comerem gazelas é natural.” Outra pessoa refletiu: “Leões predam para sobreviver e isso é natural.”

Mas a natureza não é otimizada para a compaixão, é otimizada pelas forças duras e frias do processo evolutivo. Como Richard Dawkins ressaltou: “O universo que observamos tem precisamente as propriedades que são de se esperar que ele tenha, partindo-se do pressuposto de que não existe nenhum projeto, nenhum propósito, nenhum mal, nenhum bem, nada além de impiedosa indiferença.”[18]. Ao invés de buscar meramente preservar as brutalidades da natureza, como defendem os ambientalistas, deveríamos estudar como diferentes políticas ecológicas afetam o bem-estar dos animais selvagens e dar apoio maior àquelas que, depois de uma pesquisa cuidadosa, reduzissem o sofrimento dos animais selvagens.

Somos impotentes frente ao sofrimento dos animais selvagens?

Peter Singer expressou ceticismo[19] sobre interferirmos na natureza para ajudar os animais selvagens: “por razões práticas, eu estou bastante convencido de que, tendo-se em vista o registro de tentativas passadas de a humanidade moldar a natureza para atender a seus propósitos, nós provavelmente aumentaríamos, e não reduziríamos, o nível total de sofrimento animal se interferíssemos na vida selvagem.” Mas se, como parece provável, há mais sofrimento do que felicidade na vida selvagem, então essa declaração está errada, uma vez que a apropriação humana de habitats de animais selvagens muito provavelmente reduziu o sofrimento de animais selvagens, mesmo sem que os humanos tenham se esforçado para que isso acontecesse. De acordo com o Relatório do Planeta Vivo[20] de 2014, “as populações animais estão aproximadamente metade do tamanho [...] em relação a 40 anos atrás.” E uma tendência similar parece ser verdadeira[21] também para os invertebrados.

Há razões para nos preocuparmos com os impactos ecológicos causados por seres humanos. Por exemplo, a mudança climática vai aumentar as chances de instabilidade global e guerras nas próximas décadas, que não apenas causarão danos aos humanos a curto prazo, mas poderão também produzir resultados piores de longa duração para a vida senciente em um futuro remoto. É importante comparar valores conflitantes quando fazemos escolhas referentes ao meio ambiente. Mas nós deveríamos ao menos levar em consideração o sofrimento dos animais selvagens em vez de nos focarmos exclusivamente em problemas humanos ou simplesmente assumir que animais selvagens desfrutam, de modo geral, de vidas boas.

Bilhões de vertebrados selvagens e quadrilhões de invertebrados selvagens[22] estão sofrendo neste instante em nosso planeta. Essa é uma tragédia iminente, mas infelizmente este não é o pior dos cenários que podem ocorrer. Alguns futuristas propuseram levar a vida selvagem para outros planetas[23], através de terraformação[24] ou panspermia direta[25]. Outros imaginam[26] administrar um número imenso de realidades simuladas[27] no futuro, as quais podem conter vastas populações de animais selvagens[28] ou outros seres sencientes[29]. Tipicamente, pouca consideração é dada às experiências subjetivas que esses animais experimentariam. A maneira mais fácil e importante que nós temos para reduzir o sofrimento dos animais selvagens é evitando que ele se espalhe.

Estudiosos religiosos refletiram ao longo da história: Por que Deus permite tanto sofrimento na natureza?[30] Se nós espalharmos vida selvagem por novos territórios, seremos nós que teremos que responder essa questão.

Este artigo foi originalmente publicado em reducing-suffering.org e é republicado aqui com a permissão do autor. O texto original em inglês pode ser lido aqui: http://rvgn.org/2015/04/12/why-vegans-should-care-about-wild-animal...

Brian Tomasik é autor do site Essays on Reducing Suffering, que discute o ativismo animal e muitos outros tópicos. Ele também é voluntário do Foundational Research Institute, uma organização que explora as implicações da inteligência artificial, raciocínio antrópico, e teorias da consciência para a redução do sofrimento no futuro distante. Brian trabalhou como engenheiro de desenvolvimento de softwares para a Microsoft.

Exibições: 59

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica para adicionar comentários!

Entrar em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica

"Permaneçam unos com a vossa Essência Espiritual. Somente Ela, poderá mostrar-lhes os novos rumos a serem seguidos por cada um!"

                     

"Que a eterna luz do sol te ilumine, que todo o amor te envolva, e a luz verdadeira, no teu interior, guie o teu caminho para casa."Bênção Sufi

 

 Possa o bodhichitta, precioso e sublime, surgir onde ainda não está; E onde surgir que não decline, mas cresça e floresça cada vez mais para o benefício de todos os seres sencientes.

Padma Bhavam significa Morada do Lótus. O lótus é uma flor que cresce da escuridão do lodo abrindo sua flores somente após ter-se erguido além da superfície. Se o impulso para a luz não estivesse adormecido na semente profundamente escondida na escuridão da terra, o lótus não poderia se voltar em direção à luz. Da mesma forma, cada um de nós carrega dentro de si esse impulso para a vida e para a autorealização.

 

NAMO KUAN-SHIH-YIN PU-SA A PRONÚNCIA NAMÓ GUAN-CHEER-IIN PUSSÁ O SIGNIFICADO Eu Chamo pela Bodisatva Kuan Yin, Aquela que vê e ouve o sofrimento do Mundo.

 

CONFRATERNIZANDO A nossa proposta é integração e união. Por isso sugerimos aos integrantes deste Portal que passem pelos perfis dos membros recém chegados, para dar boas vindas, trocar mensagens e convidá-los para uma relação de amizade. Parabenize os aniversariantes... Ingressem nos Grupos e participem!!! Nos Grupos encontramos muitas pérolas postadas em forma de mensagens, apostilas ... que colaboram para o engrandecimento de nossas almas, aprimoramento e crescimento do nosso ser. Gratidão! Fatima dos Anjos

http://www.twitter.com/portalarcoiris  

 

 



“O corpo conhece o tato; a língua, o paladar; o nariz, aromas; os ouvidos, sons; os olhos, formas; mas os homens que não conhecem o profundo Si Mesmo não captam esse supremo.” Mahabharata

"Duvidem de tudo. Encontrem sua própria luz". (Siddharta Gautama) 

"Não crie sofrimento Pratique virtude Seja senhor de sua mente (Bhuda)

 


"Faça uma nova fôrma para você com o poder da sua vontade. Aqueles que se superaram, vivem em paz, tanto no calor quanto no frio, no prazer quanto na dor, no elogio como na crítica. Para eles, um punhado de terra, uma pedra e ouro, são o mesmo. São imparciais e por isso se elevam a grandes alturas" Krishna

 

 


PAI NOSSO...

Que estás em toda harmonia do universo.

Santificado seja sempre o teu santo e sagrado nome.

Venha a nós o teu reino...

E que se cumpram as tuas leis, na terra e no espaço.

E em todos os mundos habitados...

Dá-nos hoje, o pão do corpo e o pão da alma.

Concede-nos a benção da saúde,do trabalho.

Perdoa as nossa ofensas.Assim como nós devemos amar e perdoar, a quem nos tem ofendido...

E não nos deixes sucumbir ás tentações.

E inspira-nos a combater o mal.Enviando-nos um raio da tua LUZ para nos orientar e guiar.

No caminho que a TI conduz.

Pois TU és o Poder e a Glória...

Amém!



INVOCAMOS AS ENERGIAS DO GRANDE SOL CENTRAL
A GRANDE FONTE ILUMINADORA DO AMOR

INVOCAMOS AOS ELOHINS…OS ANJOS QUE NOS ILUMINAM… E AOS QUATRO PILARES DOS FILHOS DA LUZ …
SANAT KUMARA, METATRON, MIGUEL E MELCHIZEDEK

INVOCAMOS AOS SERES DAS ESTRELAS QUE COM ASHTAR,
ELEVAM E APOIAM NOSSOS ESFORÇOS

INVOCAMOS A SHAMBALLA E AOS MESTRES ASCENSIONADOS
QUE GUIAM E NUTREM ESTE ENCONTRO DE ALMAS,
SERES DAS ESTRELAS E MESTRES ENCARNADOS
A DEDICAR SUA INTENÇÃO PARA ELEVAR A TODA VIDA PELO AMOR

INVOCAMOS A MÃE MARIA, KUAN YIN E A MADALENA
PARA ENCHER NOSSOS CORAÇÕES COM HUMILDADE E COMPAIXÃO

INVOCAMOS A NOSSA MAGNA PRESENÇA EU SOU A TRAZER NOSSOS DONS, VISÃO E OFERTAS EM
UMA UNIDADE DE PROPOSITO CENTRADA NO CORAÇÃO PARA CRIAR CLARIDADE
,DIREÇÃO DIVINA E AMOR MANIFESTADO,

EU SOU O QUE SOU
UM SER DE LUZ CONECTADO A LUZ!

A FORÇA DE VONTADE – A ALAVANCA QUE MOVE NOSSA VIDA Cada consciência que reencarna no plano terrestre tem como propósito primordial buscar sua evolução espiritual, aprendendo com as lições que a vida lhe traz. Apesar do esquecimento temporário que passa quando para aqui vem, internamente traz consigo um sentimento de que algo tem a fazer.
Passam-se os anos na vida terrena e isso pode variar de indivíduo para indivíduo, que o sentimento se torna mais forte, até que em determinado momento à ânsia de saciar o espírito fala mais alto e intuitivamente sente que a necessidade da busca a respostas para certas indagações lhe trará a tranqüilidade interna que tanto necessita.

A vida, no entanto é uma escola, cheia de obstáculos e desafios que incentivam o desenvolvimento das potencialidades, que auxiliam o ser na busca do crescimento espiritual.

Uma dessas potencialidades é à força de vontade, a alavanca que põe em movimento nossas ações, gerando atitudes que permitem que aquele que deseja seguir adiante, com o propósito de buscar conhecimento, possa ultrapassar todas as barreiras que por ventura encontrar pela frente.

Há consciências, que por lhes faltar a força de vontade não conseguem caminhar por muito tempo nesta busca, preferindo deixar mais para frente, adiando assim, o que realmente vieram aqui fazer, continuando a sua vida material, sem compreender que nem só de pão vive o homem, pois o homem é matéria e espírito.

Porém, o sentimento foi apenas abafado, pois chega um momento que a insatisfação fala mais alto. O que se buscou no mundo das ilusões não trouxe o alimento necessário para o espírito, pois a personalidade egóica não estava sintonizada com o propósito da alma.

A busca do ser recomeça. Bate-se em porta em porta buscando conhecimento, buscando a paz. Nesta caminhada adquire experiências e através do conhecimento passa a compreender que a tranqüilidade se alcança quando os sentimentos, os pensamentos e as atitudes são alimentados pela energia do amor. Quando já se consegue discernir o certo do errado, do que lhe traz a paz e o que lhe causa dor, escolhendo assim, o que prefere se alimentar.

No entanto, para todo aquele que se coloca como peregrino a caminho da Luz, encontra muitos obstáculos, pois a porta é estreita e poucos são os que perseveram por faltar à força de vontade.

O contato com o ser interior, a fé e a confiança que está no caminho correto, que sabe o que quer e para onde deseja seguir é que fará com que a força de vontade, esta força que impulsiona o ser seguir adiante, o auxilie a conquistar o objetivo. Nada se conquista sem o uso dessa força e perseverar no que se acredita ser o melhor é o caminho para conquistar um troféu. O troféu da satisfação de ter alcançado sua meta.

APARECIDA

"Quanto maiores somos em humildade, tanto mais próximos estamos da grandeza." Tagore

"O reino de Deus está dentro de vós". (Jesus)

“Toda vez que a Justiça Divina nos procura no endereço exato para execução das sentenças que lavramos contra nós próprios, segundo as leis de causa e efeito, se nos encontra em serviço ao próximo, manda a Divina Misericórdia que a execução seja suspensa, por tempo indeterminado.” (Emmanuel / Chico Xavier - Perante Jesus cap. 4 - Remuneração Espiritual)

Salmo 23
1. O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.
2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.
3. Refrigera a minha alma guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
4. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo a tua vara e o teu cajado me consolam.
5. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
6. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Saber viver, por Cora Coralina

Não sei... Se a vida é curta Ou longa demais pra nós, 

Mas sei que nada do que vivemos Tem sentido,

se não tocamos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser:  

Colo que acolhe,  

Braço que envolve,  

Palavra que conforta,  

Silêncio que respeita,  

Alegria que contagia,  

Lágrima que corre,  

Olhar que acaricia,  

Desejo que sacia,  

Amor que promove.  

 

E isso não é coisa de outro mundo, É o que dá sentido à vida.

 É o que faz com que ela Não seja nem curta, Nem longa demais,

Mas que seja intensa, Verdadeira, pura... Enquanto durar.


A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.
Charles Chaplin


"...Só aqueles que compreenderam que devem procurar o infinito, o ilimitado, o que está além do tempo e do espaço, se sentem vivos, porque a vida verdadeira é a imensidão, a eternidade. Nunca vos refugieis naquilo que é acessível, limitado: abarcai o infinito e a vossa alegria também será infinita. Será a felicidade, a luz, a força, o dilatar de todo o vosso ser."

Omraam Mikhaël Aïvanhov

 

 

 RIOS DE ÁGUA VIVA FLUEM DE VOCÊ

Você é o ponto do Universo pelo qual fluem “rios de água-viva”. Neste “ponto”, é sempre agora! Aquiete-se! Anule conscientemente a crença no tempo: você é um ser deste agora, sem passado e sem futuro!
Deus é Tudo! Onde Deus está, é exatamente onde VOCÊ está! Constate esta Verdade! Dê consciente testemunho dela! Rios de Água Viva fluem a partir de VOCÊ! Esta Substância, na verdade, é VOCÊ! É Deus, em Auto-suprimento perfeito, sendo VOCÊ!
Dárcio Dezolt

 

 PODEROSA ORAÇÃO EU SOU Fique tranqüila e saiba que Eu Sou Deus! Eu Sou Deus vivendo neste corpo como ( diga o seu nome). Eu Sou Deus totalmente livre vivendo neste corpo como ( diga o seu nome) Eu Sou a Poderosa Presença do EU SOU Eu Sou o mestre ascensionado ( diga o seu nome) Em nome da Amada Presença de Deus, o qual Eu Sou! Pelo poder de Deus, o qual Eu Sou. A poderosa Presença do Eu Sou é o meu verdadeiro eu! Eu Sou a Ressurreição e a Vida. Eu Sou a Verdade, o Caminho e a Vida. Eu Sou a encarnação do Amor Divino. Eu Sou a porta aberta que nenhum homem pode fechar. Eu Sou Deus em Ação. Eu Sou o cetro de domínio, a Chama que nunca se apaga, A Luz deslumbrante e a Perfeição Divina manifestada. Eu Sou a revelação de Deus. Eu Sou o batismo do Espírito Santo. Eu Sou o ser ascensionado que desejo ser agora. Eu Sou a realização de Deus. Eu Sou uma porta aberta a toda revelação. Eu Sou a Luz que ilumina todos os lugares no qual eu entro. Eu Sou a Presença de Deus em ação hoje. Eu Sou Aquele que Sou. Eu Sou a libertação eterna de toda imperfeição humana. Eu Sou a Presença que preenche o meu mundo com Perfeição neste dia. Eu Sou um corpo invencível de Luz. Eu Sou a Luz que ilumina todo ser humano que vem ao mundo. Eu Sou a Vitória na Luz.

 

 

 

EU SOU VOCÊ..... Não sou um sábio pensador, Porque SOU A SABEDORIA. Não Sou aquele que tráz para todos o Amor. porque Sou o Próprio Amor Não sou aquele que tráz a Vida porque Sou a própria Vida Não venho trazer a Verdade, porque em todas Verdades Eu Estou! Eu tenho todas as coisas e todas as coisas me contêm Eu Sou o único caminho para todos, você é único caminho para você,
Pois,sempre estive em você e você não sabia.
Eu Sou a tua Luz
e você é a Luz Viva que Eu sou.
Eu Sou o Pai e Sou o Filho,
Eu Sou um e Sou todos.
Eu Sou o Alfa e o Ómega
Eu Sou o Principio e o Fim.

Se tudo assim não fosse,
Eu não poderia dizer;
Eu Sou Você,
Assim como você sou Eu!!!!!!

ERGOM........

Paz ,Luz e Equilibrio...Namaste

 EU SOU EU SOU Aquele que te faz sonhar... EU SOU Aquele que te faz amar...... EU SOU a LUZ de tua Alma...... EU SOU a FÉ em teu coração...... EU SOU a ALEGRIA em teu ser...... EU SOU a VIDA que te sustenta.... EU SOU a FORÇA que jamais te deixará.... EU SOU Aquele a quem contastes... tuas alegrias e tristezas... EU SOU a ENERGIA que te impulsiona,... passo a passo, rumo a tua eterna... realização e vitória....
EU SOU...
A LUZ...
A FORÇA...
O AMOR...
A SABEDORIA...

EU SOU Aquele que há tanto tempo procuras....

Agora que Me encontrastes...
Dentro de ti, contigo e através de ti...
brilharei, confirmando a todos que tiverem...
olhos para ver a LUZ que um dia foi prometida...
e que em vão procuraram em templos de pedras...
em palavras que ficaram no esquecimento,...
bem como nos livros....

EU SOU a Poderosa ENERGIA...
que a todos e a tudo sustenta....

Em nome do AMOR decreto:...
VIDA, LUZ, AMOR E LIBERDADE...
em ti e em teu mundo...
Agora e Sempre!...

Eu, SOL, que em teu peito brilha...
EU SOU....

Trecho do Livro: "Mensagens dos Mestres - De Coração a Coração" M. Stella Lecocq

APELO

"Em nome de EU SOU O QUE EU SOU,
eu convido minha Presença EU SOU, esta parte de Deus em mim,
para estar comigo ao longo deste dia.
Eu peço, a minha Presença EU SOU,
para assumir o controle imediato de todas as minhas ações,
feitos, palavras, sentimentos e pensamentos.
Eu peço, minha poderosa Presença EU SOU
para agir através de mim ao longo deste dia,
para gerir minha vida.
Amém”.

 

A QUEBRA CONSCIENTE DE VOTO

Diga em voz alta:

Neste momento, estou quebrando todos os votos que fiz para viver a ilusão da inconsciência. Como portador da Luz de minha linhagem genética, quebro esses votos em meu nome e em nome de todos os meus ancestrais. Revogo e anulo esses votos destituindo-os de valor para esta encarnação e para todas as outras através do tempo e do espaço, das realidades paralelas, dos universos paralelos, das realidades alternativas, dos universos alternativos, de todos os sistemas planetários, de todos os sistemas de Origem, de todas as dimensões e do Vácuo.

Peço para ser libertado de todos os cristais, mecanismos, formas de pensamento, emoções, matrizes, disfarces, memórias celulares, idéias acerca da realidade, limitações genéticas, bem como da morte.

AGORA!

Segundo a Lei da Graça e pelo Decreto da Vitória! Pelo Decreto da Vitória! Pelo Decreto da Vitória! Conforme a vontade do Espírito, peço para Despertar!

Conforme a vontade do Espírito, estou Desperto!

No princípio, EU SOU O QUE SOU!


Compreendendo o processo dos Apelos
A verdade existe; ela se manifesta em todos os planos, quando uma pessoa está em condições de captá-la dos planos e esferas nos quais os Seres Divinos atuam em determinada época para distribuí-la amplamente sobre a terra e seus habitantes.
A eficiência dos apelos depende da proporção de sentimento e convicção que através deles são liberados, como também depende da nitidez das imagens que se imprimem na mente. Isto, realmente representa o modelo através do qual se dissolve a energia física.``
SAINT GERMAIN
O Sétimo Raio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oremos sempre que puder em prol do nosso querido planeta para todas as entidades possam juntas emanar sua energia maravilhosa para cura deste planeta e de seus filhos!!!

Lokah Samastah Sukhino Bhavanthu

"Que todos os seres sejam felizes"


 

 

 

 

© 2019   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço