Este artigo escrito em 1999, está mais actual do que nunca.


 siriusdisclosure logo





Compreender o sigilo UFO/OVNI



 

por Steven M. Greer M.D.

Copyright April 1999



Durante alguns anos tive a responsabilidade de informar os governantes senior e os líderes científicos, quer dos Estados Unidos, quer do estrangeiro, sobre o assunto UFO /Extraterrestres.



 A evidência a respeito deste assunto, é clara e avassaladora: Não foi difícil criar um argumento convincente sobre a realidade UFO/OVNI, por si só. O que se torna o maior desafio, é elucidar sobre a arquitectura do segredo relacionado com os UFOs (leia a exposição deste assunto contida num artigo denominado pelo autor como “Unacknowledged = Não Reconhecido”). Mas o grande desafio é explicar ‘porquê’. Porquê todo esse segredo? Porquê um governo ‘negro’ ou não confirmado dentro do governo? Porquê esconder o Assunto UFO/ET do domínio público?



 ‘O que’ ou a evidência é complexa, mas capaz de ser feita. O ‘como’ ou a natureza dos programas secretos é mais difícil, muito mais complexa e elaborada. Mas o ‘porquê’ – a razão por trás do sigilo – é o problema mais difícil de todos.



Não há uma única resposta para esta pergunta, mas muitas razões inter relacionadas para um sigilo tão extraordinário. As nossas investigações e entrevistas com dezenas de testemunhas ultra-secretas, que estiveram dentro de tais programas, permitem-nos compreender as razões por trás deste segredo. Vão do completamente óbvio e directo, até ao que é realmente bizarro. Desejo partilhar aqui alguns pontos-chave a respeito deste sigilo, porque é que foi imposto e a razão porque é tão dificil controlar os interesses dentro dos programas ocultos para reverter esta política e permitir a divulgação.

No Princípio



Nos primeiros dias do fenómeno UFO/ET, os interesses dos militares, dos serviços secretos e das corporações industriais tinham preocupação a respeito da natureza do fenómeno, se era originado por outros adversários humanos e, logo que se determinou ser de origem extra terrestre, como é que o público iria reagir.

Nas décadas de 1930 e de 1940, não foi um assunto de menor importância: se esses UFOs fossem de origem terrestre, evidenciariam um adversário terrestre com aparelhos tecnológicos muito mais avançados do que as aeronaves dos Estados Unidos. E logo que foi determinado ser extraterrestre (algumas forças militares sabiam-no antes do final da Segunda Guerra Mundial), havia mais perguntas do que respostas, a saber: porque é que os Extraterrestres estavam aqui? Quais eram as suas intenções? Como é que os aparelhos viajavam a velocidades tão fantásticas e através da vastidão do espaço?  Como é que estas tecnologias podiam ser aplicadas à situação humana – quer na guerra ou na paz? Como é que o público iria reagir a esse conhecimento? Qual seria o efeito da divulgação desses factos no sistema de crenças humanas? E nos sistemas políticos e sociais?

A partir de 1940 até ao início dos anos 50, foi feito um esforço conjunto para compreender a ciência e as tecnologias básicas dessas naves espaciais, primeiramente pelo estudo directo e de engenharia reversa (A engenharia reversa consiste em usar a criatividade para, a partir de uma solução pronta, retirar todos os possíveis conceitos novos ali empregados) dos objectos extraterrestres recuperados no Novo Mexico e noutros lugares. Foi imediatamente reconhecido que esses objectos estavam a usar leis da Física e aplicações tecnológicas muito mais avançadas do que os motores de combustão interna, tubos de vácuo e técnicas semelhantes. No clima da Guerra Fria e num mundo onde uma vantagem tecnológica relativamente menor podia inclinar o equilíbrio do poder na corrida às armas nucleares, este facto não era de menosprezar.

Realmente, o tema da disfunção geo-política humana, aparece como um assunto recorrente do sigilo relacionado com os UFOs – até ao momento actual. Irei desenvolver este assunto mais tarde.

Do documento altamente secreto de Wilbur Smith, do governo canadiano, em 1950, sabemos que este assunto foi mantido em maior segredo do que mesmo o desenvolvimento da bomba de hidrogénio. Houve um tremendo esforço, no final dos anos 40 para estudar os equipamentos extraterrestres, perceber como funcionavam e ver que aplicações humanas podiam ser feitas a partir de tais descobertas. Mesmo assim, o projecto que lidava com esse assunto era extraordinariamente sigiloso.

Tornou-se ainda mais secreto quando, no início dos anos 50, foi feito um progresso substancial sobre a Física básica utilizada nos sistemas de energia e propulsão das naves extraterrestres. O melhor que pudemos estimar, é que o projecto completo tornou-se cada vez mais ‘negro’ ou não reconhecído.

A compartimentação do projecto que lidava com os UFOs, aumentou exponencialmente no príncípio do anos 50, quando se compreendeu o que realmente estes projectos sigilosos abarcavam: Dispositivos que mostravam sistemas de Física e de energia que – se fossem divulgados – teriam alterado, há muito, a vida na Terra.

Na era de Eisenhower, os projectos UFO/ET foram cada vez mais compartimentados e afastados da supervisão e do controlo da cadeia de comando legal e constitucional. Isso significa que – embora saibamos através de depoimentos de testemunhas, que Eisenhower era sabedor da existência de aparelhos extraterrestres – o presidente (e os líderes do mesmo nível no Reino Unido e noutros lados) foram deixados, cada vez mais fora do assunto. Esses altos dignatários, eleitos e nomeados, foram confrontados (como Eisenhower designou) com um complexo militar e industrial sofisticado que produziu um labirinto de projectos compartimentados que estavam cada vez mais fora do controlo e da fiscalização. Sabemos através dos depoimentos de testemunhas directas que Eisenhower, Kennedy, Carter e Clinton foram frustrados nas suas tentativas de penetrar tais projectos.

Este facto também é verdadeiro quando aplicado aos altos dignatários do Congresso e aos investigadores, aos líderes estrangeiros e à liderança da ONU. Realmente é um projeto de exclusão de oportunidades iguais - não importa quão alto o seu posto ou cargo seja, se não for considerado necessário para o projecto, você não vai saber nada sobre ele. Ponto final.

Contrariamente ao mito popular, desde a década de 1960, a preocupação sobre algum tipo de pânico do público quando confrontado com o facto de que não estamos sozinhos no Universo, não foi um dos principais motivos  para este sigilo. Os que estão dentro do assunto – não obstante os contos fantásticos criados nos círculos UFO e nos X-Files (Ficheiros Secretos) – compreendem que o medo de extraterrestres agressivos também não foi um factor significativo. Se bem que tenha havido uma confusão continuada,  nalguns círculos secretos, sobre as verdadeiras intenções por trás do fenomeno extraterrestre, sabemos que não há insiders informados que considerem os Extraterrestres como sendo uma ameaça hostil.

Na década de 60 – e claro, na de 90 – o mundo estava muito familiarizado com o conceito de viagem espacial e a indústria de ficção científica doutrinou as massas, profusamente, com a ideia de que os Extraterrestres de paragens longínquas, eram uma possibilidade. Então porque motivo esse sigilo continuado?

A Guerra Fria terminou. Os povos dificilmente ficariam chocados ao saber que não estamos sós no Universo ( a maioria das pessoas já acredita nisso – de facto, a maioria das pessoas acredita que os UFO/OVNI são verdadeiros. Mais ainda, o que poderia ser mais chocante do que viver a última metade do século XX com milhares de bombas de hidrogénio apontadas para as principais cidades do mundo? Se podemos lidar com isso, de certo também podemos lidar com a ideia dos Extraterrestres serem reais.

As explicações de medo, de pânico, de choque ou de algo parecido, já não são suficientes para justificar um segredo tão profundo, a tal ponto que o acesso a essa informação fosse negado ao Presidente dos Estados Unidos e ao Director da CIA.

Uma Estimativa Actual

Então, o sigilo continuado sobre o assunto dos UFO deve estar ligado à ansiedade em curso, relacionada com a dinâmica do poder essencial do mundo e como a divulgação iria afectá-lo.

Isto é, o conhecimento relacionado com o fenómeno UFOs/Extraterrestres deve ter um potencial tão grande para mudar o status quo, que a sua erradicação continuada é considerada  essencial, a todo o custo.

Recuando aos primórdios da década de 50, vimos que a tecnologia básica e a Física a apoiar as naves extraterrestres, foram descobertas por intermédio de projectos intensivos de engenharia reversa. Foi precisamene nesta fase que foi tomada a decisão de aumentar o sigilo para um nível sem precedentes – a tal ponto que, essencialmente, retirou este assunto da cadeia habitual do comando do controlo do governo, tal como conhecemos. Porquê?

Além da possibilidade do uso desse conhecimento pelos adversários dos Estados Unidos e do Reino Unido, durante a Guerra Fria, foi imediatamente reconhecido que esses aparelhos não eram os velhos Oldsmobile do papá. A Física básica que apoiava a maneira de produzir energia e os sistemas de propulsão eram tais que podiam substituir facilmente todos os métodos existentes de produção de energia e os sistemas de propulsão da Terra. E com eles, substituir  toda a ordem geo-política e económica. 

Na década de 50, não havia muita preocupação com o aquecimento global, com o colapso do ecossistema, com a redução do ozono, com a perda da floresta tropical, com a degradação da bio-diversidade, etc. A seguir à Segunda   Guerra Mundial, o que era necessário era estabilidade, e não uma nova convulsão da economia, da tecnologia e da geopolítica mundial. Lembrem-se: os que estão no controlo gostam de permanecer no controlo. São contrários a riscos, não gostam de mudanças significativas e não abrem facilmente mão do controlo e do poder.

A divulgação da existência dos Extraterrestres, juntamente com a divulgação inevitável relacionada com estas novas tecnologias, mudariam o mundo para sempre – e eles sabiam-no. Tinha de ser evitado a todo custo. Mais ainda, predominava a era de “ O que é bom para a GM (General Motors), é bom para a América” – e o mesmo era verdade para o petróleo, para o carvão e para os recursos semelhantes.

O facto inegável é o seguinte: A divulgação da presença Extraterrestre traria juntamente com ela a difusão certa dessas tecnologias – e essa expansão iria varrer toda a infra-estrutura tecnológica do planeta. As mudanças seriam imensas - e repentinas.

Cinquenta anos mais tarde, quando planeamos virar a página para um novo milénio, isto é mais verdadeiro agora do que então. Porquê? Porque ao evitar o problema, na década de 50 – se bem que fosse conveniente nessa altura – significa que agora, situação é mais nebulosa. Por exemplo, a dependência mundial do petróleo e da tecnologia de combustão interna é maior, neste momento, do que em 1955. E, presentemente, a economia mundial é maior em questão de magnitude, portanto, qualquer mudança podia ser exponencialmente maior – e potencialmente mais caótica.



Então o enigma é que, cada década e cada geração passou este problema para a geração seguinte, apenas para verificar que nenhum caminho senão o sigilo continuado causava mais desequilíbrio e perturbação do que teria sido uma década antes. Num círculo sem fim de sigilo, o atraso da divulgação e o aumento da complexidade do mundo e a dependência de sistemas de energia antiquados, cada geração encontrou-se  num maior aperto do que a anterior. Por mais difícil que a divulgação tivesse sido na década de 1950, agora a divulgação é ainda mais difícil. E potencialmente capaz de fazer a terra tremer com as suas consequências.



As descobertas tecnológicas dos anos 50 resultantes da engenharia reversa das naves extraterrestres podiam-nos ter permitido transformar completamente a situação económica, social, tecnológica e ambiental do mundo. O facto de tais avanços terem sido escondidos do público está relacionado com a natureza da aversão à mudança da hierarquia de controlo dessa época - e isto mantém-se até hoje.



E não cometam erros, as mudanças teriam sido imensas.



* Considerem: Uma tecnologia que permite gerar energia do denominado campo do ponto zero e que permite que cada casa, cada empresa, cada fábrica e cada veículo tenha a sua própria fonte de energia – sem ter de recorrer a uma fonte de combustível externa. Sempre. Sem necessitar usar petróleo, gás, carvão, centrais nucleares ou motores de combustão interna. E sem causar poluição. Ponto final.

* Considerem: Uma tecnologia que usa aparelhos de electro-gravidade e que permita o transporte acima da superfície – não haverá mais estradas a cobrir  terrenos agricolas férteis, uma vez que o transporte pode acontecer totalmente acima da superfície.

Parece fantástico. Mas em 1950 o petróleo era abundante, ninguém se preocupava muito com a poluição, não havia qualquer preocupação com o aquecimento global e os que estavam no poder desejavam apenas a estabilidade. O status quo. Mais ainda, porque motivo deciam arriscar-se a mudanças tectónicas relacionadas com ua divulgação? Deixem uma geração futura tomar conta disso.

Mas agora digo, nós somos a geração seguinte. E 1999 não é 1949. A Terra está esforçada sob o peso de uma população crescente – somos agora 6 biliões de pessoas – e todas querem carros, electricidade, TVs e coisas semelhantes. Todos sabem que não temos petróleo que chegue para mais de 50 anos – e mesmo se tivessemos, o eco-sistema da Terra não poderia aguentar mais 50 anos de abuso. Os riscos da divulgação são agora muito menores do que o risco do encobrimento. Se o sigilo continuar por muito mais tempo, o eco-sistema da Terra irá entrar em colapso. Falo de uma grande mudança e de instabilidade global ...

Muitas pessoas irão considerar o impacto tecnológico e económico de tal divulgação como sendo a justificação primordial do encobrimento continuado. Afinal, estamos a falar de uma mudança na economia, de vários triliões de dólares por ano. Sectores completos da economia que abrangem a energia e o transporte, seriam revolucionados. E o sector da energia – que engloba a parte onde os combustíveis não renováveis são comprados e queimados e têm de ser reabastecidos – iria desaparecer completamente. E enquanto outras indústrias iriam prosperar, só um louco iria descartar o impacto do desaparecimento de um segmento da economia que envolve vários triliões de dólares.



Claro que os ‘interesses investidos’ envolvidos na infra estrutura industrial global relacionados com o petróleo, o gás, o carvão, os motores de combustão interna e os serviços de utilidade pública não são uma força desprezível no mundo.

Mas para compreender o encobrimento dos UFOs/OVNIs, têm de considerar o que é que todo este dinheiro representa na sua essência. Poder. Poder geo-político maciço.

Deve ter-se em consideração o que vai acontecer quando todas as aldeias na Índia (ou na África,  ou na América do Sul, ou na China) tiverem dispositivos que possam gerar grandes quantidades de energia sem poluição e sem gastar enormes somas em combustível. O mundo inteiro será capaz de progredir de uma forma sem precedentes - sem poluição e sem biliões gastos em centrais de energia, linhas de transmissão e combustíveis. Os que não têm,  terão.

Isto deveria ser considerado amplamente como uma coisa boa: afinal, grande parte da instabilidade mundial, da guerra e afins está relacionada com a pobreza entorpecedora e com a depravação económica  num mundo de grande riqueza.  A injustiça social e a desigualdade económica extrema geram muito caos e sofrimento no mundo. Estas tecnologias não-poluentes e descentralizadas mudariam essas condições permanentemente. Mesmo os desertos iriam florescer ...

Mas é necessário recordar que o poder geopolítico flui da capacidade tecnológica e económica A Índia tem mais de 1 bilião de pessoas e os EUA têm cerca de um quarto de bilião, mas quem tem o maior poder geo-político?

Visto que estes novos sistemas de energia proliferam, o chamado terceiro mundo irá chegar rapidamente à paridade com o mundo industrializado da Europa, dos EUA e do Japão. Isso irá provocar uma grande mudança do poder geo-político. Então, o mundo industrializado vai achar que, na verdade,  deve dividir o poder com o terceiro mundo que foi até agora espezinhado.



Os que estão, actualmente, no ‘poleiro’ – em situação vantajosa - (e em 1950) não têm interesse em fazer tal coisa. Até mesmo dificilmente podemos apoiar e partilhar o poder, nas Nações Unidas.



A libertação de informação sobre o assunto UFO/ET irá conduzir à proliferação global de sistemas novos que irão rapidamente resultar numa uniformização do Poder em todo o mundo. Os Estados Unidos e a Europa têm cerca de 600 milhões de pessoas. É apenas 1% da população do mundo. Logo que os restantes 90% subam de padrão tecnológico e económico, é fácil ver que o poder geo-político irá mudar – ou uniformizar-se – ao resto do mundo. O poder terá de ser partilhado. Uma verdadeira segurança colectiva global será inevitável. É o fim do mundo, tal como conhecemos.

Quando vocês combinam o impacto económico e tecnológico com o impacto geo-político, torna-se obvio que as mudanças relacionadas com a cessação do sigilo são verdadeiramente tectónicas – maciças, transformadores e abrangendo todo o mundo. Não podem ser encaradas de ânimo leve.

Mas 50 anos depois do mundo poder ter tido essas novas tecnologias – e 50 longos anos de degradação ecológica, caos, disparidade social e económica – vemos que somos a última geração na longa linha de passar a batata quente cósmica conhecida como o problema do segredo UFO/OVNI.

E aqui estamos, a segurar esta batata quente, mas que podemos fazer sobre este assunto?

Terminar o encobrimento significa realizar mudanças profundas em virtualmente, todos os aspectos da existência humana – económicos, sociais, tecnológicos, geo-políticos e restantes. Mas continar o sigilo e a supressão destas tecnologias de novas energias e sistemas de propulsão significa algo ainda mais destabilizador: o colapso do eco-sistema da Terra e o esgotamento assegurado dos combustíveis fósseis dos quais dependemos. E a raiva crescente dos que ‘não têm’, que estão a ser privados, sem necessidade, de uma vida plena e digna

As Teias que Urdimos

Como se o acima mencionado não fosse suficiente para justificar o encobrimento, recordem que foram feitas coisas extraordinárias para manter este segredo. A infra estrutura necessária para manter e expandir o nível de sigilo que pode enganar presidentes, Directores da CIA, líderes congressistas,  Primeiro Ministros Europeus e afins, é substancial – e ilegal. Deixem-me ser mais explícito, a entidade que controla o assunto UFO/OVNI e as tecnologias relacionadas tem mais poder do que qualquer governo no mundo, ou qualquer líder mundial identificado.

O que essa situação pode fazer surgir, foi salientado pelo Presidente Eisenhower quando, em Janeiro de 1961, avisou a respeito do crescente “complexo militar/empresarial”. Foi o seu último discurso como presidente, para o mundo – e estava a avisar-nos de uma situação assustadora sobre a qual tinha conhecimento pessoal. Posto que Eisenhower tinha visto as naves ET e os corpos dos ET que faleceram, estava ciente dos programas encobertos que lidavam com esta situação. Mas também sabia que tinha perdido o controlo desses projectos e que estavam a mentir-lhe quanto à extensão e à verdadeira natureza das suas actividades de pesquisa e desenvolvimento.

Na verdade, o grupo actual melhor e mais eficiente em sigilo é um hibrido, quase-governo, quase operação privada, que é internacional – e funciona fora do previsto de qualquer agência ou de qualquer governo. ‘O Governo’ – tal como vocês e eu, e Thomas Jefferson possamos pensar – está realmene fora do conhecimento ou envolvimento. Em vez disso, um projecto ‘escuro’ ou não reconhecido,  de seleção, rigidamente controlado e compartimentado, controla essas questões. O acesso é apenas por inclusão, e se você não está incluído, não importa que seja o Director da CIA, o Presidente, o presidente do Senado das Relações Exteriores ou o Secretário-Geral da ONU, simplesmente não vai saber, ou não vai ter acesso a esses projectos.

Na verdade, a situação é tão calamitosa que as cúpulas dos líderes do (Joint Chiefs of Staff) do Pentágono, que eu informei, não têm mais acesso a esses projectos do que qualquer outro civil - a menos que estejam no "interior" por algum motivo. Mas isso é raro.

Essencialmente, a direcção secreta deste assunto funciona em parte como um programa super secreto de um governo internacional, e em parte como uma operação privatizada de crime organizado: é mais semelhante a uma Mafia secreta do que a um governo, como normalmente pensamos que seja.

Para adquirir e manter tal poder, foram feito todos os tipos de coisas. Recordamo-nos do poema de Robert Frost no qual ele descreve ‘as teias que urdimos...’ Mas como é que uma entidade se apartar duma tal teia de sigilo, fraude, mentiras e insubordinação?

Para ser preciso, este grupo usurpou  poder e  direitos que não lhe foram legalmente outorgados. Não é de origem constitucional, quer nos Estados Unidos, quer no Reino Unido e noutros países em todo o mundo. Adicionalmente, cometeu crimes que incluem assassinatos, matanças, raptos, roubo de tecnologias, etc.

Vou conceder a possibilidade de que, pelo menos inicialmente, esta empresa secreta foi elaborada para manter o sigilo e evitar a instabilidade. Mas os riscos de vazamentos acidentais - ou de um líder nacional ou mundial decidir legalmente, que era o momento para efectuar a divulgação - tornou essencial  tecer uma teia de maior e maior sigilo e de operações ilegais. E agora, a teia está cativa do seu próprio funcionamento.

Isto é, a teia está cativa devido à complexidade dos projectos compartimentados, ao grau de actividade inconstitucional e não autorizada, à "privatização" (ou roubo) efectuado pelos parceiros empresariais (a parte 'industrial' dos militares - complexo industrial e empresarial) de tecnologias avançadas, à mentira continuada feita aos líderes legalmente eleitos e nomeados e  ao público, em geral - tudo isso e muito mais, tem contribuído para a psicologia do sigilo continuado, porque a divulgação iria expor o maior escândalo da História registada.

Por exemplo, como é que o público reagiria ao facto de que a degradação do ecossistema da Terra inteira e a perda irrecuperável de milhares de espécies de plantas e de animais extintos devido à poluição, foi totalmente desnecessária e poderia ter sido evitada se tivesse ocorrido, apenas, uma difusão honesta desta informação na década de 50?

Como é que a sociedade reagiria ao saber que triliões de dólares foram gastos em projectos inconstitucionais e não autorizados, ao longo de vários anos? E que os dólares dos impostos têm sido utilizados por empresas em parceria neste segredo para desenvolver tecnologias subsidiárias, baseadas no estudo dos objectos extraterrestres que mais tarde foram patenteados e usados como tecnologias altamente rentáveis? Não só os contribuintes foram enganados, foram mesmo obrigados a pagar um prémio devido a esses inventos, que foram o resultado da pesquisa paga por eles! E isso não resolve o roubo da propriedade intelectual dessas tecnologias aos Extraterrestres. Durante o período de tempo em que essas tecnologias de produzir energia básica e de propulsão estiverem retidas, as empresas em parceria lucram muito com outros inventos e benefícios em produtos eletrônicos, com a miniaturização e com áreas semelhantes. As transferências de tecnologia secreta constituem um roubo de vários triliões de dólares, de tecnologias que realmente devem ser de domínio público, visto que os contribuintes pagaram para isso.

E como é que  o público reagiria ao facto do programa espacial de  vários biliões de dólares, ao usar foguetões de combustão interna e similares, ter sido uma experiência primitiva e desnecessária, já que tecnologias muito mais avançadas e sistemas de propulsão existiam antes de termos ido à lua? A NASA e as agências relacionadas, na sua maior parte, foram tão vítimas desse sigilo como o resto do governo e do público. Apenas uma pequena fração, muito compartimentada de pessoas da NASA conhece as verdadeiras tecnologias Exraterrestres, escondidas nesses projetos. Certamente o meu tio, que ajudou a projectar o módulo lunar que levou Neil Armstrong à Lua, foi vítima de  alguém, na medida em que lhe foi negado o acesso a essas invenções tecnológicas. Teve de basear-se na velha Física e nas antigas tecnologias de propulsão a jacto de combustão interna como todos os outros. Que vergonha.

A realidade inevitável é esta: Este projecto secreto, não importa quão bem intencionado, inicialmente, foi afastado pelo seu próprio poder secreto.  Abusou desse poder. Atrasou o nosso futuro durante 50 anos. E o escândalo de tal fato resultaria em tal consternação na sociedade e no governo que suas conseqüências dificilmente pode ser imaginado. Na verdade, ele poderia muito bem ser catastrófico do ponto de vista social e político.

De facto, o golpe de estado silencioso do fim dos anos 40 e princípio dos anos 50, logo que exposto, podia resultar, hoje, numa verdadeira instabilidade.

Mas a situação é realmente muito pior do que isso. Tudo o que está escrito acima é ofuscado por um problema maior: O grupo secreto que administra esses projectos negros relacionados com os UFO/ OVNIs também teve  a influência exclusiva sobre os primeiros dias de um relacionamento extraterrestre-humano embrionário. E foi tragicamente mal administrado - quase ao ponto de causar uma verdadeira catástrofe global.

Pois pensem no que acontece quando um grupo de orientação militar, não eleito e não designado, que se auto-seleccionou, tem de lidar sozinho com as relações inter-espécies entre humanos e Extraterrestres? Bem, como na maioria das áreas, se usar óculos cor de rosa o mundo inteiro parece vermelho. E se está a usar óculos militares, cada desenvolvimento novo e fora de controlo, será visto como uma ameaça militar, potencial ou real.

A natureza dum tal grupo - que é excessivamente controlado e incestuoso - é que é homogéneo na sua visão do mundo e na sua mentalidade. As qualidades mais proeminentes são o poder e controlo. O sigilo extremo cria um ambiente muito perigoso e é totalmente carente de limites impostos a todos os ramos, de dar e receber. E, em tal ambiente, podem ser tomadas decisões muito perigosas baseadas em feedback inadequado, em discussões ou visões de perspectivas necessárias que são, forçosamente, excluídas.

Nesse ambiente de extremo sigilo, de militarismo e de paranóia, descobrimos que foram efectuadas acções imensamente perigosas contra os Extraterrestes. Na verdade, temos várias fontes internas que nos descreveram o uso de tecnologias cada vez mais avançadas para fazer o rastreio, atacar e destruir bens extraterrestres. Se houver mesmo uma possibilidade de 10% ser verdade  (estou convencido de que é 100% exacto) estamos a lidar com uma crise diplomática e social global, que está totalmente fora de nosso controlo, mas que coloca todo o planeta em risco.

Lembrem-se que os projectos de engenharia reversa secretos resultaram em enormes saltos quânticos de avanço em tecnologias que, uma vez aplicadas a sistemas militares, poderiam ser uma ameaça real para Extraterrestres que podem estar aqui em paz. As tentativas para militarizar rapidamente o espaço são, provavelmente, resultado de uma visão míope, militarista e paranóica dos projectos e das intenções dos extraterrestres. Se não forem controlads, só podem resultar numa catástrofe.

Na verdade, este grupo, não importa o quão bem-intencionado seja, tem necessidade urgente de exposição para que os estadistas em todo o globo, detentores de uma nova perspectiva,  possam interceder nesta situação. Embora não existam provas de que as civilizações extraterrestres sejam  completamente hostis, também é claro que é pouco provável que permitam uma interferência crescente e sem restrições, nas suas operações. É provável que a auto-defesa seja uma qualidade universal. E enquanto tem sido demonstrada pelos Extraterrestres, uma tremenda restrição até ao momento, será que pode haver um "fio cósmico detonador," se as tecnologias secretas dos humanos começarem a alcançar a paridade e se estivermos a usar essas tecnologias avançadas de forma belicosa? A perspectiva é preocupante.

Precisamos dos nossos Jimmy Carters, Dalai Lamas e outros estadistas internacionais envolvidos com tão grande um problema. Mas se o acesso for negado, e o assunto permanecer desconhecido e fora da tela global de radar - ficamos com poucos que não foram não eleitos para decidir o nosso destino e agir em nosso nome. Isso precisa mudar, e em breve.

Numa análise final, e se bem que as mudanças que aguardam essa divulgação relacionada com OVNIs e Extraterrestres tivessem um impacto enorme  e profundo, em praticamente todos os aspectos da vida na Terra, ainda é a coisa certa a fazer. O sigilo assumiu uma vida própria - é um cancro em crescimento que precisa ser curado antes que destrua a vida da Terra e de todos os que habitam nela.

As razões para o sigilo são claras: o poder global, o controlo económico e tecnológico, o status quo geopolítico, o medo do escândalo que envolve a exposição de tais projectos e seu comportamento, e assim por diante.

Mas a única coisa mais perigosa do que a divulgação é manter o segredo. A Terra está a morrer porque estamos a matá-la. As 250 pessoas e famílias do topo, em todo o mundo,  têm um património líquido, igual e equivalente ao de 2,5 biliões dos nossos cidadãos mais pobres. A relação promissora entre a Humanidade e os povos de outros planetas está a ser militarizada e tensa, devido à falta de pensamento e a programas falhados que são executados completamente em segredo.

Por mais assustadora que a divulgação possa ser, com todo o potencial para a instabilidade e mudança a curto prazo, o sigilo contínuo significa que vamos destruir a Terra devido à nossa loucura e ganância. O futuro da Humanidade, que foi adiado e sequestrado durante os últimos 50 anos, não pode ser sequestrado por mais 50. Pois não temos mais 50 anos – Antes disso, o ecossistema da Terra entrará em colapso.

Não há escolhas fáceis. Mas há uma escolha correcta. Vocês vão ajudar-nos a fazê-la?



Steven M. Greer M.D.






Tradutora: Maria Luísa de Vasconcellos
Webpage: peacelovelove.blogspot.pt
Email: luisavasconcellos2012@gmail.com





Exibições: 42

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica para adicionar comentários!

Entrar em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica

"Permaneçam unos com a vossa Essência Espiritual. Somente Ela, poderá mostrar-lhes os novos rumos a serem seguidos por cada um!"

                     

"Que a eterna luz do sol te ilumine, que todo o amor te envolva, e a luz verdadeira, no teu interior, guie o teu caminho para casa."Bênção Sufi

 

 Possa o bodhichitta, precioso e sublime, surgir onde ainda não está; E onde surgir que não decline, mas cresça e floresça cada vez mais para o benefício de todos os seres sencientes.

Padma Bhavam significa Morada do Lótus. O lótus é uma flor que cresce da escuridão do lodo abrindo sua flores somente após ter-se erguido além da superfície. Se o impulso para a luz não estivesse adormecido na semente profundamente escondida na escuridão da terra, o lótus não poderia se voltar em direção à luz. Da mesma forma, cada um de nós carrega dentro de si esse impulso para a vida e para a autorealização.

 

NAMO KUAN-SHIH-YIN PU-SA A PRONÚNCIA NAMÓ GUAN-CHEER-IIN PUSSÁ O SIGNIFICADO Eu Chamo pela Bodisatva Kuan Yin, Aquela que vê e ouve o sofrimento do Mundo.

 

CONFRATERNIZANDO A nossa proposta é integração e união. Por isso sugerimos aos integrantes deste Portal que passem pelos perfis dos membros recém chegados, para dar boas vindas, trocar mensagens e convidá-los para uma relação de amizade. Parabenize os aniversariantes... Ingressem nos Grupos e participem!!! Nos Grupos encontramos muitas pérolas postadas em forma de mensagens, apostilas ... que colaboram para o engrandecimento de nossas almas, aprimoramento e crescimento do nosso ser. Gratidão! Fatima dos Anjos

http://www.twitter.com/portalarcoiris  

 

 



“O corpo conhece o tato; a língua, o paladar; o nariz, aromas; os ouvidos, sons; os olhos, formas; mas os homens que não conhecem o profundo Si Mesmo não captam esse supremo.” Mahabharata

"Duvidem de tudo. Encontrem sua própria luz". (Siddharta Gautama) 

"Não crie sofrimento Pratique virtude Seja senhor de sua mente (Bhuda)

 


"Faça uma nova fôrma para você com o poder da sua vontade. Aqueles que se superaram, vivem em paz, tanto no calor quanto no frio, no prazer quanto na dor, no elogio como na crítica. Para eles, um punhado de terra, uma pedra e ouro, são o mesmo. São imparciais e por isso se elevam a grandes alturas" Krishna

 

 


PAI NOSSO...

Que estás em toda harmonia do universo.

Santificado seja sempre o teu santo e sagrado nome.

Venha a nós o teu reino...

E que se cumpram as tuas leis, na terra e no espaço.

E em todos os mundos habitados...

Dá-nos hoje, o pão do corpo e o pão da alma.

Concede-nos a benção da saúde,do trabalho.

Perdoa as nossa ofensas.Assim como nós devemos amar e perdoar, a quem nos tem ofendido...

E não nos deixes sucumbir ás tentações.

E inspira-nos a combater o mal.Enviando-nos um raio da tua LUZ para nos orientar e guiar.

No caminho que a TI conduz.

Pois TU és o Poder e a Glória...

Amém!



INVOCAMOS AS ENERGIAS DO GRANDE SOL CENTRAL
A GRANDE FONTE ILUMINADORA DO AMOR

INVOCAMOS AOS ELOHINS…OS ANJOS QUE NOS ILUMINAM… E AOS QUATRO PILARES DOS FILHOS DA LUZ …
SANAT KUMARA, METATRON, MIGUEL E MELCHIZEDEK

INVOCAMOS AOS SERES DAS ESTRELAS QUE COM ASHTAR,
ELEVAM E APOIAM NOSSOS ESFORÇOS

INVOCAMOS A SHAMBALLA E AOS MESTRES ASCENSIONADOS
QUE GUIAM E NUTREM ESTE ENCONTRO DE ALMAS,
SERES DAS ESTRELAS E MESTRES ENCARNADOS
A DEDICAR SUA INTENÇÃO PARA ELEVAR A TODA VIDA PELO AMOR

INVOCAMOS A MÃE MARIA, KUAN YIN E A MADALENA
PARA ENCHER NOSSOS CORAÇÕES COM HUMILDADE E COMPAIXÃO

INVOCAMOS A NOSSA MAGNA PRESENÇA EU SOU A TRAZER NOSSOS DONS, VISÃO E OFERTAS EM
UMA UNIDADE DE PROPOSITO CENTRADA NO CORAÇÃO PARA CRIAR CLARIDADE
,DIREÇÃO DIVINA E AMOR MANIFESTADO,

EU SOU O QUE SOU
UM SER DE LUZ CONECTADO A LUZ!

A FORÇA DE VONTADE – A ALAVANCA QUE MOVE NOSSA VIDA Cada consciência que reencarna no plano terrestre tem como propósito primordial buscar sua evolução espiritual, aprendendo com as lições que a vida lhe traz. Apesar do esquecimento temporário que passa quando para aqui vem, internamente traz consigo um sentimento de que algo tem a fazer.
Passam-se os anos na vida terrena e isso pode variar de indivíduo para indivíduo, que o sentimento se torna mais forte, até que em determinado momento à ânsia de saciar o espírito fala mais alto e intuitivamente sente que a necessidade da busca a respostas para certas indagações lhe trará a tranqüilidade interna que tanto necessita.

A vida, no entanto é uma escola, cheia de obstáculos e desafios que incentivam o desenvolvimento das potencialidades, que auxiliam o ser na busca do crescimento espiritual.

Uma dessas potencialidades é à força de vontade, a alavanca que põe em movimento nossas ações, gerando atitudes que permitem que aquele que deseja seguir adiante, com o propósito de buscar conhecimento, possa ultrapassar todas as barreiras que por ventura encontrar pela frente.

Há consciências, que por lhes faltar a força de vontade não conseguem caminhar por muito tempo nesta busca, preferindo deixar mais para frente, adiando assim, o que realmente vieram aqui fazer, continuando a sua vida material, sem compreender que nem só de pão vive o homem, pois o homem é matéria e espírito.

Porém, o sentimento foi apenas abafado, pois chega um momento que a insatisfação fala mais alto. O que se buscou no mundo das ilusões não trouxe o alimento necessário para o espírito, pois a personalidade egóica não estava sintonizada com o propósito da alma.

A busca do ser recomeça. Bate-se em porta em porta buscando conhecimento, buscando a paz. Nesta caminhada adquire experiências e através do conhecimento passa a compreender que a tranqüilidade se alcança quando os sentimentos, os pensamentos e as atitudes são alimentados pela energia do amor. Quando já se consegue discernir o certo do errado, do que lhe traz a paz e o que lhe causa dor, escolhendo assim, o que prefere se alimentar.

No entanto, para todo aquele que se coloca como peregrino a caminho da Luz, encontra muitos obstáculos, pois a porta é estreita e poucos são os que perseveram por faltar à força de vontade.

O contato com o ser interior, a fé e a confiança que está no caminho correto, que sabe o que quer e para onde deseja seguir é que fará com que a força de vontade, esta força que impulsiona o ser seguir adiante, o auxilie a conquistar o objetivo. Nada se conquista sem o uso dessa força e perseverar no que se acredita ser o melhor é o caminho para conquistar um troféu. O troféu da satisfação de ter alcançado sua meta.

APARECIDA

"Quanto maiores somos em humildade, tanto mais próximos estamos da grandeza." Tagore

"O reino de Deus está dentro de vós". (Jesus)

“Toda vez que a Justiça Divina nos procura no endereço exato para execução das sentenças que lavramos contra nós próprios, segundo as leis de causa e efeito, se nos encontra em serviço ao próximo, manda a Divina Misericórdia que a execução seja suspensa, por tempo indeterminado.” (Emmanuel / Chico Xavier - Perante Jesus cap. 4 - Remuneração Espiritual)

Salmo 23
1. O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.
2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.
3. Refrigera a minha alma guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
4. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo a tua vara e o teu cajado me consolam.
5. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
6. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Saber viver, por Cora Coralina

Não sei... Se a vida é curta Ou longa demais pra nós, 

Mas sei que nada do que vivemos Tem sentido,

se não tocamos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser:  

Colo que acolhe,  

Braço que envolve,  

Palavra que conforta,  

Silêncio que respeita,  

Alegria que contagia,  

Lágrima que corre,  

Olhar que acaricia,  

Desejo que sacia,  

Amor que promove.  

 

E isso não é coisa de outro mundo, É o que dá sentido à vida.

 É o que faz com que ela Não seja nem curta, Nem longa demais,

Mas que seja intensa, Verdadeira, pura... Enquanto durar.


A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.
Charles Chaplin


"...Só aqueles que compreenderam que devem procurar o infinito, o ilimitado, o que está além do tempo e do espaço, se sentem vivos, porque a vida verdadeira é a imensidão, a eternidade. Nunca vos refugieis naquilo que é acessível, limitado: abarcai o infinito e a vossa alegria também será infinita. Será a felicidade, a luz, a força, o dilatar de todo o vosso ser."

Omraam Mikhaël Aïvanhov

 

 

 RIOS DE ÁGUA VIVA FLUEM DE VOCÊ

Você é o ponto do Universo pelo qual fluem “rios de água-viva”. Neste “ponto”, é sempre agora! Aquiete-se! Anule conscientemente a crença no tempo: você é um ser deste agora, sem passado e sem futuro!
Deus é Tudo! Onde Deus está, é exatamente onde VOCÊ está! Constate esta Verdade! Dê consciente testemunho dela! Rios de Água Viva fluem a partir de VOCÊ! Esta Substância, na verdade, é VOCÊ! É Deus, em Auto-suprimento perfeito, sendo VOCÊ!
Dárcio Dezolt

 

 PODEROSA ORAÇÃO EU SOU Fique tranqüila e saiba que Eu Sou Deus! Eu Sou Deus vivendo neste corpo como ( diga o seu nome). Eu Sou Deus totalmente livre vivendo neste corpo como ( diga o seu nome) Eu Sou a Poderosa Presença do EU SOU Eu Sou o mestre ascensionado ( diga o seu nome) Em nome da Amada Presença de Deus, o qual Eu Sou! Pelo poder de Deus, o qual Eu Sou. A poderosa Presença do Eu Sou é o meu verdadeiro eu! Eu Sou a Ressurreição e a Vida. Eu Sou a Verdade, o Caminho e a Vida. Eu Sou a encarnação do Amor Divino. Eu Sou a porta aberta que nenhum homem pode fechar. Eu Sou Deus em Ação. Eu Sou o cetro de domínio, a Chama que nunca se apaga, A Luz deslumbrante e a Perfeição Divina manifestada. Eu Sou a revelação de Deus. Eu Sou o batismo do Espírito Santo. Eu Sou o ser ascensionado que desejo ser agora. Eu Sou a realização de Deus. Eu Sou uma porta aberta a toda revelação. Eu Sou a Luz que ilumina todos os lugares no qual eu entro. Eu Sou a Presença de Deus em ação hoje. Eu Sou Aquele que Sou. Eu Sou a libertação eterna de toda imperfeição humana. Eu Sou a Presença que preenche o meu mundo com Perfeição neste dia. Eu Sou um corpo invencível de Luz. Eu Sou a Luz que ilumina todo ser humano que vem ao mundo. Eu Sou a Vitória na Luz.

 

 

 

EU SOU VOCÊ..... Não sou um sábio pensador, Porque SOU A SABEDORIA. Não Sou aquele que tráz para todos o Amor. porque Sou o Próprio Amor Não sou aquele que tráz a Vida porque Sou a própria Vida Não venho trazer a Verdade, porque em todas Verdades Eu Estou! Eu tenho todas as coisas e todas as coisas me contêm Eu Sou o único caminho para todos, você é único caminho para você,
Pois,sempre estive em você e você não sabia.
Eu Sou a tua Luz
e você é a Luz Viva que Eu sou.
Eu Sou o Pai e Sou o Filho,
Eu Sou um e Sou todos.
Eu Sou o Alfa e o Ómega
Eu Sou o Principio e o Fim.

Se tudo assim não fosse,
Eu não poderia dizer;
Eu Sou Você,
Assim como você sou Eu!!!!!!

ERGOM........

Paz ,Luz e Equilibrio...Namaste

 EU SOU EU SOU Aquele que te faz sonhar... EU SOU Aquele que te faz amar...... EU SOU a LUZ de tua Alma...... EU SOU a FÉ em teu coração...... EU SOU a ALEGRIA em teu ser...... EU SOU a VIDA que te sustenta.... EU SOU a FORÇA que jamais te deixará.... EU SOU Aquele a quem contastes... tuas alegrias e tristezas... EU SOU a ENERGIA que te impulsiona,... passo a passo, rumo a tua eterna... realização e vitória....
EU SOU...
A LUZ...
A FORÇA...
O AMOR...
A SABEDORIA...

EU SOU Aquele que há tanto tempo procuras....

Agora que Me encontrastes...
Dentro de ti, contigo e através de ti...
brilharei, confirmando a todos que tiverem...
olhos para ver a LUZ que um dia foi prometida...
e que em vão procuraram em templos de pedras...
em palavras que ficaram no esquecimento,...
bem como nos livros....

EU SOU a Poderosa ENERGIA...
que a todos e a tudo sustenta....

Em nome do AMOR decreto:...
VIDA, LUZ, AMOR E LIBERDADE...
em ti e em teu mundo...
Agora e Sempre!...

Eu, SOL, que em teu peito brilha...
EU SOU....

Trecho do Livro: "Mensagens dos Mestres - De Coração a Coração" M. Stella Lecocq

APELO

"Em nome de EU SOU O QUE EU SOU,
eu convido minha Presença EU SOU, esta parte de Deus em mim,
para estar comigo ao longo deste dia.
Eu peço, a minha Presença EU SOU,
para assumir o controle imediato de todas as minhas ações,
feitos, palavras, sentimentos e pensamentos.
Eu peço, minha poderosa Presença EU SOU
para agir através de mim ao longo deste dia,
para gerir minha vida.
Amém”.

 

A QUEBRA CONSCIENTE DE VOTO

Diga em voz alta:

Neste momento, estou quebrando todos os votos que fiz para viver a ilusão da inconsciência. Como portador da Luz de minha linhagem genética, quebro esses votos em meu nome e em nome de todos os meus ancestrais. Revogo e anulo esses votos destituindo-os de valor para esta encarnação e para todas as outras através do tempo e do espaço, das realidades paralelas, dos universos paralelos, das realidades alternativas, dos universos alternativos, de todos os sistemas planetários, de todos os sistemas de Origem, de todas as dimensões e do Vácuo.

Peço para ser libertado de todos os cristais, mecanismos, formas de pensamento, emoções, matrizes, disfarces, memórias celulares, idéias acerca da realidade, limitações genéticas, bem como da morte.

AGORA!

Segundo a Lei da Graça e pelo Decreto da Vitória! Pelo Decreto da Vitória! Pelo Decreto da Vitória! Conforme a vontade do Espírito, peço para Despertar!

Conforme a vontade do Espírito, estou Desperto!

No princípio, EU SOU O QUE SOU!


Compreendendo o processo dos Apelos
A verdade existe; ela se manifesta em todos os planos, quando uma pessoa está em condições de captá-la dos planos e esferas nos quais os Seres Divinos atuam em determinada época para distribuí-la amplamente sobre a terra e seus habitantes.
A eficiência dos apelos depende da proporção de sentimento e convicção que através deles são liberados, como também depende da nitidez das imagens que se imprimem na mente. Isto, realmente representa o modelo através do qual se dissolve a energia física.``
SAINT GERMAIN
O Sétimo Raio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oremos sempre que puder em prol do nosso querido planeta para todas as entidades possam juntas emanar sua energia maravilhosa para cura deste planeta e de seus filhos!!!

Lokah Samastah Sukhino Bhavanthu

"Que todos os seres sejam felizes"


 

 

 

 

© 2019   Criado por Fatima dos Anjos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço